Prefeito apresenta plano de trabalho para retomada das atividades em Guarapuava

Fachada Prefeitura Municipal de Guarapuava | Foto: Divulgação/Ascom/PMG

Redação do Fatos do Iguaçu com Assessoria

Nesta quinta-feira (26), o prefeito de Guarapuava, Cesar Silvestri Filho, apresentou um plano de trabalho para guiar a retomada das atividades em Guarapuava, suspensas devido as normativas e protocolos de prevenção ao Covid-19. “Sempre seguimos as recomendações das autoridades sanitárias brasileiras e internacionais, que colocam o isolamento social como uma das únicas formas de reduzir a velocidade de propagação do vírus. Desde o começo adotamos uma postura progressista, pensando no bem estar da população e com muito bom senso nas nossas ações”, afirmou o prefeito. Por isso, o município, desde o dia 17 de março, adotou medidas para redução da proliferação da pandemia.

“Diminuir a circulação de pessoas foi possível porque a população confiou em nós e cumpriu as determinações. Mas, aos poucos, a vida tem que voltar a sua normalidade. Assim, estamos fixando a data de 06 de abril como recomeço de algumas atividades no município”, completou o prefeito.

A iniciativa do plano de trabalho é resultado de uma ação conjunta entre as cidades de Guarapuava, Ponta Grossa e Cascavel, considerando suas condições econômicas e estruturais. Conforme a decisão, 6 de abril será o marco inicial de recomeço de algumas atividades, que devem seguir um movimento progressivo. A partir desse dia, com base em critérios técnicos e acompanhamento evolutivo do cenário local, incluindo a capacidade dos hospitais e o número de casos nos municípios, faremos a retomada das atividades econômicas de forma gradativa, iniciando com a reabertura do comércio.

“Até 06 de abril, empresários terão tempo para se preparar e garantir equipamentos de proteção individual aos funcionários, preparar seus ambientes para receber a população de maneira organizada e sem aglomerações. Ao longo do período de isolamento, que neste momento continua em Guarapuava, conversaremos com representantes do comércio para acertar  detalhes desse recomeço, definindo as melhores estratégias para isso”, explicou.

MONITORAMENTO DO CENÁRIO EPIDEMIOLÓGICO

Com o estabelecimento da data de 6 de abril para retomada gradativa das atividades em Guarapuava, a cidade contabilizará 16 dias de quarentena. “Esse foi um prazo necessário para evitarmos a propagação do Covid-19 aqui. Ouviremos ao longo desses próximos dias, profissionais da saúde que conhecem a realidade de Guarapuava, nosso clima, as doenças típicas do começo de inverno, a própria densidade demográfica e principalmente a nossa capacidade hospitalar para adotar todas novas medidas. Volto a enfatizar, de maneira progressista, mas preservando as vidas, que são o que realmente importam”, esclareceu Cesar Filho.

FEIRAS DO PRODUTOR

O funcionamento das Feiras do Produtor Rural, conforme decisão firmada hoje, será retomado já a partir da próxima segunda -feira (30), com controle de entrada nos locais limitado a três clientes por expositor. Isso garantirá sustento aos nossos agricultores, comida de qualidade aos guarapuavanos e evitará aglomerações.

ESCOLAS

As escolas municipais seguem fechadas até determinação do Governo do Estado do Paraná para sua reabertura, pois as mesmas dependem do transporte escolar e do calendário estadual para prosseguimento.

DEMAIS ATIVIDADES           

Até o dia 6 de abril, a Prefeitura de Guarapuava irá divulgar todas as atividades e os prazos para reabertura das mesmas, a fim de que a população se prepare com segurança para sair às ruas tranquilamente.

 
 

Deixe uma resposta

error: Alerta: O conteúdo está protegido !!
WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: