Hermes Santos de Oliveira foi condenado

No último júri de 2018, quem sentou no banco dos réus foi Hermes Santos de Oliveira por atentar contra a vida de Sebastião Henk.

O CASO

Segundo os autos do processo, Hermes já havia ameaçado de morte Sebastião e sua companheira Ocalina Muhlstedt do Prado, que por 25 anos foi casada com Hermes,caso esses mantivessem o relacionamento amoroso. Por ordem judicial, o réu estava proibido de aproximar-se de sua ex-esposa.

No dia 18 de julho de 2016, por volta das 14 horas, na estrada rural do Assentamento Nossa Senhora Aparecida, nos arredores da Vila da Copel, no município de Reserva do Iguaçu, o casal voltava do almoço na casa da mãe de Sebastião,quando Hermes surgiu a cavalo e começou a dar golpes de facão em Sebastião, que buscou se defender com as mãos e braços.

Essa defesa de Sebastião evitou sua morte, contudo o mesmo teve que ficar hospitalizado por um longo tempo, teve fratura de cotovelo, ferimentos nas mãos, no peito e no joelho.

SEBASTIÃO TAMBÉM AGREDIU OCALINA

Ele derrubou Ocalina, puxou seus cabelos, colocou o facão em seu pescoço e depois a jogou em um buraco.

 O JULGAMENTO

O julgamento de Hermes foi longo, com duração de aproximadamente 9 horas e o Ministério Público contou com o auxilio da advogada Mirian Bianchi Wittes, contratada pela família das vítimas.

Os jurados consideraram Hermes culpado, o juiz Vinicius de Mattos Magalhães definiu a pena em 3 anos e 7 meses, como ela é inferior a 4 anos, o réu poderá recorrer em liberdade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 + 5 =

WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: