Gaeco e Polícia Civil realizam ação conjunta em Guarapuava, Londrina e Curitiba contra associação criminosa para venda de carros roubados

Na manhã desta quinta-feira, 19 de julho, agentes do núcleo de Guarapuava (Centro-Sul paranaense) do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e da Polícia Civil realizam ação conjunta para cumprimento de 14 mandados de prisão preventiva e 16 mandados de busca e apreensão.

Os mandados de prisão preventiva são dirigidos a oito homens e seis mulheres, dentre os quais sete têm envolvimento com crimes já apurados em inquérito ou ação penal. As buscas (14 em Guarapuava e duas em Londrina) são realizadas em dez residências e seis locais comerciais.

Investigações paralelas em Curitiba e Guarapuava apuraram que a organização criminosa comprava veículos roubados principalmente em Curitiba e Região Metropolitana e ocultava-os em Guarapuava, adulterando os sinais e obtendo documentos falsos de automóveis com as mesmas especificações. Em seguida, os carros eram anunciados em sites de venda na internet.

Entre os crimes da organização criminosa, estão receptação, adulteração de sinais de veículos, falsificação de documentos e estelionato. Ainda não foram identificados os autores dos roubos, provavelmente encomendados pelos receptadores.

Um policial militar que acessava o banco de dados do Estado foi afastado da função por ser suspeito de passar informações aos criminosos.

Com informações  Assessoria de Comunicação/MPPR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × cinco =

WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: