Capa e Editorial da Edição nº: 790

Só mais uma semana…

Se olharmos a edição dessa semana, à primeira vista teremos a sensação que não se tem grandes notícias, que quase nada aconteceu na semana. Até porque as pessoas gostam do que faz barulho, do que provoca sensacionalismo, o que mexe com as estruturas, claro, desde que não seja a pessoa ou alguém da família da pessoa que esteja no centro do furacão, quando ela pega o jornal para ler e quer saber quais são os “bafos” da semana. Mas a semana começou com o Sicoob mostrando aos empresários de Pinhão seus números e propostas de investimentos e  abrindo espaço para ouvir seus clientes, com a criação do Conselho Comunitário. Mas, para aqueles que estão sempre prontos a discutir, falar e principalmente, palpitar sobre segurança pública, essa edição vem com a notícia de dois júris já realizados e com a informação de quem será o próximo. Aqui há que se registrar que os júris têm saído com freqüência e os crimes têm sido julgados com uma média de um ano e meio no máximo. Outro registro, ou melhor, indagações que as reportagens levam a pensar onde andam os trabalhos, as ações, as instituições e grupos e ou pessoas que já fizeram barulho sobre a segurança pública? Até porque fazer movimentos pontuais quando “alguns” são atingidos, não promove a segurança pública. Esse tema exige trabalho conjunto e constante, é um trabalho de ações pequenas e articuladas, se não, vira só levantar a poeira sem de fato limpar a casa. Mas, além dos júris, nessa edição tem o resultado dos primeiros jogos do campeonato de futebol sete, que começou com goleada, mas, mais importante que os gols, é ter atividades para envolver a comunidade, é ter atividades para a comunidade se encontrar, relaxar e se divertir. Porque, afinal lazer e diversão, são tão essenciais quanto segurança pública. Março continua sendo das mulheres, assim, nessa edição tem duas reportagens voltadas para as mulheres, uma é a homenagem da Igreja Presbiteriana do Pinhão para as mulheres, e a outra é sobre o câncer de mama, alertando as mulheres que todo mês, todo dia é dia de se cuidar, de ir ao médico, de pensar na saúde, que o Outubro Rosa é um reforço apenas para as mais distraidinhas. Enfim, uma edição que traz o dia a dia da cidade, mas o que é a vida senão o conjunto das nossas ações cotidianas, que vão marcando e norteando a vida e tornando-a ou não colorida, ai a escolha é de cada um.

Faça seu comentário

WhatsApp chat
error: Alerta: O conteúdo está protegido !!
%d blogueiros gostam disto: