Foto: reprodução

GRAMMY LATINO: CONFIRA A LISTA DE INDICADOS DA 21ª EDIÇÃO

Reggaetón obtém respeito no Grammy Latino com as indicações principais de Balvin, Bad Bunny e Ozuna

narion coelho

Por Narion Coelho

O Reggaeton, há muito sub-representado ou totalmente ignorado nas principais categorias do Grammy Latino, parece finalmente estar vivendo seus dias de glória, com três estrelas do Reggaeton – J Balvin, Bad Bunny e Ozuna – liderando a lista de nomeações.

As 13 indicações de Balvin para o 21º Grammy Latino, que o tornam o principal indicado, refletem um gênero em que as colaborações crescem. Ele foi indicado duas vezes nas categorias Gravação do Ano, Álbum do Ano, Melhor Álbum Urbano Melhor Performance de Reggaeton.

Grammy Latino - J. Balvin
Com 13 indicações, J Balvin aparece duas vezes em várias categorias. | Foto: reprodução

Bad Bunny, que tem nove indicações, também foi indicado duplamente nas categorias Álbum do Ano, Melhor Álbum Urbano e Melhor Performance de Fusão Urbana.

Grammy Latino - Bad Bunny
Bad Bunny é o segundo com mais indicações, 9. Foto: Stefan Ruiz

Ozuna, indicado oito vezes, tem dupla indicação na nova categoria de Melhor Performance de Reggaeton e em Melhor Fusão/Performance Urbana.

Grammy Latino - Ozuna
O Porto-riquenho Ozuna tem 8 indicações. Foto: reprodução

Já Anuel, que no ano passado criticou o Grammy Latino depois de ser excluído das indicações, desta vez está concorrendo a sete prêmios, incluindo o de Melhor Álbum de Música Urbana.

Grammy Latino - Anuel AA
O rapper Anuel AA, com 7 indicações, não teve nenhuma indicação na edição anterior do Grammy Latino. | Foto: reprodução

Os gêneros Reggaeton e Música Urbana marcam presença nas indicações em geral. Além de se beneficiar de duas novas categorias (Melhor Performance de Reggaeton e Melhor Canção de Rap/Hip-Hop), o gênero ainda dominou na tradicional categoria de Artista Revelação. Este ano, a lista de 10 artistas é liderada por Anuel e também inclui competidores conhecidos como Rauw Alejandro, Mike Bahía, Nicki Nicole e Cazzu.

Além dos superstars do Reggaeton, vozes pop influentes como Kany García e a estrela pop/fusion em ascensão Camilo, foram indicadas cinco e seis vezes, respectivamente.

O adorável álbum de duetos de García, Mesa Para Dos, concorre a Álbum do Ano, enquanto seu single “Lo que en ti veo” com Nahuel Pennisi é indicado para Álbum e Música do Ano. Por sua vez, Camilo foi indicado a Álbum do Ano, Gravação do Ano e Música do Ano.

Também concorrendo a seis prêmios está Carlos Vives, com indicações a Álbum do Ano e Disco do Ano.

Grammy Latino- Kany Garcia, Camilo e Carlos Vives
Kany Garcia, Camilo e Carlos Vives completam a lista dos artistas com mais indicações no Grammy Latino 2020. | Foto: reprodução

Entre os brasileiros indicados, estão artistas bem conhecidos como Anitta, Pabllo Vittar, Emicida, Caetano Veloso e AnaVitória.

Grammy Latino - Brasileiros indicados
Foto: Getty/Divulgação/@ErnnaCost/@julioproduz

Com o tema “A Música nos Humaniza”, o Grammy Latino irá ao ar em 19 de novembro e contará com performances exibidas de várias cidades do mundo, mesmo tendo como base a cidade de Miami.

Veja abaixo uma lista de indicados às principais categorias e categorias dedicadas às produções em Língua Portuguesa.

Gravação do Ano

“China” — Anuel AA, Daddy Yankee, Karol G Feat Ozuna & J Balvin

“Cuando Estés Aquí” — Pablo Alborán

“Vete” — Bad Bunny

“Solari Yacumenza” — Bajofondo Feat Cuareim 1080

“Rojo” — J Balvin

“Tutu” — Camilo Feat Pedro Capó

“Lo Que En Ti Veo” — Kany García & Nahuel Pennisi

“Tusa” — Karol G & Nicki Minaj

“René” — Residente

“Contigo” — Alejandro Sanz

Música do Ano

“ADMV” — Maluma

“Bonita” — Juanes & Sebastián Yatra

“Codo Con Codo” — Jorge Drexler

“El Mismo Aire” — Camilo

“For Sale” — Alejandro Sanz & Carlos Vives

“#ELMUNDOFUERA (Improvisación)” — Alejandro Sanz

“Lo Que En Ti Veo” — Kany García & Nahuel Pennisi

“Tiburones” — Ricky Martin

René” — Residente

“Tusa” — Karol G & Nicki Minaj

“Tutu” — Camilo Feat Pedro Capó

Álbum do Ano

YHLQMDLG — Bad Bunny

Oasis — J Balvin & Bad Bunny

Colores — J Balvin

Por Primera Vez — Camilo

Mesa para Dos — Kany García

Aire (Versión Día) — Jesse & Joy

Un Canto Por México, Vol. 1 — Natalia Lafourcade

Pausa — Ricky Martin

La Conquista del Espacio — Fito Páez

Cumbiana — Carlos Vives

Artista Revelação

Anuel AA

Rauw Alejandro

Mike Bahía

Cazzu

Conociendo Rusia

Soy Emilia

Kurt

Nicki Nicole

Nathy Peluso

Pitizion

Wos

Melhor Álbum Pop Vocal

Spoiler — Aitana

Prisma — Beret

Por Primera Vez — Camilo

Más Futuro Que Pasado — Juanes

Pausa — Ricky Martin

Melhor Interpretação Reggaeton (New Category)

Yo Perreo Sola — Bad Bunny

Morado — J Balvin

Loco Contigo — Dj Snake & J Balvin Feat Tyga

Porfa — Feid & Justin Quiles

Chicharrón — Guaynaa Feat Cauty

Te Soñé de Nuevo — Ozuna

Si Te Vas — Sech & Ozuna

Melhor Fusão/Interpretação Urbana

“China” — Anuel AA, Daddy Yankee, Karol G Feat Ozuna & J Balvin

“Hablamos Mañana” – Bad Bunny, Duki & Pablo Chill-E

“Azul” – J Balvin

“Cántalo” – Ricky Martin, Residente & Bad Bunny

“Yo X Ti, Tu X Mi” – Rosalía & Ozuna

Melhor Álbum de Música “Urban”

Emmanuel – Anuel AA

Yhlqmdlg – Bad Bunny

Oasis – J Balvin & Bad Bunny

Colores – J Balvin

FERXXO (VOL 1: M.O.R.) – Feid

Nibiru – Ozuna

1 of 1 – Sech

Easy Money Baby – Myke Towers

Melhor canção “urban”

“Adicto” – Tainy, Anuel AA e Ozuna

“Muchacha” – Gente De Zona e Becky G

“Rave de Favela” – MC Lan, Anitta, BEAM e Major Lazer

“Rojo” – J Balvin

“Yo x Ti, Tu x Mi” – Rosalía & Ozuna

Melhor Canção Rap/Hip Hop

Antes Que El Mundo Se Acabe – Residente

Baile Del Dinero – Anuel AA

Goteo – Duki

Kemba Walker – Eladio Carrion y Bad Bunny

Medusa – Jhay Cortez, Anuel AA & J Balvin

Melhor Álbum Tropical Contemporâneo ou de Fusão Tropical

Energía Para Regalar — El Caribefunk

Mi Derriengue — Riccie Oriach

Mariposas — Omara Portuondo

Alter Ego — Prince Royce

Cumbiana — Carlos Vives

Melhor Canção Tropical

Búscame – Kany García & Carlos Vives

Canción Para Rubén – Rubén Blades & Carlos Vives

Imaginarme Sin Ti – Elvis Crespo y Manny Cruz

Quédate – Debi Nova & Pedro Capó

 Y Basta Ya – Pavel Nuñez

Melhor Canção em Língua Portuguesa

“A Tal Canção Pra Lua (Microfonado)” — Vitor Kley & Samuel Rosa

“Abricó-De-Macaco” — João Bosco

“Amarelo (Sample: Sujeito de Sorte – Belchior)” — Emicida Feat Majur & Pabllo Vittar

“Libertação” —Elza Soares & BaianaSystem Feat Virgínia Rodrigues

“Pardo” — Céu

Melhor Álbum de Pop Contemporâneo em Língua Portuguesa

“N” – AnaVitória

“Enquanto Estamos Distantes” – As Bahias e a Cozinha Mineira

“APKÁ!” – Céu

“Guaia” – Marcelo Jeneci

“Eu” – Melim

Melhor Álbum de Rock ou Música Alternativa em Língua Portuguesa

“AmarElo” – Emicida

“Little Electric Chicken Heart” – Ana Frango Elétrico

“Letrux aos Prantos” – Letrux

“Universo do Canto Falado” – Rapadura

“Na Mão as Flores” – Suricato

Melhor Álbum de Samba/Pagode

“Mangueira – A Menina dos Meus Olhos” – Maria Bethânia

“Martinho 8.0 – Bandeira da Fé: Um Concerto Pop-Clássico (Ao Vivo)” – Martinho da Vila

“Samba Jazz, de Raiz, Cláudio Jorge 70” – Cláudio Jorge

“Fazendo Samba” – Moacyr Luz e Samba do Trabalhador

“Mais Feliz” – Zeca Pagodinho

Melhor álbum de MPB

“O Amor no Caos Volume 2” – Zeca Baleiro

“Belo Horizonte” – Toninho Horta & Orquestra Fantasma

“Bloco na Rua” – Ney Matogrosso

“Planeta Fome” – Elza Soares

“Caetano Veloso & Ivan Sacerdote” – Caetano Veloso & Ivan Sacerdote

Melhor Álbum de Músicas Sertaneja

“#IssoÉChurrasco (Ao Vivo)” Fernando & Sorocaba

“Origens [Ao Vivo em Sete Lagoas, Brazil / 2019]” – Paula Fernandes

“Livre Vol. 1” – Lauana Prado

“Churrasco do Teló Vol. 2” – Michel Teló

“Por Mais Beijos Ao Vivo (Ao Vivo)” – Zé Neto & Cristiano

Melhor Álbum de Música de Raízes em Língua Portuguesa

“Veia Nordestina” – Mariana Aydar

“Aqui Está-se Sossegado” – Camané & Mário Laginha

“Acaso Casa Ao Vivo” – Mariene De Castro e Almério

“Targino Sem Limites” – Targino Gondim

“Obatalá – Uma Homenagem a Mãe Carmen” – Grupo Ofa

“Autêntica” – Margareth Menezes

Melhor Álbum de Música Cristã (Língua Portuguesa)

“Catarse: Lado A” – Daniela Araújo

“Reino” – Aline Barros

“Profundo” – Ministério Mergulhar

“Maria Passa à Frente” – Padre Marcelo Rossi

“Memórias II (Ao Vivo em Belo Horizonte / 2019)” – Eli Soares

Melhor clipe musical em versão curta

“Saci (Remix)” – BaianaSystem & Tropkillaz

“Rojo” – J Balvin

“Cubana” – Bivolt

“Para Ya” – Porter Alexis Gómez

“TKN” – Rosalía & Travis Scott

Melhor álbum de engenharia de gravação

“Aire (Versión Día)” – Jesse & Joy

“APKÁ!” – Céu

“Quimera” -Alba Reche

“Sublime” – Alex Cuba

“3:33” – Debi Nova

Fonte: Billboard, Latin Grammy

Siga a Cultura Pop no Twiter e no Facebook

Faça seu comentário