Construtora paralisa obras de PCH em Coronel Domingos Soares

Por Guilherme Zimermann

A Quebec Engenharia, responsável pela construção da Pequena Central Hidrelétrica (PCH) Foz do Estrela, e a Brookfield, proprietária do empreendimento no interior de Coronel Domingos Soares, paralisaram as obras neste sábado (30). A decisão segue recomendação do Ministério Público do Trabalho (MPT), diante do crescimento no número de casos de coronavírus entre trabalhadores da obra.

A recomendação, assinada pela procuradora do Trabalho, Luísa Carvalho Rodrigues, considera diversos aspectos da legislação trabalhista e orientações de órgãos de saúde, diante da pandemia do novo coronavírus. Salienta que, “diante do quadro, é necessário esforço conjunto da sociedade para conter a disseminação da doença”.

Segundo o último boletim epidemiológico, divulgado pelo Departamento de Saúde de Coronel Domingos Soares nesta sexta-feira (29), são 34 casos confirmados no município. Com isso, aponta o MPT, leva-se em consideração que a transmissão comunitária não possibilita identificar a fonte de exposição ao vírus, aumentando o risco para trabalhadores que tenham contato com pessoas portadoras do vírus.

Lembra o MPT, que o município domingossoarense passou a ter confirmações de casos “em virtude da infecção por trabalhadores que estão no canteiro de obras da PCH Foz do Estrela” e que em razão desses casos, a prefeitura decretou o fechamento do comércio não essencial na última semana.

Diante disso, o Ministério Público do Trabalho recomendou às empresas a paralisação das atividades no canteiro de obras por, no mínimo, sete dias a partir deste sábado (30). Nesse período de suspensão de trabalhos, os empreendedores deverão realizar a higienização completa de departamentos, refeitório e alojamentos.

Outra recomendação, que já está sendo adotada pela empresa, é a triagem e avaliação clínica de cada funcionário, de acordo com os protocolos estabelecidos por órgãos de saúde.

Ao retomar os trabalhos, a orientação do MPT é que cada trabalhador receba equipamentos de proteção individual e materiais de higienização. Além disso, deverá ser implantada rotina de triagem periódica e testagem dos empregados.

Fonte: Portal RJB

Faça seu comentário

%d blogueiros gostam disto: