Cidade

Educação


22 universitários terão 18 meses para cumprir a carga curricular exigida pela Unicentro


 


Foi realizada na segunda-feira (24), a aula inaugural do curso de Licenciatura em Pedagogia - segunda Oferta Especial, destinada aos acadêmicos que cursaram a Faculdade Vizinhança Vale do Iguaçu (Vizivali) no Programa Especial de Capacitação para a Docência. Esses alunos não tinham sido selecionados na etapa anterior para fazer a complementação para a validação do diploma. A turma terá como tutor, o professor Zaquel Ribeiro.

Os 22 universitários terão 18 meses para cumprir a carga curricular exigida pela Universidade do Centro Oeste do Paraná (Unicentro), que foi a instituição de ensino superior que os acolheu para que pudessem alcançar o tão sonhado diploma. A turma é composta por acadêmicos que já têm um curso superior ou que não conseguiram comprovar anteriormente o vínculo trabalhista de atuação junto às séries iniciais do ensino fundamental.



Uab1

"Este curso é a complementação do antigo Curso Normal Superior (CNS) para as séries iniciais do ensino fundamental e ensino médio. Na oferta normal do curso os acadêmicos poderiam se graduar somente para exercer a licenciatura em nível de ensino fundamental, séries iniciais, com a reformulação houve a abrangência para o ensino médio", explicou a coordenadora da UAB Polo Pinhão, Sandra Mendes (foto).

Para frequentar o curso os interessados passaram por um longo processo de seleção. Apresentação de documentos pessoais, declaração de que no período em que estava frequentando o curso da Vizivali também estavam trabalhando na área e as matérias e carga horária já concluídas, conforme instruções contidas no Boletim Informativo nº 03/2014 da Unicentro.

OPORTUNIDADE

Para a acadêmica Sonia Maria de Campos Santos, que atualmente leciona na Escola Municipal Santa Terezinha, é uma oportunidade para que a graduação seja concluída. "Já faz cinco anos. Na época, como não foi reconhecido pelo MEC, foi uma decepção muito grande saber que não poderíamos concluí-los. Quando houve este reconhecimento não pude terminar por não preencher alguns requisitos. Agora que temos um vínculo e estamos trabalhando em sala de aula é o momento de fazer essa complementação. É um sonho de criança ser pedagoga".

ENTENDA O CASO

O Conselho Nacional de Educação (CNE) publicou a resolução nº 1, de 18 de fevereiro de 2002, onde instituía as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Formação de Professores de Educação Básica, em nível superior, curso de licenciatura, de graduação. Na prática, exigia que para atender os diversos itens deste plano era necessário que os professores, para atuarem em sala de aula no ensino fundamental séries iniciais tivessem o curso de Pedagogia ou Magistério Superior.

A Vizivali, em parceira com a empresa Inteligência Educacional e Sistema de Ensino, de Curitiba, ofertou aos interessados o Programa Especial para Capacitação dos Docentes dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental e de Educação Infantil, com a modalidade de ensino à distância, em 2003. Contudo, o reconhecimento da instituição pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC) não ocorreu. Após anos de manifestações e discussões, governo estadual, alunos e demais envolvidos chegaram a uma saída. Dos 35 mil professores que frequentaram o curso, 27 mil fizeram uma complementação de 1.300 horas nas universidades estaduais através da Universidade Aberta do Brasil, UAB e foram licenciados em Pedagogia. Essa nova turma é para abranger os professores que por algum motivo ficaram de fora da primeira oferta de regularização do curso ofertado pela Vizivali.

 

Geral

Politica

Nossa Gente

 
 


A posse dos novos membros do Conselho Municipal de Educação de Pinhão aconteceu ontem pela manhã na Câmara Municipal de Vereadores. O conselho é composto por 15 membros titulares e seus suplentes que representam os vários segmentos da educação. A eleição foi realizada nas dependências da Escola Municipal Profª. Ironi dos Santos Ferreira, no dia 24 de outubro.

Após serem empossados pela secretária municipal de Educação e Cultura Noriam Coelho Basílio, foi feita a eleição para os cargos de presidente e vice-presidente. Os professores Darci Jocoski, Sandra Mara Kuchinski e Jorge Nei Neves colocaram seus nomes à disposição. A votação transcorreu de forma secreta, sendo eleita com 10 votos Sandra Mara para ocupar a presidência e Darci Jocoski para vice com 3 votos.

Sandra mencionou que ao assumir o conselho, espera contar com a ajuda de todos os membros. "Vamos trabalhar em prol da Educação e dar continuidade a algumas ações que já estão sendo realizadas no município. Como já foi mencionado, seremos um parceiro da secretaria de Educação."



 



Conselho01


 


Professor Darci Jocoski secretária municipal de Educação e Cultura Noriam Coelho Basílio  e a professora Sandra Mara Kuchinski 


 

Segundo Noriam apenas 23% dos municípios brasileiros possuem Conselho de Educação. "Temos um grande desafio pela frente, que é a construção do Plano Municipal de Educação e o conselho vem para somar nesta tarefa. O conselho desenvolve várias funções, mas duas considero primordiais, que é ser consultivo quando precisamos de um parecer, de uma consulta em uma lei ou até em uma decisão para apresentá-la para a sociedade. A outra é a mobilizar a sociedade, pois representa muitos setores da Educação".

O vereador Osvaldo Verbaneck falou em nome do poder Legislativo e afirmou que há muitos problemas na Educação e o conselho tem papel fundamental, pois há questões que devem ser reavaliadas.

O secretário de Administração, Orlei Diogo de Deus, representou o prefeito Dirceu de Oliveira e declarou que o momento é de satisfação. "Existe muitas formas de mudar o mundo e uma delas é pela Educação, trago o recado do prefeito de que o poder público está à disposição do conselho".


 



Titular e Vice

Para os cargos de titular e vice de todas as entidades foram eleitos: Jucelino Vitorino Alves e Jocélia Aparecida Boeira da Silva (APMF); Sandra Mara Kuchinski e Cirene Aparecida Lisboa Hoffmann (Escolas municipais da sede) 1ª a 5ª série; Joaquina Aparecida de Quadro e Luciane Oliveira de Paula (Cmeis); Jorge Nei Neves e Marli Caldas (Colégios Estaduais); Vera Lucia Mietz e Iracema Eudócia de Santana (Educação Especial); Isabel Aparecida Streski e Nadir Maria Costa Silva (Ensino de Jovens e Adultos - 1ª e 2ª etapa); Edilce Aparecida de Camargo e Eliane de Lima Mendes (Escolas do Campo); Darci Jocoski e Marli Aparecida Sampietro (Multiseriadas); Darci Severino e Marilene Borges (Escolas Nucleorizadas).



E foram indicados os representantes de outras instituições: Clarice Miri Dalzotto de Campo e Evaldo Luiz de Campos (Conselho Tutelar); Albino Ricardo dos Santos Neto e Lucimere Terleski de Oliveira (Comdicapi); Sélia de Fátima Marques e Mariza Teixeira da Silva (Fundeb); Israel de Oliveira dos Santos de Carlos Alberto Passos Ferreira (Poder Legislativo); Vera Lúcia Gonçalves e Ângela Aparecida Zanardini (Secretaria Municipal de Educação e Cultura).


 

Na manhã de quinta-feira (4), no gabinete do prefeito Dirceu José Oliveiral, houve mais uma reunião entre os diretores do hospital Santa Cruz de Pinhão Guiomar e Eduardo Peredo, presidente do Conselho Municipal de Saúde, Adimarins Fabrício, os vereadores Alain César de Abreu e Osvaldeci de Lima (Cunha) e dos secretários municipais de Administração Orlei Diogo de Deus, de Finanças Jorge Sens e de Saúde Ivonei de Lima.

O secretário de Administração comentou que uma reunião talvez com número reduzido de pessoas seja o ideal para tratar de um assunto de grande relevância e que envolve a saúde da população. A principio a direção do hospital havia feito à proposta de um aumento de 15% no reajuste do contrato em vigor e que finda em 31 de Dezembro de 2014 passando dos atuais R$ 55 mil reais para R$ 63 mil reais mensais. "A prefeitura apresentou uma contraproposta de reposição inflacionária para a entidade, o poder público não tem condições de arcar com este patamar", comentou Orlei.

Também foram elencado as condições de atendimento por parte dos colaboradores do hospital, segundo relatos feitos por Adimarins, Ivonei de Liam e Orlei Diogo, os munícipes reclamam de que os funcionários são grosseiros e ríspidos, principalmente com os acompanhantes daqueles que precisam de socorro em especial no pronto atendimento.

Ao final ficou acordada por parte do Hospital Santa Cruz, se compromete a melhorar as questões que envolvem o atendimento aos usuários. E também de levar a contra proposta para análise dos demais sócios da entidade. A resposta seria entregue ao secretário de Finanças até as 18 horas de quinta-feira dia 4.

A reportagem do Fatos do Iguaçu procurou o secretário de Finanças, Jorge Sens na manhã de hoje (6) para saber se houve contato por parte da entidade. "Ainda não recebemos uma resposta, estamos no aguardo para finalizar esta questão", comunicou Confira a reportagem completa na edição que circula dia 13.


 
 

A secretaria de Esportes, em parceria com a secretaria de Educação e Cultura, realizará entre os dias 06 a 10 de outubro os Jogos da Criança, com abertura na segunda-feira (6), às 13h30min no Complexo Esportivo Rubens Spengler (Ginasião).

Serão duas categorias: A para os nascidos em 2004 e 2005 e B para os nascidos sem 2006, 2007 e 2008, tanto para meninas como para meninos. E as modalidades disputadas serão Atletismo, Lance Livre, Estafeta, Futsal, Queimada, Saque Livre e Xadrez.

Os locais de provas acontecerão no Ginasião, Ginasinho, porém, o Xadrez será disputado na secretaria de Esportes. Os vencedores dos três primeiros lugares receberão medalhas e o campeão geral das categorias A e B levarão troféu.

"As modalidades Lance Livre, Estafeta e Queimada são modalidades de iniciação para o basquete, atletismo, handebol e vôlei. O congresso técnico aconteceu dia 01 de outubro na secretaria de esporte e a abertura acontece dia 06 de outubro as 14 h no Ginasião." explicou Jhow.

Segundo a secretária de Educação, Noriam Coelho Basílio, as escolas da rede municipal e mais as duas particulares se farão presentes. "O objetivo é educar, participar, integrar os alunos e que possam fazer uma boa convivência social. È um momento muito mais pedagógico do que de competição".

Dentro desta parceria o trabalho da secretaria de Esportes será a organização de equipes dos jogos e a parte técnica. A secretaria de Educação realizará o transporte dos alunos e o lanche.


 


Foi realizado ontem (5) nas dependências do Complexo Esportivo Rubens Spengler (Ginasião) a cerimônia coletiva de casamento no civil de 202 casais, muitos há tempos já constituíram família, porém oficializar a união até então não fora possível.

Durante o evento o casal Elizabete Aparecida dos Santos e Valdecir Magalhães Pinheiro, moradores na comunidade de Santa Maria e que vivem juntos há 13 anos representaram os demais casais perante a juíza de Paz os quais respondiam e refaziam os gestos deste casal, como o tão esperado Sim, a troca de alianças e o beijo selando a união.



 



170


Brasilio Pedro e Iraci


 

Entre estes estavam os agricultores da comunidade de Guarapuavinha, Brasílio Pedro e Iraci, que há 53 anos estão unidos e formaram uma grande família são oito filhos, 20 netos e 10 bisnetos. "Ela demorou um pouco para se decidir se iria se casar ou não", brincou o noivo.

A secretária de Assistência Social, Lucimere Terleski de Oliveira, estava muito satisfeita com o resultado de um trabalho que começou em julho. "Alguns pastores nos procuraram para saber se era possível contar com o auxílio da secretaria, pois muitos congregados não poderiam participar de certas celebrações em suas religiões por não estarem com a união oficializada perante a justiça civil. Entramos em contato com os órgãos competentes e hoje estamos aqui para esta cerimônia que é a primeira em Pinhão deste gênero".

Os vereadores Denílson de Oliveira (PT) e Francisco Carlos Caldas (PMDB) se fizeram presentes além de familiares e convidados, a. Banda Sinfônica Municipal abrilhantou a cerimônia.

Confira reportagem, completa na edição impressa que circula no sábado dia 13.



 


 

O departamento de Documentação Escolar da secretaria de Educação e Cultura de Pinhão já elaborou o calendário de matrículas e rematrículas para 2015, as datas ficaram assim distribuídas:

De 20 a 31 de Outubro: rematrículas para todas as séries, matrículas para alunos que irão frequentar a educação infantil (pré-escola) e 1º ano do ensino fundamental e para os Centros de Educação Infantil (Cmeis).

De 24 a 28 de Novembro: entrega das Cartas Matrículas aos alunos de 5º ano do ensino fundamental. "Em 2013 as cartas chegaram a tempo, não houve transtornos. Os pais neste período devem buscá-las nas escolas, que informarão a escola que o aluno frequentará em 2015", explicou Maria Celoi Padilha coordenadora do departamento de matrículas da secretaria de Educação.

De 01 a 05 de Dezembro: efetivação das matrículas dos alunos do 6º ano nas escolas estaduais, mediante a apresentação da Carta de Matrícula.

Dia 15 de Dezembro: início do cadastramento para espera de vaga escolar. "Caso os pais desejem que seu filho frequente outra escola e não a que está indicada no documento, faz este cadastro e aguarda uma possível vaga", contou Celoí.

Janeiro e Fevereiro de 2015: Continuidade das matrículas novas para os alunos provenientes da rede privada, de outros municípios ou estados e de alunos que desejam reiniciar seus estudos. Inicia também o período de transferências escolares. "O aluno que vier de outras localidades não ficará sem escola, porém, deverá frequentar a que tiver vaga disponível. Mesmo que o aluno encontre vaga em uma instituição longe de sua residência, ele pode utilizar o transporte escolar gratuito que o município oferece para se deslocar até a escola" frisou a coordenadora.




 

Novos serviços do Departamento de Trânsito do Paraná pela internet já estão disponíveis para a população paranaense a partir desta terça-feira (25), com o lançamento da nova fase do sistema Detran Fácil, que desde 2011 oferece serviços online de habilitação e veículos.

Agora, estão disponíveis serviços online que antes só podiam ser feitos de forma presencial por exigirem comprovação de identidade. Entre estes procedimentos estão alteração de endereço, recursos de multas estaduais, recurso de suspensão e cassação de Carteira Nacional de Habilitação e agendamento de curso de reciclagem.

"O Detran Fácil integra diversos serviços com maior demanda por parte dos usuários e novas funções serão incorporadas ao longo do tempo. A ideia é justamente facilitar a vida do cidadão e evitar o deslocamento até uma sede física. Temos a expectativa que, nesta nova fase, o número de serviços feitos pela internet dobre na comparação com 2013", explica o diretor-geral do Detran, Marcos Traad.

A nova plataforma permitirá ainda que o usuário mantenha seu cadastro sempre atualizado e que o Detran entre em contato via email e mensagem SMS, avisando sobre vencimento da habilitação, andamento de processos e resultados de provas e exames. Outra novidade é que o usuário poderá se conectar via redes sociais, como Facebook, Twitter e Google+.

SEGURANÇA - Para ter acesso às novas funções, o Detran Fácil precisará da comprovação de identidade do proprietário do veículo, que deve ser feita mediante autorização presencial - uma única vez, em uma unidade física do Detran Paraná. O usuário preenche, imprime e assina uma autorização que permite o acesso ao banco de dados e o uso da aplicação, comprovando sua identidade.

Toda segurança será realizada por tecnologia já utilizada por sistemas bancários em suas aplicações via internet, garantindo a confiabilidade do processo de identificação.

"Quando os bancos criaram os sistemas online os clientes passaram pelo mesmo processo. É uma garantia, uma segurança ao usuário e à instituição", destaca o coordenador de tecnologia do Detran, Rafael Benvenucci.


PLATAFORMAS - O Sistema do Detran envolve o site, terminais de autoatendimento e TV Digital. Além das novas funções, o Detran Fácil tem outros seis serviços disponíveis: segunda via da Carteira Nacional de Habilitação, segunda via do documento do veículo (CRLV), Permissão Internacional para Dirigir, Renovação Automática da CNH, extrato de débitos do automóvel, pontuação da CNH e consulta de envio do licenciamento anual.

Em junho de 2014, o sistema atingiu a marca de um milhão de serviços realizados. Desde o lançamento, em maio de 2011, 1.347.737 pessoas deixaram de ir aos dos balcões de atendimento do Detran, diminuindo a burocracia nos processos e reduzindo em até duas horas o tempo de espera em algumas unidades da autarquia.

O uso da internet para solucionar problemas e realizar processos do Departamento cresceu consideravelmente. Em 36 meses, o aumento foi de mais de 800%, de acordo com a Coordenadoria de Tecnologia de Informação do Detran.

A média mensal de acessos subiu de forma gradativa. No primeiro ano eram cerca de 6 mil serviços solicitados por mês. Em 2012, o número dobrou e chegou a 13 mil. Em 2013, triplicou e somou 39 mil. Em 2014, já são mais de 60 mil acessos mensais.

"As pessoas não querem perder tempo, confiam nos serviços online e já estão acostumadas a fazer compras, transações bancárias e até marcar consultas médicas pela internet. O poder público tem que acompanhar, é uma realidade irreversível", reforça o diretor de Tecnologia do Detran, Hugo Collodel.



SERVIÇOS - Em alguns casos, os serviços online já respondem por mais da metade do total de processos, superando a modalidade presencial. Na Emissão da Carteira de Habilitação definitiva, por exemplo, o Detran Fácil atendeu 57% do 698.259 documentos emitidos desde 2011.

Dos motoristas que solicitaram a Permissão Internacional para Dirigir (PID) no período, mais de 71% usaram a internet. Na segunda via da habilitação, 49,5% dos processos foram digitais e não exigiram deslocamento dos condutores.



COMO ACESSAR O DETRAN FÁCIL:



1º PASSO: Fazer o cadastro na unidade do Detran mais próxima, munido de documento de identidade com foto.



2º PASSO: Aguardar a mensagem SMS confirmando o cadastro, em até 72 horas.



3º PASSO: Acessar o site
www.detran.pr.gov.br.



Com Assessoria de Imprensa


 
 


A equipe conta com 16 graduados preparados para competição.O judô é o único esporte pinhãoense que conseguiu chegar a um nível de paranaense, brasileiro e olimpíadas



 Atletas medalhistas, que se destacam no cenário nacional, integram a Seleção de Judô de Pinhão. A equipe conta com 16 graduados, preparados para competição.Torneios, Paranaense, Jogos da Juventude, colegiais e seletiva para o paranaense são alguns dos objetivos desses pinhãoense. Mas alguns se destacam e vão além: brasileiro e sul-brasileiro.



De acordo com José de Assis, o sensei Zezinho, fazia 2 anos e 8 meses que Pinhão não participava de torneios na região. Em agosto, uma equipe de 37 atletas seguiu até Prudentópolis. O resultado foi 18 medalhas de ouro e sete de prata. No tatame, enfrentaram competidores de Ponta Grossa, Guarapuava e Curitiba. "A menor cidade que estava lá era o Pinhão. A participação de nossos atletas foi excelente".

Esse e outros resultados deve-se à carga horária de treinos. Os atletas têm uma preparação de três horas diárias: "se trabalhar bastante, o resultado é bom; se quer ficar forte, o treino é forte", assegura o sensei.

Essa equipe das 18 horas segue para campeonatos oficiais porque são todos credenciados, possuem a carteirinha da Federação Brasileira de Judô. E no próximo mês, em outubro, a equipe pinhãoense segue para competir em São Paulo. "Vou levar oito atletas para a cidade de Registro".

Também em outubro, seguem para o Juventude e na Copa Paraná. De acordo com o professor Zezinho, só a elite paranaense estará lá, além dos convidados de Santa Cantarina e de São Paulo. "Eu sempre digo, se tem um grande evento, tem que ter pinhãoense participando. Eles merecem todos os parabéns. A dedicação é grande. Treinam três horas e meia, sem nutricionista para orientar e sem condições financeiras. E chegam na competição e garantem seu lugar. A minha faixa verde, Jaqueline Cruz, ganhou de uma faixa preta".

TITULOS

O judô é o único esporte pinhãoense que conseguiu chegar a um nível de paranaense, brasileiro e olimpíadas. A exemplo do faixa marrom Ireno Santos, que já garantiu lugar em duas olimpíadas. Quem também se destacou foi a judoca Jaqueline Soares, que seguiu para uma olimpíada e para o brasileiro.

Perseverança e vontade de vencer faz parte da vida desses apaixonados pelo judô, como Loriel Ribeiro, que é uma das inspirações para os colegas de tatame. Para poder treinar, vinha da localidade do Ribeiro a cavalo até uma altura, outro trecho fazia de bicicleta e, ainda pegava uma carona para chegar até o local de treinamento. "Uma história maravilhosa que acabou com um pinhãoense seguindo de avião para o Rio de Janeiro", frisa.

IRENO SANTOS

Outra história de superação é de Ireno Mathias de Lima dos Santos (foto), 18 anos. Filho de pai alcoólatra que abandonou a família. Ele ingressou no esporte aos 10 anos e, com o passar dos anos, garantiu seu passaporte ao lado dos melhores do Brasil. "Guerreiro e conhecidíssimo lá fora. Chamam ele de Pinhão. Todo mundo quer abraça-lo", garante seu sensei.

O faixa marrom conta que entrou no judô porque na época tinha problemas com disciplina e uma colega da sua mãe indicou o esporte. "Eu era meio revoltado, e como sempre gostei de artes marciais, eu e meu irmão entramos", lembra.

O atleta explica que desde o início treinava forte e com 12 anos passou a integrar a equipe dos adultos, o que contou a seu favor, porque queria se igualar a eles. Como foi sempre muito competitivo, já no primeiro campeonato oficial a nível paranaense que participou trouxe medalha. "Lembro que tinha 24 pessoas na chave".

A partir de então, conquistas e mais conquistas. Em 2010 seguiu para o Brasileiro em Goiás, no mesmo ano para Fortaleza, para as Olimpíadas Escolares. Participou de três sul-brasileiros em Balneário Camboriú, um deles foi campeão e nos outros assegurou o bronze. Sempre contou com o inventivo dos colegas e do seu técnico, e com 14 anos, era campeão sul-brasileiro. "Primeira vez que viajei de avião, nunca imaginava que poderia ter uma experiência como aquela. O esporte abriu muitas portas e oportunidades. Não conhecia a praia. Fiz muitos amigos integrando a equipe paranaense, convivendo com pessoas de todos os cantos. Só o judô pode me trazer tudo isso, além da saúde e da disciplina. É um compromisso que traz bônus. Uma experiência de vida", observa o jovem de 18 anos.

Hoje, o atleta concilia seu trabalho de vendedor e os treinos. Estava cursando a faculdade de Inglês até abril deste ano, mas como seu sonho é fazer Educação Física e não estava conseguindo treinar, desistiu. "Antes treinava quatro horas todo dia, até no sábado. Hoje consigo apenas três vezes por semana, no sábado cuido da parte física". Os planos são conseguir uma bolsa atleta para poder se dedicar ao esporte. "Para estar entre os melhores a dedicação é total. Dormir bem, alimentação correta, treinos fortes. Uma vida muito regrada. Um estilo de vida para poder chegar e ganhar", explica.

O próximo campeonato que irá participar será em outubro, nos Jogos da Juventude. Será sua aposentadoria no juvenil. Logo, quer passar para a faixa preta para encarar de igual para igual seus adversários na categoria junior, de 18 a 21 anos. "Muita gente forte e experiente, a maioria faixa preta. Para me igualar tenho que viver 100% do judô".



 



Jaqueline


 



 



Jaqueline Cruz coleciona 19 medalhas. Ela conquistou uma bolsa do Talento Olímpico do Paraná


JAQUELINE CRUZ

Outra atleta pinhãoense que se destaca é Jaqueline Beatriz da Cruz, de 15 anos. A faixa verde, que já deixou faixa preta na lona, mora no Bairro São José e estuda no Colégio Morski, sua mãe é dona de casa e seu pai auxiliar de produção.

Ingressou no judô com 9 anos, mas no início a bronquite não a deixava seguir rigidamente com os treinos. "Ficava internada. Mas com o esporte fui melhorando, fortaleceu meu pulmão, e nunca mais parei", conta a atleta.

No seu primeiro campeonato oficial, em 2012, garantiu medalha. Ouro no Paranaense e nos Jogos Escolares, seletivas, Olimpíadas em Minas Gerais, entre outros. "Representei o Paraná em Rondônia. Foi a primeira vez que entrei em um avião. No Paranaense, em abril deste ano, fui a vice-campeã. Há um mês, nos Jogos Escolares, fui prata. O que me atrapalhou foi a mudança de categoria, estar sem técnico e estar doente uma semana antes. Foram quatro lutas e me machuquei na segunda. Trinquei o dedo e rasguei o músculo do tendão do pé, mas, mesmo assim, lutei machucada e ganhei a semi-final, perdi na final para Curitiba", lembra.

Jaqueline mostra que a vida de um atleta profissional é de superação. A faixa verde pinhãoense já derrotou duas faixas pretas. Uma delas conseguiu encaixar uma chave de braço. "Em todos os campeonatos sempre encaro faixa roxa, marrom e preta".

Hoje, a nossa atleta coleciona 19 medalhas. Ela e Edwarda Dias, do voleibol, são as únicas pinhãoenses que conquistaram uma bolsa do programa Talento Olímpico do Paraná. "São para atletas com potencial para as Olimpíadas de 2016. Recebo 150 reais por mês durante um ano. Caso consiga mais títulos o valor pode aumentar", completa.

 


 




 
 

Boletim Informativo

Para receber notícias e novidades digite seu e-mail.

 
 

Nome:

 
 

Email:

 

PUBLICIDADE

 
 


PUBLICIDADE



 
 

 

 
 
   
  Inicial
  Edições
  TV Fatos
  Política
  Fatos em Fotos
  Assine o Jornal
  Esporte
  Cidade
  Coluna Social
  Segurança
  Educação
  Agronegócio
  Geral
  Artigos
  Fatos Políticos
  Nossa Gente
  Nosso Interior
  Almanaque
  Enquête
  Histórico dos municípios:
  Pinhão
  Reserva do Iguaçu
  Assine o Jornal
  Anuncie
  Quem Somos
  Siga Fatos no Twitter
  Entre em Contato
 
 Google+
   
   
    © Copyright 2010 Jornal Fatos. Política de Privacidade
   
    Criação de Sites Guarapuava