Violência doméstica

A PM foi acionada por uma senhora que  informou ter sido agredida por seu companheiro com socos na face. Conseguiu gritar por socorro e o agressor fugiu  em um veículo Gol.

Uma equipe policial  foi até o local e em contato com a solicitante, esta relatou que vem sendo agredida a aproximadamente um ano  e que só agora teve coragem de denunciar. Informou que o companheiro  possui um revólver de calibre .38 e que tem  várias passagens pela polícia do estado de Santa Catarina e  já cumpriu pena por vários artigos e que por isso teme por sua vida.

A  equipe efetuou patrulhamentos para tentar localizar  o agressor, porém sem êxito. Foi orientada a obter medida protetiva junto à Delegacia de Polícia Civil.


Em outra ocorrência de violência doméstica, uma senhora informou que seu ex-companheiro  esteve em sua residência tentando arrombar a porta de sua casa e agrediu-a  fisicamente em sua face. Com a chegada da equipe no local o agressor fugiu para um matagal. Efetuados patrulhamentos para tentar localizá-lo, porém sem êxito. Foi informada a solicitante quanto aos procedimentos.

 Com informações do 4ºPPMPho

LEIA TAMBÉM:

Legislação contra violência doméstica fica mais dura para agressores

Pede arroz emprestado e furta o celular

Quem vê cara não vê coração, quarto, vida em família…

 

 

 

 

 


Compartilhe

Veja mais