Pinhão: Agricultura Urbana foi lançado no São Cristovão

Foto: Ascom/Prefeitura de Pinhão

Redação Fatos do Iguaçu com Assessoria

 O Programa Municipal Agricultura Urbana de hortas comunitárias cultivadas através de parceria entre a Administração Municipal e a Comunidade com o objetivo de destinar espaços públicos que não estão sendo utilizados para que a comunidade possa cultivar as hortas de forma comunitária com o apoio dos técnicos da secretaria municipal de Agricultura.

Na terça-feira (23), foi feito o lançamento no bairro São Cristovão pelo prefeito Odir Gotardo (PT), o secretário de Agricultura Divonsir Machado e  do professor José de Assis, incentivador para criação do programa. Os bairros Invernadinha, São José e Nossa Senhora da Glória também serão contemplados.

“Será uma ação coordenada pela Secretaria de Agricultura através do acompanhamento técnico por meio de orientações relacionadas à adubação, plantio e colheita. A implantação das hortas comunitárias faz parte do nosso plano de governo e agora incentivada pelo Professor José de Assis, que será nosso parceiro na organização do programa Agricultura Urbana”, destacou Odir.

 Divonsir explicou que o primeiro passo é a preparação do solo, serviço que já começou. Na sequência virá a estrutura para irrigação, fornecimento de sementes a acompanhamento técnico.

“Nós já iniciamos o preparo do solo e coletamos a terra para análise. Na sequência vamos instalar uma estrutura para a irrigação, e assim que haja uma organização para cultivo, vamos oferecer mudas e suporte técnico”.

De acordo com Zezinho, a ideia da implantação de hortas comunitárias veio da necessidade de produzir alimentos saudáveis, essencial na vida de um atleta, porém, nem todos tem um espaço em casa para produção.

“Ao perceber que muitas pessoas não têm espaço para produzir uma horta e que todos nós precisamos de alimentos saudáveis, apresentei a ideia ao prefeito Odir. ele aprovou e já colocou a estrutura da administração municipal para implantar esse projeto. Agora vamos trabalhar o processo de organização das comunidades para iniciar os cultivos das áreas já disponíveis”.

 

Faça seu comentário

%d blogueiros gostam disto: