Odair Dalagasperina, diretor executivo de Produtos e Negócios do Sicredi. | Foto: Divulgação

Instituição financeira cooperativa encerrou 2021 com índice de favorabilidade de 74,79%, um crescimento de dois pontos percentuais na comparação com o resultado de 2020

Informe Publicitário: Com foco em manter um relacionamento próximo e consultivo com seus mais de 5,5 milhões de associados, o Sicredi tem sido cada vez mais bem avaliado no indicador NPS (Net Promoter Score), que traz avaliações sobre diversas esferas de atendimento. A pesquisa de satisfação sobre o NPS Relacional, com base na opinião dos próprios associados, mostra que a instituição financeira cooperativa encerrou 2021 com índice de aprovação de 74,79%, um crescimento de dois pontos percentuais na comparação com o resultado de 2020. Esse é o melhor resultado desde o início de utilização da metodologia pela instituição em 2011.

O índice é resultado de mais de 173 mil entrevistas – volume 20% maior do que no ano anterior –, realizadas com associados dos segmentos pessoa física, jurídica e agro. Entre os destaques, o fator “atendimento” surge como principal motivador para a recomendação da marca, com notas 9 e 10, enquanto o segundo lugar destaca a satisfação com o acesso aos canais físicos, digitais e serviços de atendimento.

Ainda com base na pesquisa, o segmento que apresentou maior satisfação foi o de associados pessoa física, com NPS de 76,85%, embora todos os demais tenham registrado avaliação positiva. Agronegócio, por exemplo, aumentou mais de 3 pontos percentuais em comparação com 2020, alcançando o resultado 71,67%. Já o NPS Transacional, que mede a experiência do associado em pontos específicos de relacionamento, como a abertura de conta corrente, fechou 2021 em zona de excelência, com índice de 85,73%.

“O crescimento em nosso NPS é reflexo de como empregamos o nosso propósito de gerar prosperidade às comunidades por meio da nossa atuação. Em cada uma das nossas mais de duas mil agências há um interesse genuíno em colaborar com o crescimento dos associados, potencializado por uma atuação próxima, feita por profissionais que conhecem a realidade das pessoas daquela comunidade e têm verdadeiramente o objetivo de colaborar com o seu desenvolvimento”, contextualiza Odair Dalagasperina, diretor executivo de Produtos e Negócios do Sicredi.

 


Compartilhe

Veja mais