500 crônicas publicadas e muitas polêmicas

Articulista do Fatos do Iguaçu há 21 anos

Por  Nara Coelho         | Foto: Nara Coelho/Fatos do Iguaçu

Advogado,político e professor são as ocupações do articulista mais fiel do Fatos do Iguaçu, Francisco Carlos Caldas, que hoje está com 55 anos e é um vovô pra lá de apaixonado pela sua netinha,  que desde de 1997 escreve crônicas no Jornal.

Paixão,essa é a palavra que melhor define o advogado Francisco Carlos Caldas, que temum currículo de atuação política muito respeitável e nunca foi meio termo, seja nos posicionamentos políticos ou defendendo suas idéias nos artigos que há 20 anos publica no Fatos do Iguaçu.

Sempre foi um defensor da cidadania e do bom exemplo, das ações virem antes dos discursos. Para alguns, um sonhador, para outros, um obstinado, para outros ainda, um teimoso, mas para todos, um profissional competente, um cidadão atuante, um político convicto e de idéias firmes e respeitável.

Uma das suas paixões é o ser professor, mas como nas circunstancias da vida, às vezes as paixões tem que ser contidas, lecionar acabou ficando meio de lado e o caminho que ele encontrou para trocar idéias e ensinar foi o de escrever artigos.

Nosso articulista descobriu o gosto cedo. Aos 29 anos, e começou sendo articulista do  extinto jornal A Voz do Pinhão, e de lá para cá não parou mais. 

Quanto ao porquê de escrever artigos, a resposta é, “Necessidade de ser ouvido, de trocar idéias, de repassar algumas crenças e valores, na verdade, é coisa de professor, porque na minha essência sinto que sou um professor, quero dividir o que descubro, o que acho bom e o que me angustia”.

Para ele, escrever é coisa séria e o ajudou a ir se transformando, melhorando.

“Falar é mais simples, mas quando a gente vai escrever, a gente pensa mais,reflete muito, escrever gera cuidados. Para escrever não se pode ser medíocre,por isso é fascinante, é preciso cautela, ter dados precisos, muitas vezes épreciso pesquisar, estudar e isso tudo vai nos modificando”.

A inspiração vem de onde? “Vem das circunstancias e acontecimentos diários, às vezes por fatos que nos indignam, outras vezes por ações que nos encantam, às vezes penso em não escrever mais, mas, ai acontece que me deixa pensando em um tema e quando vejo, estou escrevendo”.

Esse articulista, que já escreveu sobre mais de duzentos temas, que costuma causar polêmica, discussões e reflexões com seus artigos, publicou na edição nº 871 de 09 de novembro  o seu 500º artigo, fato que não poderia passar em branco, pois, para nós, do Fatos do Iguaçu, é  um marco que merece ser registrado e dito obrigado por ele acreditar neste meio de comunicação e confiar a nós as suas reflexões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

treze + nove =

WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: