Capa e Editorial da Edição nº: 913

EDITORIAL

Os ipês

Setembro é amarelo e foi condicionado que amarelo é atenção, cuidado. Mas é deslumbramento, beleza, pois espalhados pela cidade eles têm dado um encanto todo especial. Enchem os olhos de beleza e a alma de leveza. Claro, para vê-los é preciso tirar os olhos dos celulares e levantar um pouquinho a cabeça, e sendo redundante, pois o momento exige, com certeza vale a pena parar e contemplar os ipês.

É preciso fazer isso hoje, pois sua florescência é breve. Breve como é a vida, por isso ser tão importante olhar para os que estão em volta e com eles compartilhar os momentos da vida, sejam eles belos e alegres ou tensos e tristes, porque a vida é feita desse conjunto de momentos, ela nunca será só alegria ou só tristeza, porque ela é movimento.

Esse mês, junto com os ipês vem o cuidar, o olhar mais intensamente para o outro, porque é o mês que chama a atenção para os altos índices de suicídio, inclusive junto aos jovens. Por isso tão importante quando contemplar os ipês é contemplar, estar e estar de fato de corpo e alma com quem está ao lado.

Na verdade, os ipês vêm nos chamar a atenção para a grandeza e beleza da vida e do quanto ela é preciosa e tão efêmera quando a florada do ipê. Ele também ensina que aconteça o que acontecer, venha a geada que vier, é sempre possivel florescer.

Faça seu comentário

WhatsApp chat
error: Alerta: O conteúdo está protegido !!
%d blogueiros gostam disto: