ACIAP, Policia Militar e Polícia Civil discutem sobre segurança

Foi realizado na manhã de hoje, dia 27 de junho, na sede da entidade uma reunião com os diretores, associados da Associação Comercial e Empresarial de Pinhão (ACIAP), sargento Nilson Maurício Ramos do 4º Pelotão da Policia Militar, delegado Rodrigo Cruz dos Santos, da Polícia Civil e Cabo Orivaldo Domingues do Corpo de Bombeiros. Na pauta a segurança do município, principalmente o aumento de furtos que teve um crescimento alto no mês de maio e junho.

Indagados sobre suas necessidades, o sargento Nilson resumiu que a falta de mais policiais é um dos fatores que implicam em uma demora no atendimento das solicitações, apesar de que algumas não seria necessárias à presença da PM, pois com um bom diálogo tudo se resolveria. “Realizamos o patrulhamento por todo o município, mas por diversas vezes aconteceu de estarmos iniciando um atendimento e recebermos a solicitação para mais uma ou duas ocorrências ao mesmo tempo. E destacou que um dos principais pontos é a mudança de cultura. Recomendou aos empresários  para se precaverem melhor com mais cautela, fechando melhor seus estabelecimentos e avisar a polícia se observar que indivíduos estranhos estão próximos a suas empresas”.

O delegado mencionou que a atual Delegacia tem um grave problema de superlotação, atualmente são mais de 50 presos. “Fui informado que em outros tempos chegamos a ter 65 presos, são condições sub-humanas. Temos outras necessidades, mas a remoção de alguns detentos é urgente. Temos um efetivo deficitário e dois veículos em péssimas condições de uso, entre outros problemas”.

Alguns encaminhamentos foram decididos e será providenciado o mais breve possível.

Reportagem completa na edição impressa que circulará na sexta-feira, dia 01 de julho.

FOTOS: Gisele de Pádua/Fatos do Iguaçu

ACIAP - Segurança (7) ACIAP - Segurança (8) ACIAP - Segurança (16) ACIAP - Segurança (20) ACIAP - Segurança (24)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quinze − sete =

%d blogueiros gostam disto: