______________________________________

Os adubos são caminho seguro para aumentar a produção das culturas e, assim, colocar mais alimento à mesa. Contudo, enfrentam certo
preconceito, normalmente fruto de suspeitas equivocadas sobre eles, em particular quanto aos efeitos para o meio ambiente.

Podemos afirmar que o fertilizante não possui moléculas tóxicas em sua composição. É uma substância mineral ou orgânica fornecedora de um ou mais nutrientes às plantas. Por sua vez, os nutrientes são essenciais para a vida de qualquer vegetal. Aliás, distintos nutrientes contidos em adubos são essenciais a nós.
Assim, nutrindo as plantas, nutrimos as pessoas. Vale lembrar que a maioria dos solos brasileiros é caracterizada por alta acidez e baixos teores de nutrientes. O fertilizante, juntamente com calcário e gesso agrícola, ajuda a resolver essa carência nutricional. É indispensável para o produtor rural equilibrar nutricionalmente o solo, criando ambiente favorável para que as plantas possam se desenvolver saudáveis.

MAIS FARTURA E SAÚDE

Tirar mais alimento de uma mesma área é o que a adubação tem feito por décadas. Entre 1975 e 2017, a produção de grãos, que era de 38 milhões de toneladas, cresceu mais de seis vezes, atingindo 236 milhões, enquanto a área plantada apenas dobrou.

A adubação de solos contribuiu para o ganho de produtividade na agricultura brasileira. O consumo de fertilizantes passou de dois milhões de toneladas, em 1975, para 15 milhões de toneladas, em 2016. Se o Brasil estivesse produzindo, atualmente, safras semelhantes às de 1975, haveria necessidade de abrir, ou desmatar, área aproximada de 150 milhões de hectares.

Então, além de responsável pela maior produtividade das culturas, tem papel preponderante para a preservação da fauna e da fl ora dos diversos biomas. Todas essas informações, segundo o engenheiro agrônomo e coordenador da iniciativa Nutrientes para a Vida (NPV), Valter Casarin, são baseadas em dados científicos, inquestionáveis.

“A NPV tem como missão melhorar a percepção da população urbana em relação às funções e os benefícios dos fertilizantes. Possui visão, missão e valores análogos aos da coirmã americana, a Nutrients For Life”, relata ele. “Aliás, sua principal missão é destacar e informar a população a respeito da relevância dos fertilizantes para o aumento da qualidade e segurança da produção alimentar”.


Compartilhe

Veja mais