Foto: Assessoria de Imprensa/PMPho

Respiradores de Pinhão estão salvando vidas no Hospital São Vicente

Respiradores são a garantia de sobrevida aos pacientes da Covid-19

Redação Fatos do Iguaçu

Na quarta-feira, 02 de junho, a jornalista Nara Coelho do Fatos do Iguaçu conversou com o diretor Administrativo do Hospital São Vicente, Nadir Roberto Martini sobre a cessão de uso de 2 respiradores que o município de Pinhão-Pr fez ao hospital e da situação atual em relação a vagas e atendimento aos contaminados da Covid-19.

É preciso destacar a forma solícita, pronta e atenciosa que o senhor Nadir nos atendeu, tendo uma conversa muito tranquila e nos colocando de forma clara os dados e situação em relação à pandemia e a ocupação de vagas.

Hospital São Vicente

Hoje, na região Centro Oeste, há dois hospitais em Guarapuava/Pr que são referência em relação ao atendimento dos pacientes da Covid-19, o Hospital Regional  e o São Vicente.

O Hospital São Vicente foi o indicado desde início da pandemia em 2020 para ser o hospital de referência nos casos da Covid-19, dá atendimento a pacientes de 20 municípios da região.

Hospital está 180% da sua capacidade ocupada

 Nadir Roberto explicou que a situação em relação à ocupação de leitos de UTI do Hospital São Vicente chegou a 180% de sua capacidade.

Na quarta-feira, dos 19 pacientes que estavam na UTI de atendimento à Covid-19, 18 estavam usando ventilação mecânica e 1 com ventilador, os pacientes que estavam na UTI limpa, que é para pacientes de outras doenças, todos estavam usando ventiladores.

6 pacientes aguardavam no Pronto Socorro vaga na UTI e já estavam sendo atendidos com os respiradores. “Há dias que não temos um ponto de oxigênio livre”, destacou ele.

Apartamentos transformados em UTI

Para atender mais pessoas, o Hospital decidiu transformar 6 apartamentos que ficam em frente à UTI em UTI, assim conseguiram abrir mais 9 leitos.

Sem os respiradores a morte é antecipada

Para o paciente da Covid-19 os respiradores são a chance que ele tem para lutar pela vida, assim, ter mais dois respiradores é garantir a sobrevida a mais dois pacientes, explicou Nadir Roberto, “Sem os respiradores não há sobrevida, o paciente perde a condição de oxigenar o organismo para mantê-lo em funcionamento mínimo, sem o respirador a morte é antecipada, com certeza”.

Precisa de estrutura para os respiradores

Para ter os respiradores funcionando, é preciso ter junto aos pacientes uma equipe de uma enfermeira, um técnico em enfermagem e um médico para monitorar as condições do paciente.” É preciso ter uma equipe bem-preparada, pois é praticamente uma semi-intensiva de UTI, se utiliza medicação para sedação”, explicou Nadir.

Além disso, um paciente vai usar em média 10 metros cúbicos de oxigênio a cada duas horas e meia, ou seja, se for com torpedos ele vai usar em 24 horas uma média de 10 torpedos, “Nós temos tanque de oxigênio, assim compramos a granel, o que faz com que o preço seja mais barato, hoje estamos comprando 3 carretas por semana”.

Há 20 dias os números de paciente não reduzem

De acordo com o diretor, há 20 dias não ocorria a redução no número de pacientes internados, eles tinham atingido a sua lotação máxima mesmo tendo aberto mais 9 leitos, a média de pacientes no Pronto Socorro à espera de vaga na UTI era de 5 a 6 por dia. A central de leitos a todo momento buscando vaga.

 Dizer: “Não temos como atender nos corta o coração”

“Dizer não, não temos mais condição de atender, corta o coração da gente, não temos a menor condição de atender, pois chega um momento que esgota a capacidade física, técnica e humana”

Afastamento físico é essencial

“Eu digo que hoje não precisamos realizar o afastamento social e sim o físico, hoje podemos realizar as webs conferência, tele chamada de vídeo. Mas não podemos estar realizando pequenos encontros, refeições em pequenos grupos, pois hoje não se tem mais suporte, dói dizer não para um pai ou mãe que foram contaminados porque os filhos saíram, foram a pequenas reuniões, encontros, com a ideia de que comigo não vai acontecer e depois pode ser tarde demais”.

Os outros dois respiradores vão ficar pegando pó?

Após conversar com o diretor administrativo do Hospital São Vicente, tomar ciência de toda a situação dos pacientes da Covid-19, não como  não fazer a pergunta, os outros dois respiradores que foram doados ao HSC  vão continuar  em cima de uma mesa acumulando pó enquanto vidas sofrem e vão a óbito?

Entenda os fatos

No mês de março, a direção do Hospital Santa Cruz do municipio de Pinhão/Pr realizou uma campanha para arrecadar fundos para compra de equipamentos para oferecer um melhor atendimento aos pacientes da Covid-19 que estavam internados aguardando vaga nos hospitais de referência para Covid-19, entre esses equipamentos listados estavam respiradores. O HSC recebeu em doação de empresas locais 2 e dois a prefeitura repassou em cessão de uso.

No entanto, no início de maio a direção do Hospital Santa Cruz ainda não havia instalado nenhum dos respiradores.

O Hospital São Vicente, sabendo que no municipio de Pinhão havia 4 respiradores que não estavam sendo utilizados, entraram em contato com o prefeito e solicitaram a possibilidade de 2 serem repassados ao Hospital, que estava com superlotação e com carência de equipamentos.

No dia 31 de maio, como os respiradores estavam em cima de uma mesa na sala da direção do Hospital Santa Cruz, segundo os vereadores Elias Prestes, PP, e Israel Oliveira Santos, PT, o municipio decidiu retirar os dois respiradores de lá e repassar a cessão de uso para o Hospital São Vicente.

Como é necessário um conhecimento específico para usar os respiradores, o diretor Nadir Roberto colocou o Hospital São Vicente à disposição para os profissionais do Santa Cruz realizarem treinamento lá, já que ficaram dois respiradores de doação no hospital.

LEIA TAMBÉM:

Na segunda-feira,07, inicia a vacinação das pessoas com 59 anos

Veto do prefeito no projeto de lei das pulseiras causou mal-estar no legislativo

‘Sinal Vermelho’ que fortalece proteção à mulher é sancionado

Naor Coelho

Naor Coelho, administrador de empresa, jornalista e o diretor responsável pelo Fatos do Iguaçu

Naor Coelho has 8860 posts and counting. See all posts by Naor Coelho

Faça seu comentário