No livro “Os fundamentos da liberdade”, Friedrich Hayek nos lembra que não apenas os atos têm consequências, mas as ideias também as têm. A diferença é que, em regra, aqueles que executam uma ideia ruim são, em alguma medida, responsabilizados pelo que foi realizado, já os proponentes das ideias furadas que foram implementadas raramente são identificados como os fornecedores das sementes de pútridos frutos.

As razões que levam a isso são muitas, mas, mesmo assim, arrisco-me a apontar uma. No caso é o fato de que o escândalo do mal realizado prende a nossa atenção ao que está ocorrendo no momento imediato ou, como nos ensina a sabedoria popular, ficamos cegos de raiva e aí, não vemos mais nada.

Diante de certas barbaridades, por certo e por óbvio, não temos como não ficarmos irados. Porém, isso não significa que devemos permitir que a ira tome conta de nossa alma e passe a ditar o que deve ser sentenciado por nossa consciência.

Não há menor dúvida de que diante de determinados fatos, onde a injustiça e a safadeza abundam, é difícil esfriar os ânimos e matutar com um mínimo de serenidade, porém, como nos ensina Goethe, é justamente nessas horas que urge que tenhamos a dita cuja da paciência.

Por isso, quando tivermos nossas vistas esbugalhadas pelas notícias a respeito de crimes bárbaros que são perpetrados sem o menor pudor, notícias que informam a forma leniente que tais crimes são tratados, não nos enfureçamos; esfriemos a moringa, respiremos fundo, e lembremos que toda ação humana é embasada em uma teórica [elegante] que a justifica, estando seus autores cônscios ou não disso.

Sempre há uma teoria cheinha de jargões acadêmicos dando sustentação para as maiores atrocidades que atormentaram a humanidade.

Como nos ensina Theodore Dalrymple, toda essa bandidolatria tem a sua fundamentação teórica em muitíssimas das ideias gestadas no ventre da besta-fera da criminologia crítica, do garantismo penal, do abolicionismo penal, do culto ao chamado banditismo social e tutti quanti.

Enfim, ideias têm consequências e está mais do que na hora de ligarmos os pontos.

Escrevinhado por Dartagnan da Silva Zanela


Comentário radiofônicos – Iguaçu FM

Conferências radiofônicas – Iguaçu FM

#   #   #

Essa iniciativa tem o apoio cultural de XerinhoBão – difusores, home spray, águas de lençóis & óleos essenciais DoTERRA. Acesse: https://www.mydoterra.com/dilvanacaldas/#/

#   #   #

Muito obrigado por ter lido nossa modesta escrevinhada até o fim e, se você achou o conteúdo da mesma interessante, peço, encarecidamente, que a recomende aos seus amigos e conhecidos, compartilhando-a. Desde já, te agradeço por isso.

https://www.facebook.com/blogdodarta/

http://professorzanela.k6.com.br

https://linktr.ee/dartagnanzanela

 dartagnanzanela@gmail.com


Compartilhe

Veja mais