Após 14 anos Lazaro Bones foi a julgamento

O CRIME

No dia 24 de abril de 2004, por volta das 20 horas, na localidade de Águas do Iguaçu, em Reserva do Iguaçu, Lazaro Bones Moraes atirou várias vezes em João  Maria dos Santos, levando-o à morte.

JULGAMENTO

No dia 30 de outubro, terça-feira, Lazaro, sentou no banco dos réus. O acusado teve a defesa realizada pelo advogado pinhãoense Antonio Marcos de Lima, após sua explanação e do ministério público, o réu foi considerado pelos jurados culpado. Ele recebeu a pena de seis anos, mas poderá recorrer em liberdade, tendo que comparecer mensalmente ao Fórum e esta impossibilitado de mudar de endereço sem autorização judicial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 − 18 =

WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: