O perigo do autoengano

Como é desafiador fazer um diagnóstico correto, imparcial de seu próprio coração. Tanto os elogios que recebemos, bem como as críticas, podem nos levar a um autoengano. É tenso esse negócio, pois nem sempre os elogios nos definem de fato e nem sempre as críticas nos definem, e é claro, corremos o risco de não aceitarmos os elogios verdadeiros e sinceros, da mesma forma quanto as críticas construtivas.

O problema dos elogios é você se considerar superior, orgulhoso, “metido”, ou ainda achar que está fazendo o melhor trabalho, o melhor governo, sendo o melhor cônjuge, o melhor filho, quando “na real”, precisa melhorar e muito, reconhecer os erros, mudar posturas e outros mais.

Quer saber o quanto você mente para si mesmo? Se alguém que te conhece de verdade, te faz um alerta, chamando a sua atenção para alguma conduta inapropriada sua, e você já aciona seu advogado interior, se defendendo, encontrando motivos, culpados, desculpas e não reconhecendo que precisa refletir, mudar alguma coisa, “parabéns”, você está cometendo o autoengano.

O outro lado também é verdadeiro, a dificuldade de lidar com os elogios e incentivos sinceros. Devido a uma baixa estima muitos deixam de crescer, de reconhecer seu potencial, de mudar seu contexto de miséria, de ter perspectiva de um futuro melhor. E como há tantos potenciais ao nosso redor, precisando de alguém que os empurre para frente, de alguém que lhes abra os olhos.

O autoengano prejudica nosso desenvolvimento e amadurecimento, traz confusão para nossa vida. O autoengano prejudica a família, o casamento, o trabalho enfim, tudo. É triste ver pessoas indo a passos largos para o caos, para o abismo, por causa das drogas, alcoolismo, prostituição, corrupção e outros mais, e não reconhecem seus erros, ficam irados, magoados, se alguém lhes traz a razão.

Para vencer o autoengano precisamos antes de tudo, ouvir o que os mais próximos, neste caso, a família, o cônjuge, os filhos, os pais, os amigos verdadeiros dizem a nosso respeito. Isso significa “dar a cara a tapa”, ou seja, pedir conselhos, perguntar se você está no caminho certo. Outro fator importante é ter um mentor, alguém experiente, alguém que você sabe que não vai esconder nada, vai ser sincero contigo. Converse com essa pessoa sempre, e fique atento aos seus conselhos.

Outro e creio que o mais importante – seja transparente diante de Deus, não esconda seus medos, suas intenções, suas angústias, suas certezas. Pois se tem alguém que te conhece por dentro e sabe como você é – esse alguém É DEUS. Ele não simplesmente tem o diagnóstico correto de seu coração como tem a solução, a cura para o autoengano.

E é claro lute contra o autoengano, pois todos nós somos tentados a enganarmos a nós mesmos. Precisamos sempre visitar nossas emoções, nossa conduta, nossos valores para assim andarmos pelo melhor caminho e vivermos de fato o melhor dessa vida.

Encerro deixando o texto de um livro que ilumina o nosso presente bem como o nosso futuro “Lâmpada para os meus pés é a tua Palavra e Luz para o meu caminho” (Salmo 119.105 – Bíblia Sagrada).

Rev Sandro – Pastor da Igreja Presbiteriana de Pinhão

Fone: 999813992/ email: sandropistos@gmail.com

Deixe uma resposta

WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: