Cidade


Para poder suprir todas as necessidades dos moradores, Lar do Idoso enfrenta dificuldades financeiras



 Quem vai até a Associação São Francisco de Assis de Pinhão (ASFAPIN) para visitar os seus 42 idosos, verifica o clima familiar entre os moradores e seus cuidadores. E não podia ser diferente, porque os que lá estão nunca recebem a visita de seus parentes consanguíneos. 


Alguns foram abandonados e outros não possuem família. A nutricionista Francine da Rocha Costa, afirma que o maior problema enfrentado pelos moradores é a falta de atenção dos parentes. "Dá para contar nos dedos quem recebe uma visita, e a maioria dos internados têm família. De vez enquanto chega alguém da comunidade para conhecer o local, para conversar com eles", lamenta. 

Amadeu

 


A exemplo de José Osni e Cidinha, que moravam junto com Zoraldo de Deus Rocha, mas como eles, também estava idoso. "Como os dois dependiam de cuidados especiais, acabaram vindo para cá. Eles têm família, mas ninguém vem visitá-los".


Na hora da entrevista, meio confuso, José Osni, de 66 anos,disse que seu nome era Adeverci Lopes. Contou do seu entretimento: "ando pra lá e pra cá, olhando a turma".


Sentado ao seu lado estava Amadeus Nunes das Chagas de 78 anos (foto). Lembrou que foi mordido três vezes por cobra, na época que trabalhava na lavoura. Ele foi um dos primeiros a chegar na casa de caridade. "Converso com um e com outro. Convido para tirar uma ‘paia' comigo. Parte da sua família mora em Santa Catarina, mas tem uma filha que mora aqui em Pinhão, recentemente ganhei um neto. Ficou de trazer para eu conhecer, mas ainda não apareceu".


Outro pinhãoense, nascido no Arroio Bonito, é o Sebastião Franca de Oliveira, de 65 anos. Como os pais são mortos e tem apenas uma irmã que mora na localidade Dois Irmãos, morava sozinho. Chegou em 2012 depois de um derrame. Assim que saiu do hospital foi mandado para o Lar do Idoso. "Sai do Pinhão com 12 anos e fui pro trecho trabalhar. Estive em São Paulo, Rondônia, Mato Grosso, Rio Grande do Sul, vários lugares até me aposentar", recorda. Sebastião afirma que é bem cuidado: "cortam a barba, o cabelo, as unhas, dão banho, remédio; durmo bem, como à vontade; não tomo chimarrão, mas gosto do horário do cigarrinho e de tomar sol".


Lauri Alves Ferreira, 70 anos, também tem muitas histórias para contar. "Trabalhei na madeireira Zatarlândia por 38 anos. Também fui domador de cavalos". O devoto de Santo Antônio mora na Associação São Francisco de Assis há 26 anos. Teve uma época que entrou em depressão e acabou caindo, o que resultou em uma quebradura no fêmur. 


As irmãs Doris e Natalia moram juntas no Lar do Idoso. Como também os irmãos Pricianos (Luiz e João). Outro morador é Manuel Paiano. Ele não possui nenhuma documentação, na verdade, não é certeza que esse seja o seu nome. Não consegue se comunicar e é um dos moradores mais antigos.  Quem também já está há algum tempo na casa é o Otacílio, o Eloi, o Sebastião Catego, Silvano, João Airton, João Boca e Cristina, que é surda e muda, mas sempre dá um jeito para se comunicar. Silvanira, Ana Heloisa, Anadir, Tiana, Amélia, Adão, Agemil, Angelina, Valdemir e Helena entraram recentemente.


Sebastiao 


 


Sebastião Oliveira e José Osni 


A MAIS IDOSA


A senhora mais idosa é Nathália Basílio. Com seus 84 anos, ela prefere se comunicar por aceno. Indica quando quer ligar a televisão, por exemplo. Prefere passar a maior parte do dia na sua cama. A nutricionista lembra que a única vez que a ouviu falando, foi um dia que que algumas mulheres promoveram no Lar um dia de beleza. "Ela falou: ‘crente não pinta a unha'. A gente tenta puxar conversa, mas ela não fala".


SEM TER PARA ONDE IR


Na Associação São Francisco de Assistem algumas pessoas que ainda não completaram 60 anos. Devido a problemas mentais ou alguma deficiência, estão ali porque não possuem nenhum parente ou a família não quer se responsabilizar. Como é o caso de Ezilda Velozo. "Os pais morreram e outros parentes não quiseram. Com um grau de deficiência mental, a cadeirante, mesmo não tendo idade, veio para cá. Devido à rejeição ela é muito carente. Para todos que chegam ela pede para que a levem junto para casa".


Um caso parecido é o de Antônio Covalski, de 66 anos. Com problemas mentais está na casa há 27 anos. Chegou com a mãe já idosa. Anos depois ela faleceu e ele, sem ter para onde ir, continuou no local.


Manuel 


 


Manuel Paiano empurrando a cadeira de rodas de Aninha 


DEPENDENTES


A maioria dos idosos é dependente. São cadeirantes ou acamados. "Felizmente, no momento, não possuímos nenhum acamado". 


Nas dependências, um quarto feminino bem espaçoso e quatro masculinos. A lareira, no hall de entrada, é um dos lugares preferidos dos moradores. Em dia de frio o local é disputado. "No inverno eles sofrem devido ao banho e por não possuirmos um sistema de aquecimento, o que ajuda bastante é a lareira", frisa Francine da Rocha Costa.


"SOMOS A FAMÍLIA DELES"


O café da manhã é servido até as 9 horas. O almoço das 11 até meio dia. O lanche às 15 horas e o jantar às 18 horas. "Frutas e leite à vontade". Duas equipes, com duas cozinheiras por dia, se revezam na cozinha. Ana Rosa Alves, trabalha há 2 anos e 5 meses. "Adoro trabalhar aqui. Tudo que fazemos eles elogiam". Quem também capricha no tempero e no carinho na hora de preparar as refeições é Noeli Meira, que está há um ano. "Gostam de atenção e carinho. São carentes porque recebem pouca visita. Nós, que convivemos com eles, é que somos a sua família".


SEJA UM DOADOR


Devido a dificuldades financeiras, a Associação São Francisco de Assis de Pinhão pede ajuda da comunidade para poder cuidar dignamente dos seus idosos, com idade entre 60 a 84 anos. Hoje, a despesa mensal fixa é de R$ 28.560,00. Só com funcionários R$ 16.400,00, sem contar com o valor quando o idoso fica internado e é preciso pagar a diária da cuidadora. 


De acordo com a coordenadora, Belém Syroca, o Lar do Idoso conta com um valor de R$ 1.650,36 que vem do Governo Federal, com as vendas do bazar, doações dos sócios e voluntários e prestação pecuniária do Fórum. Nos últimos cinco meses o valor da contribuição vinda dos sócios diminuiu muito. 


Para poder cobrir suas despesas mensais, a ASFAPIN quer mobilizar a população pinhãoense (empresários, comerciantes, profissionais liberais, donas de casa, outros) para que se tornem sócios. O valor fica a critério de cada um. As doações anônimas podem ser realizadas via depósito bancário: Banco do Brasil, agência 2450-3, conta corrente 22057-4. 


A ASFAPIN está situada na Rua Expedicionário Amarílio de Lima, 152, no Bairro Azaléia, próximo ao Corujão. Telefones para contato: 3677 2422 ou 9818 8916.



 



 


Educação

Geral

Politica

Nossa Gente

Os atletas pinhãoense representaram muito bem sua cidade entre os dias 22 e 24 de agosto, na segunda etapa do XVI Campeonato Brasileiro de Orientação, em Hidrolândia, no Estado de Goiás.

Tiago Evaristo na categoria H21B (homens adulto nível difícil) e Kamilla Komar na D21B (damas adulto nível difícil), superaram seus adversários e garantiram lugar no pódio. Eles conseguiram fazer a melhor rota em menos tempo.

O policial militar Tiago Evaristo começou a praticar a Corrida de Orientação quando ainda estava no Exército. Ele continua a participar de provas e também a difundir o esporte, mas encontra barreiras. "O esporte nasceu no Exército como estratégia militar, com o passar dos anos os civis também começaram a competir. A pouca divulgação é uma das dificuldades e como é um esporte amador, o patrocínio é mínimo. Para participar dessa etapa tivemos o apoio da Secretaria de Esportes".

ESPORTE

No esporte o atleta percorre um trajeto com alguns obstáculos, tendo como ferramenta o mapa topográfico do percurso, onde constam informações do terreno como árvores, riachos, cercas, entre outros. Para cada categoria a prova é diferente, apesar de ser no mesmo terreno. Quanto mais o atleta sobe na categoria, mais difícil é a prova, aumentando o número de obstáculos e o grau de dificuldade.

A fisioterapeuta Kamilla Komar conheceu o esporte através de Tiago e passou a acompanhá-lo nas provas. Assim que entrou na pista, lembrou que quando criança costumava percorrer a propriedade rural dos avós. Logo se identificou e passou a se dedicar cada vez mais.

A atleta conta que as dificuldades na realização da prova são conhecer a vegetação do local e os terrenos íngremes. Mas, destaca que é a união do útil ao agradável. "Praticamos esporte, que é uma atividade saudável, e temos a oportunidade de conhecer lugares novos, culturas diferentes. Nessa etapa conhecemos pessoas de Mato Grosso, Salvador, Ceará, entre outros. Na nossa região a vegetação é diferente, na etapa de Goiás o mato é muito alto, calor muito forte. O clima interfere bastante para a realização da prova".

CAMPEONATOS

Este ano, no Brasil estão sendo realizados campeonatos distintos. Um deles é em nível de Paraná e outro englobando todos os estados. Esse Campeonato Brasileiro consiste em três etapas, a primeira realizada em Olímpia, em São Paulo, a segunda e a terceira marcadas para o final de setembro em São Francisco de Paula, no Rio Grande do Sul. "Já participamos de duas das três etapas. Cada uma tem duas provas, totalizando seis. Para o resultado final é feita a somatória dos pontos das cinco melhores provas, a menos favorável é descartada", explica Tiago Evaristo.

PARANÁ

No estado esta sendo realizado o Campeonato Paranaense de Orientação, que terminará em novembro em Ponta Grossa e a segunda etapa, que aconteceu em 13 de abril foi realizada em Pinhão. Tiago lembrou que o município já sediou um campeonato mundial na localidade de Faxinal do Céu, mas só para militares.

Outro evento que Tiago e Kamilla estão se preparando é para o Campeonato Sul-americano que acontecerá em Torres/ RS, em dezembro deste ano.

ESCOLINHA

Em conversa com o secretário de Esportes, Adaor Caldas, o atleta acredita que para divulgar o esporte e aumentar o número de praticantes, é possível realizar um campeonato em nível de município. "É um esporte que toda a família pode praticar, a idade mínima é de 10 anos. Em certas ocasiões o pai cumpre seu trajeto e, em seguida, volta para auxiliar os filhos. Com uma escolinha ou um projeto, temos certeza que muitos talentos serão revelados. Em outros estados há o Campeonato Estudantil de Orientações e é possível que nossas futuras estrelas participem", frisa Tiago Evaristo.

SATISFAÇÃO

O secretário municipal de Esportes sente-se satisfeito pelos atletas poderem levar o nome do Município para outros estados. "Procuramos fazer o que está ao nosso alcance para incentivar aqueles que praticam esportes. O projeto deles será uma oportunidade de revelar novos talentos, a modalidade esportiva ainda não é muito conhecida, mas, com estas conquistas poderemos fazer com que muitos jovens se espelhem em Tiago e em Kamilla", comentou Adaor Caldas.

Pinhão tem todos os pré-requisitos para que o esporte seja praticado em qualquer nível e já foi palco de algumas etapas. "O Município oferece topografia adequada para essa prática desportiva. Vamos buscar meios para que o projeto se desenvolva", afirma o secretário.


Foto: Tiago Evaristo e Kamilla Komar e o secretário de esportes Adaor Caldas


 

A prevenção de doenças transmissíveis com foco nas hepatites virais e na Aids, serão abordadas em uma palestra nesta terça-feira dia 26, no Sindicato Rural de Pinhão, às 13 horas.

O público alvo são os profissionais da saúde, agentes comunitários, cabeleireiros e manicures. A estimativa é reunir 120 pessoas. "Só agentes são 75, mais os técnicos e enfermeiros. Pelo levantamento de números de salões fechou em 46 pessoas que receberam o ofício", conta Ana Lurdes Charnoski, enfermeira do Setor de Epidemiologia de Pinhão, que em parceria com o Setor de Imunização e a Vigilância Sanitária estão promovendo o evento.

Na programação, serão abordadas as hepatites virais. Sinais, sintomas, diagnóstico e o teste rápido. "A doença pode ser transmitida por alicates de unha", explica a enfermeira.

A Vigilância Sanitária vai falar sobre as normas legais, biossegurança e esterilização dos materiais.

Todas as dúvidas sobre a imunoprevenção serão tiradas. Os presentes saberão quais são as doenças preveníveis. Que a vacina de Hepatite B é a única que previne doenças sexualmente transmissíveis (DSTs). Que não existe vacina contra Hepatite C e nem contra o HIV."Aids/HIV também está na pauta".

DST E HIV

No Pinhão as DSTs são preocupantes. Segundo a enfermeira, muita gente vai trabalhar fora e traz a doença. A exemplo de Itajaí/SC, que é a capital da Aids. "Deve-se tomar cuidado quando vai trabalhar fora do município, porque pode voltar com uma DST. O maior problema não é tanto o HIV, mas as doenças como condiloma, herpes", avisa.

Antes a população de risco eram as prostitutas e os homossexuais, hoje qualquer pessoa pode ter HIV e não saber. De acordo com Ana Lurdes, pegando dados a nível de Brasil, a maior população contaminada são mulheres com relacionamento estável. O marido acaba se infectando fora do relacionamento.

Outra preocupação é com a terceira idade, porque eles não têm o costume de usar preservativo. "Não sabem usar e não gostam", observa.

Iverson de Oliveira Victor, enfermeiro da Vigilância Sanitária de Pinhão, lembra que a transmissão do HIV não é apenas no ato sexual, pode ocorrer de outras formas, como em material contaminado, a exemplo da agulha. "Nós que trabalhamos na área da Saúde corremos grande risco. Pedimos para os funcionários usarem os equipamentos de proteção individual (EPIs), como luva e máscara. Com uma gota de sangue que respingue no olho pode se contaminar".

SALÕES DE BELEZA

Como medida de prevenção, o foco também são os salões de beleza da cidade. A enfermeira afirma que a lixa de unha pode causar micose e o alicate transmite, principalmente, a Hepatite. "Em uma gota se sangue o vírus da Hepatite sobrevive seis meses naquele local se não for feita a limpeza adequadamente. O do HIV morre em 72 horas"

A forma como é esterilizado o material é preocupante. Segundo a enfermeira da Vigilância Sanitária, a maioria dos locais trabalha com a estufa, que apenas multiplica as bactérias e vírus. Para poder esterilizar o material deve ser levado a um aparelho chamado autoclave, que eleva a temperatura a mais de 380 graus. "Só assim mata aquela bactéria ou vírus que está no alicate ou na tesoura".

A partir de 2015 o salão que não tiver o autoclave não poderá pegar a licença sanitária. Todos serão orientados durante a palestra para poderem se adequar conforme a necessidade de cada um. "A estufa já está abolida. As formas de armazenamento são seguidas conforme a Portaria 15, de 2012. A partir da renovação da licença do ano que vem, que vence 31 de março, terão que estar dentro das normas. O estabelecimento poderá ser até fechado", garante Iverson de Oliveira Victor.


Foto: Iverson de Oliveira Victor e Ana Lurdes Charnoski


 

Será realizada no próximo domingo (14) mais um edição da Procofest, evento festivo e cultural realizado pela direção, corpo estudantil e pais do Colégio Estadual Procópio Ferreira Caldas. Uma das festas mais aguardadas no calendário escolar de Pinhão.

Segundo o diretor, professor Murilo Jocoski de Siqueira está tudo pronto para recepcionar os visitantes. "Começaremos com um passeio ciclístico saindo do colégio até o trevo e sua volta no mesmo percurso. As bicicletas que estiveram mais incrementadas serão premiadas. Em seguida haverá diversas atividades culturais apresentadas pelos nossos alunos e de outras escolas. Todas com cunho pedagógico e de aproximar mais a instituição da comunidade".


Procópio Ferreira Caldas

A festa começou com o objetivo de integrar a comunidade escolar com os professores e de divulgar o trabalho que acontece dentro da escola para fora de seus muros. No primeiro ano esta tinha com intuito homenagear o centenário de morte do patrono, o senhor Procópio Ferreira Caldas, foi mais de caráter histórico e com um resgate cultural bastante aprofundado. Nos anos seguintes passou a ser mais cultural e pedagógico com apresentação dos alunos.

Como todo evento este foi se aprimorando com o passar dos anos foram surgindo novas idéias, com a inserção de alunos, a demanda também aumentou. Com a integração da sociedade pinhãoense houve a necessidade de ser criar algo dentro da festa, surgindo assim uma modalidade esportiva bastante disputada a Corrida dos 13 pontos, surgida há três anos.



Treze pontos

A corrida é um dos pontos alto de evento, Murilo ressaltou que sempre há a colaboração espontânea de pessoas da nossa sociedade, professores de outras escolas, políticos, empresários entre outros que formam 13 duplas, onde cada uma percorre a distância de 80 metros, sagrando-se um vencedor. A premiação em dinheiro, cerca de 40% das apostas que custam R$ 1 real, fica para aqueles que marcarem o maior número de vencedores.

"Este ano estão inscrito 15 duplas para competir, criou-se uma rivalidade saudável entre os competidores, alguns buscam a revanche, outros tentam permanecer invictos", comentou o diretor.



Rainha

Dentro da programação também será coroada a rainha da festa. As candidatas são alunas da escola que buscam arrecadar o maior número de votos, os quais são vendidos pelo valor de R$ 0,50 centavos. Conforme contou Murilo, são 50 candidatas que disputarão o posto até minutos antes da revelação da vencedora, já que durante o evento elas estarão vendendo votos.

Finalizando a programação será feito o sorteio da rifa que tem como primeiro premio uma cozinha, segundo premio, uma churrasqueira elétrica e para o terceiro lugar um celular.

A festa é realizada na rua em frente ao colégio, haverá uma praça de alimentação com uma novidade o espetinho de carne moída, salgados em geral e doces. "Como nos demais anos não venderemos bebida alcoólica"



004 


 


Neste mês, a Loja Charme completa seu primeiro ano. Animada devido aos bons resultados, a proprietária, Vilma dos Santos, contou que sempre teve o desejo de possuir seu próprio negócio no ramo de confecções. "Trabalhei alguns anos como costureira. E a vontade era tanta que muitas vezes desenhava os modelos para as clientes. Sempre quis trabalhar com roupas, era um grande sonho".

PREPARAÇÃO

Para que seu sonho se tornasse realidade, Vilma se preparou. Cursou a faculdade de Administração de Empresas e, antes de abrir as portas de sua loja, realizou um estudo de mercado. Ela observou, o que poderia oferecer como diferencial para atrair os clientes e encontrou na moda evangélica e na moda plus os carros-chefes de sua empresa. "Muitas senhoras evangélicas procuravam roupas mais atuais, respeitando sua religião, e não encontravam. Também ouvi comentários de conhecidas que estavam acima do peso e tinham dificuldade em encontrar roupas com manequim acima do tamanho G".

A empresária acredita que o planejamento é a chave de seu sucesso. Antes de iniciar a empresa pesquisou muito, visitou feiras, exposições. "Uma das grandes falhas do comércio local está no atendimento e no planejamento. Presenciei ocasiões em que ao chegarem a uma loja, clientes pediam um produto que estava em falta e o atendente não ofereceu algo que substituía ou dava outras opções. O preço elevado de muitos artigos também assusta os clientes".



 



Charme 01


 



FACEBOOK

Uma das ferramentas usadas para alavancar as vendas é a rede social. Quando recebe novas mercadorias, a empreendedora posta fotos em seu facebook e assim tem obtido resultados surpreendentes. "É uma grande ferramenta de trabalho, tudo que postamos é vendido".

Vilma avisa que depois do dia 10 de setembro começa a chegar a coleção primavera verão. "Roupas floridas ou com estampa de bichos serão a grande tendência para essa estação. Alguns artigos tem um mix de flores e animais. Vamos postar na rede social e expor nossas novidades na vitrine, que também é uma grande ferramenta de vendas".

As roupas masculinas têm um espaço especial em sua loja. Segundo ela, começou a oferecer para esse público há dois meses. "Temos clientes de todas as faixas de idade e profissões, muitos procuram confecções na linha casual, mas se desejarem algo especial, aqui encontram".

PLANOS

A empresária planeja, em curto prazo, oferecer um cantinho especial em sua loja. Ela quer um espaço como se fosse uma sala de visitas para que os clientes além das compras possam sentar e bater um bom papo. "Ano que vem vamos construir a sede própria, tudo com muito carinho para que nossos clientes se sintam bem atendidos", completa.



Charme03 



Charme04 



Charme05 



 


 
 

As modalidades de corrida rústica, tênis de mesa e xadrez convencional também já encerraram os confrontos disputados nos Jogos Abertos da Cantuquiriguaçu (Jarcan's), na manhã deste domingo (14.09), em Quedas do Iguaçu.


Os donos da casa foram destaques nas provas de corrida rústica com um ouro conquistado, dois no tênis de mesa e um no xadrez feminino. Já os enxadristas do naipe masculino de Pinhão retornam para casa com o título da primeira coloção no geral.



Atletismo 4 



Confirma os resultados

Corrida rústica

Masculino

1º Sidnei Veivencia - Quedas do Iguaçu

2º Luis Rodrigues - Laranjeiras do Sul

3º Antonio Amaral - Cantagalo



Geral

1º Quedas do Iguaçu

2º Laranjeiras do Sul

3º Cantagalo



Feminino

1º Sandra Carvalho - Laranjeiras do Sul

2º Lais Regina Godinho - Laranjeiras do Sul

3º Ana Paula da Silva - Porto Barreiro



Geral

1º Laranjeiras do Sul

2º Porto Barreiro

3º Pinhão



 



Tênis de Mesa

Masculino

1º Quedas do Iguaçu

2º Laranjeiras do Sul

3º Nova Laranjeiras



Feminino

1º Quedas do Iguaçu

2º Rio Bonito do Iguaçu

3º Diamante do Sul



Xadrez 



Xadrez convencional

Masculino

1º Pinhão

2º Quedas do Iguaçu

3º Nova Laranjeiras



Geral

1º Pinhão

2º Laranjeiras do Sul

3º Quedas do Iguaçu



Feminino

1º Quedas do Iguaçu

2º Pinhão

3º Rio Bonito do Iguaçu



Geral

1º Quedas do Iguaçu

2º Pinhão

3º Rio Bonito do Iguaçu



Realização

A 23ª edição do Jarcan's é uma realização da Associação dos Dirigentes Esportivos da Cantuquiriguaçu e Prefeitura de Quedas do Iguaçu, e conta com a participação de aproximadamente 1.700 atletas que representam 18 municípios da região centro-oeste do Paraná.



Crédito texto/foto: Rafael da Luz



A cobertura do Jarcan's 2014 teve o apoio de:


Pub2 


 


 
 

A secretaria de Educação e Cultura comunica que o desfile em comemoração a 7 de setembro, que deveria ter sido realizado no domingo (7) e foi transferido devido ao mau tempo, será na próxima quinta-feira (11) e não no domingo (14) como foi anunciado.

"Realizamos uma consulta com as escolas e em reunião com o prefeito Dirceu de Oliveira e com o secretário de Administração Orlei Diogo de Deus e foi optado por esta data, o horário, a concentração e a organização permanecem como já foi planejado. As escolas estão prontas e ornamentadas para desfilar", ressaltou a secretária Noriam Coelho Basílio.

Em Pinhão algumas festividades em escolas da sede e nas comunidades do interior também foram marcadas para o próximo domingo e assim muitos alunos não poderiam participar do evento. O município também estará participando do Jarcans e algumas modalidades têm sua disputa final neste mesmo dia.

Na sexta-feira (12) os professores participarão de mais uma etapa de capacitação em parceria com a Unicentro, uma data que não pode ser transferida.


PERCURSO

O desfile será dividido em 39 blocos. A Banda Municipal é a primeira a entrar na Rua 7 de Setembro, rumo à Praça Darci Brolini. Os participantes iniciam a apresentação na esquina com a Rua XV de Novembro. Logo atrás da banda estarão os Bombeiros, os Andarilhos e o Balé. Os alunos da Escola Santa Maria serão os primeiros a desfilar. A partir do sexto bloco, as crianças das creches Tia Clarinha, Orlando Diogo, Tia Felicidade, Jocemar Nestor e Cantinho do Céu.

O Colégio Decisão estará no 11º bloco. Logo atrás, estudantes da Nossa Senhora da Glória, Zattar, Cecilia Mireles, Frei Francisco, Nossa Senhora do Rocio, São Roque, Santa Terezinha, Água Verde, MaristellaTussi, Eroni S.Ferreira, Norberto Serápio, Nova Divinéia e Cipriano Santos.

A APAE também integra o desfile. A Escola Julio Moreira entra no 26º bloco, vindo em seguida, Procópio Ferreira Caldas, Cornélio Ribeiro, Bento Munhoz da Rocha Netto e Izaltino Rodrigues Bastos. A Escola Santo Antonio, a Casa Familiar e Paraná Alfabetizado desfilam em parceria. Sebastiana, Mário Morski, Ceebja e Foco de Luz também marcarão presença. Os trilheiros do Barro no Zóio serão os últimos a passar.

FANFARRA

As fanfarras estão se preparando desde o início do ano letivo, quando foi implantado o projeto Fanfarra na Escola. Esse ano o desfile contará com quatro fanfarras novas. Um total de 10.

Cem crianças de 10 escolas integram o projeto. Oito municipais (Divinéia, Maristela Tussi, Cipriano, Água Verde, Nossa Senhora da Glória, João José Zattar, Santa Terezinha, Cecília Meireles) e duas estaduais (Procópio e Santo Antônio).


 
 


Ontem (31) nas dependências da Câmara Municipal, o prefeito Dirceu de Oliveira (foto), reuniu todo o seu secretariado, chefes de setores, assessores e demais funcionários para anunciar o Plano Municipal de Recuperação.

O documento contém uma série de medidas que deverão, no prazo de 180 dias, equilibrar as finanças do município, as quais foram abaladas por vários fatores entre eles: a redução do valor repassado as prefeituras, através do Fundo Municipal dos Municípios, a crise financeira que assola o Brasil de uma forma em geral. E os prejuízos causados pelas fortes chuvas nos últimos meses.

O prefeito lembrou que em casos como estes o Tribunal de Contas sugere a demissão de comissionados e cortes de despesas, porém Dirceu de Oliveira optou pela redução em alguns setores.



 



PMR


Parte do público presente no anuncio 

O decreto que regulamenta o Plano Municipal de Recuperação (P.M. R) está em vigor, a partir de hoje 1º de Agosto, determinando as seguintes providências: redução de 25% (vinte e cinco por cento) das despesas das secretarias, redução de Despesas com Pessoal na seguinte proporção: 20 % dos subsídios do Prefeito Municipal e Vice Prefeito; 15 % dos Secretários Municipais e do Procurador Municipal; 12 % nos cargos de Chefe de Gabinete e Diretores de Departamentos; 10 % dos Chefes de Divisões; 8 % dos Coordenadores Educacionais e de Creche e 6 % dos assessores de Gabinete.

Neste período não serão concedidos aumento, reajustes ou adequação de remuneração. Está proibido a criação de cargos, empregos ou função, pagamento de férias em abono pecuniário, equiparação salarial e pagamentos de licença prêmio em pecúnia.

Reportagem completa na edição impressa do Fatos do Iguaçu que circula na próxima sexta-feira dia 08.

Fotos e Reportagem: Gisele de Pádua/Fatos do Iguaçu

.



 


 


Laranjeiras do Sul ficou em segundo e Pinhão na terceira colocação



 Depois de cinco dias de disputas, a cidade de Quedas do Iguaçu, sede da 23ª edição dos Jogos Abertos da Cantuquiriguaçu (Jarcan's), levantou a taça de campeão geral da competição. As equipes da cidade somaram 153 pontos na classificação, 38 a mais que o segundo colocado que foi a cidade de Laranjeiras do Sul que totalizou 115 pontos. Pinhão leva para a casa a terceira posição no geral com 108 pontos.


A entrega da premiação ao campeão geral ocorreu após o término das disputas do vôlei de praia disputados no complexo Tarumã. Alguns órgãos de imprensa e representantes das cidades premiadas participaram do cerimonial.


Campeao 


 Secretário de Esportes de Quedas do Iguaçu, Gilson José Maria e o coordenador geral do evento, Carlos Augusto Silva Ribeiro



Na oportunidade, o secretário de Esportes de Quedas do Iguaçu, Gilson José Maria, fez uma avaliação da competição mencionando que tiveram algumas dificuldades, e fez um balanço bom da competição. "No geral a gente fica contente com a realização dos jogos", frisa. Esta foi a quarta vez que Quedas do Iguaçu sediou o Jarcan's.



O chefe do escritório regional do Esporte de Guarapuava e coordenador geral do evento esportivo, Carlos Augusto Silva Ribeiro, também fez uma avaliação positiva da competição, agradecendo a participação das equipes e dos dirigentes que não mediram esforços para participarem do evento. Ele também fez um agradecimento especial a imprensa pela cobertura realizada durante os cinco dias de Jarcan's. "É gostoso de ver o trabalho feito pela imprensa. Parabéns a todos", disse.



Confira a classificação geral dos Jarcan's

1º Quedas do Iguaçu - 153 pontos

2º Laranjeiras do Sul - 115 pontos

3º Pinhão - 108 pontos

4º Guaraniaçu - 95 pontos

5º Rio Bonito do Iguaçu - 71 pontos

6º Candói - 59 pontos

7º Cantagalo - 37 pontos

8º Nova Laranjeiras - 30 pontos



Realização

A 23ª edição do Jarcan's é uma realização da Associação dos Dirigentes Esportivos da Cantuquiriguaçu e Prefeitura de Quedas do Iguaçu, e conta com a participação de aproximadamente 1.700 atletas que representam 18 municípios da região centro-oeste do Paraná.



 Crédito texto/foto: Rafael da Luz



A cobertura do Jarcan's 2014 tem o apoio de :


Pub01


 



 
 

Boletim Informativo

Para receber notícias e novidades digite seu e-mail.

 
 

Nome:

 
 

Email:

 

PUBLICIDADE

 
 


PUBLICIDADE



 
 

 

 
 
   
  Inicial
  Edições
  TV Fatos
  Política
  Fatos em Fotos
  Assine o Jornal
  Esporte
  Cidade
  Coluna Social
  Segurança
  Educação
  Agronegócio
  Geral
  Artigos
  Fatos Políticos
  Nossa Gente
  Nosso Interior
  Almanaque
  Enquête
  Histórico dos municípios:
  Pinhão
  Reserva do Iguaçu
  Assine o Jornal
  Anuncie
  Quem Somos
  Siga Fatos no Twitter
  Entre em Contato
 
 Google+
   
   
    © Copyright 2010 Jornal Fatos. Política de Privacidade
   
    Criação de Sites Guarapuava