Foto: Naor Coelho/Fatos do Iguaçu

Suzana Andria é exonerada da Secretaria do Meio Ambiente

Suzana foi secretária do Meio Ambiente de Reserva do Iguaçu

Nara Coelho

Por Nara Coelho

A técnica em agropecuária e gestora ambiental, Suzana Andria, foi secretária municipal do Meio Ambiente do município de Reserva do Iguaçu até o dia 30 de setembro, quando foi exonerada do cargo.

SUZANA: “UM DESAFIO QUE AVALIO QUE VENCI”

Em 2019, em entrevista ao Fatos do Iguaçu, a ex-secretária declarou que, assumir a secretaria de Meio Ambiente ciente das condições precárias que a secretaria estava era um desafio, ao sair diz “Considero que venci o desafio, consegui estruturar a secretaria e desenvolver vários trabalhos”.

AMPLIAÇÃO DOS RECURSOS DA SECRETARIA

Quando iniciou seu trabalho na secretaria municipal de Meio Ambiente de Reserva do Iguaçu, ela tinha duas funções, coletar o lixo e cortar a grama. O recurso era de 600 mil reais. “Mostramos fazendo que o trabalho é muito maior e estamos deixando-a com um orçamento de 2 milhões e 200 mil”.

AÇÕES REALIZADAS NOS 3 ANOS E 9 MESES

O processo de organização da Unidade de Conservação Ecológica foi uma aprendizagem, foi o que lhe possibilitou dar inicio ao trabalho de preservação e cuidado da fauna e flora da região e o que alavancou o orçamento da secretaria, pois com ela passou a vir o ICM-Ecológico.

No primeiro ano o município recebeu 900 mil reais de ICM-Ecológico, hoje, como a Estação pontuou em todos os itens da tábua de avaliação do IAP, Instituto do Paraná, em 2021 receberá 2 milhões e duzentos mil. “Para chegar nisso foi necessário muito trabalho, dedicação e esforço de todos que atuam na secretaria e em outras”.

Segundo Suzana, um dos itens que ajudou na avaliação foram as parcerias com as universidades para as pesquisas e a Estação ter hoje a Casa do Pesquisador, foi entregue a comunidade no final de agosto.

Ela destacou que além da Estação, junto com sua equipe deixa a reforma da Capela Mortuária praticamente finalizada, que o cemitério foi reorganizado, arrumado.

Com um convênio com a Copel de paisagismo, conseguiram arborizar as ruas principais da cidade.

Suzana fala com muito carinho do trabalho que realizou na reorganização do Aterro Sanitário que, segundo ela, é só tocar, que está inclusive com a autorização de funcionamento até 2023.

Em relação à coleta do lixo seletivo foi organizada a Associação dos Catadores, que muito em breve estará de barracão novo, com cozinha e banheiros. Para terminar o barracão há em conta R$ 254 mil. “Aqui o recurso é próprio, a proposta sempre foi fazer o melhor pelo municipio, defender o meio ambiente é cuidar da nossa gente e esse sempre foi a minha preocupação, oferecer melhor qualidade de vida as pessoas”.

Ela contou que conseguiu implantar a logística reversa de pneus, aparelhos eletrônicos e lâmpadas, há poucos dias destinou uma carga de 500 lâmpadas ao destino certo.

 EDUCAÇÃO AMBIENTAL E TURISMO

Apaixonada pela questão ambiental, Suzana contou que para haver um desenvolvimento sustentável, é fundamental investir na educação e que a bela natureza do município também pode ser aproveitada para gerar turismo e renda.

Pensando nessas duas questões, enquanto secretária buscou desenvolver atividades para alavancar o turismo rural, entre elas, destacou a Caminhada do Bambu, que esse ano as ações previstas não puderam acontecer devido à pandemia.

Na educação ela destacou a criação da mascote da campanha para a coleta do lixo seletiva. Apresentação do Cine Solar. Deixou encaminhado junto com a secretaria municipal de Educação, Cultura e Esporte o projeto para ser enviado ao legislativo incluindo na grade curricular da rede educacional municipal a disciplina de Educação Ambiental. “Trabalhar com a equipe da secretaria de educação sempre foi tranquilo, bom e produtivo, só posso agradecer. O projeto da disciplina é só encaminhar”.  

Além da educação enquanto esteve à frente da secretaria de Meio Ambiente, Suzana organizou Projeto Desenvolvimento Sustentável pelo Extrativismo de Erva-mate Sombreada consorciada com a Araucária em áreas de faxinais em parceria com a Emater. Realizou a proteção de algumas nascentes.

PROJETO DE SANEAMENTO

Na Estação Ecológica só pode ter plantas nativas, quando o município adquiriu a propriedade, havia nela plantação de pinus, esses foram retirados e vendidos em leilão.

Segundo Suzana, com a verba do último leilão a proposta é investir em saneamento, levar água para consumo às comunidades que ainda não tem, ou tem de forma precária. Todo o material necessário já ficou  cotado. As comunidades que receberão esse atendimento são da comunidade Caviera, Paineira e Quilombolas. Um pouco da verba ficou para ser investida em equipamentos para o trabalho da secretaria.

FEIRA DO PRODUTOR RURAL

Com verba própria, conseguida também com a venda dos pinus, conseguimos fazer um espaço que oferece qualidade de trabalho aos feirantes e comodidades aos consumidores, não foi fácil, mas o trabalho, a dedicação e a persistência que as mulheres que tocam a feira tem nos dá a certeza que todo o esforço que realizamos para concretizar esse sonho valeu a pena”.

“Nem tudo foi possivel terminar”

Como na sua programação ela fecharia algumas coisas no final do ano, Suzana lamenta deixar algumas coisas para serem finalizadas, “Nem tudo foi possivel finalizar, mas deixo a secretaria na parte organizacional redondinha, é só tocar, todos os sistemas, planos de manejos e projetos que deveriam ser enviados a esferas superiores e institutos está em dia”.

OBRIGADA À EQUIPE

 Ao falar da equipe da secretaria, ela falou agradecendo, “A secretaria funciona com defasagem de pessoas, a parte operacional ainda está longe de ser o que é preciso. Minha equipe sempre foi muito reduzida, mas só posso dizer obrigada a todos, pois foram sempre muito dedicados e prontos para tudo”.

VALEU A PENA

Se valeu a pena? a ex-secretária respondeu,

“Não realizei tudo que planejei, mas fizemos outras ações que nem tinhamos sonhado em fazer, uma equipe pequena, todos muito parceiros, nunca deixamos a peteca cair. O que me propus consegui realizar, faltou finalizar algumas, já que o caminho foi interrupto antes do que esperávamos, mas faz parte do processo.

Valeu muito, aprendi muito, evolui como pessoa e profissionalmente. Aprendi a vivenciar, a lidar com o povo sendo a liderança de uma equipe. Valeu muito a pena, as dificuldades foram muitas, mas nos ajudam a crescer.

MENSAGEM DA EX-SECRETÁRIA SUZANA

Suzana Andria
Foto: Naor Coelho/Fatos do Iguaçu

Queridos companheiros/colegas de uma jornada… Se olharmos a vida por determinado ângulo, perceberemos que ela é feita de ciclos. O meu ciclo trabalhando com vocês terminou, mas não usarei a palavra “infelizmente” para definir esse final, pois novas oportunidades nos abraçarão agora! Sou grata por todas as vivências aqui, por todo o aprendizado que me foi proporcionado e pelos ombros amigos que conquistei. Além de ter me tornado uma profissional melhor, evoluí como pessoa. Obrigada, portanto, vocês fazem parte da minha história!

Foi um período de muito e gratificante trabalho, de bons resultados que acabaram favorecendo Reserva do Iguaçu como um todo.

Muito agradecida, desejo a todos PAZ e tudo o que nela couber!

Faça seu comentário