“Pelo que você grita?” É a nova exposição da Secretaria de Educação

Foto: Luana Caldas Martins

Um trabalho fotográfico que expressa a subjetividade das pessoas

Por Luana Caldas Martins |Acadêmica de jornalismo na Unicentro

O trabalho de Lili Teixeira instiga a reflexão das singularidades do indivíduo por meio da fotografia

A fotografia é uma expressão artística que demonstra seus sentidos por meio da interpretação pessoal e coletiva na sociedade. É a proposta de reinventar com uma característica reflexiva, lugares, cenas e posicionamentos, este último, é o caso do experimento fotográfico “Pelo que você grita?” de Lili Teixeira, que está sendo exibido na Sala de Exposições da Secretaria Municipal de Educação e Cultura de Pinhão.

PROPOSTA DE EXPOSIÇÃO

Segundo a diretora do Departamento de Cultura, Danieli Aparecida Lima, a exposição partiu de um convite à Lili Teixeira, em trazer seu trabalho para o contato do município. “A sala está aberta a diversas exposições, de projetos, escolas, artistas, etc. Aproveitamos inclusive, para convidar quem tiver interesse em expor seu trabalho por aqui, será um prazer recebe-los” diz Danieli.

Lili é da cidade de Guarapuava e comenta sobre encaminhar a obra “Quero divulgar meu trabalho para Guarapuava e região, para que as pessoas conheçam mais sobre o trabalho artístico local. Sendo Pinhão uma cidade com grande número de estudantes, podem inspirar-se e refletir sobre esse trabalho, porém a visitação de ‘Pelo que você grita?’ está aberta para todos os públicos”.

COMPOSIÇÃO

O trabalho artístico de Lili é uma composição que depende dos participantes e da subjetividade elaborada em cada um, então, é expressada por meio da fotografia que estrutura a exposição. Segundo Lili, o processo criativo conta com 27 participantes que são questionados sobre suas inquietações através da pergunta: Pelo que você grita?

Sobre o desenvolvimento: “É dividido em várias etapas, iniciando-se pela pintura corporal e durante o tempo em que as cerdas do pincel tocam a pele do indivíduo, pede-se que o mesmo traga suas vivências para o corpo. Após a pintura a próxima etapa é a captura das imagens pela máquina fotográfica, em seguida pede-se que o participante retire a tinta do seu corpo e pense que o sentimento metaforicamente trazido para a pele irá embora assim que se encontrar com a água, como um ritual de purificação” conta Lili.

O depoimento dos participantes é coletado ao final e ele sempre evidencia os posicionamentos no meio social de forma reflexiva, esse é um trabalho cheio de significados, assim como Lili conta sobre a purificação “Trazer à tona vivências ruins, expressá-las corporalmente e expulsá-las através da água é um processo que denominamos ‘lavagem ou purificação da alma’, após esse ritual fazemos a coleta de depoimentos e a edição das imagens” diz.

TRAJETÓRIA

É o primeiro trabalho artístico de Lili que vai para exposições, na cidade de Guarapuava ele foi exposto sete vezes, em mostras e eventos sucessivamente desde o ano de 2016. “No ano de 2018 tivemos quatro exposições pela cidade, em 2019 apenas uma” diz.

ARTE EM PINHÃO

Sobre a proposta de contato da arte com o público, Danieli Lima comenta “Além da visita à exposição, nós aqui da Secretaria de Educação faremos uma experimentação com as turmas: Falaremos do trabalho da artista, do processo artístico e fotográfico e provocaremos os visitantes a participarem também da escolha das tintas, de pensarem em seus gritos e se sentirem a vontade para manifestar esses sentimentos, nesse momento no papel”.

A mostra está acontecendo na Sala de Exposições até o dia 30 de outubro, fica aberta de segunda a sexta no horário das 8h às 11h30 e das 13h às 17h. Os agendamentos para grupos visitantes podem ser feitos pelo telefone: 3677-2787, e-mail: departamentodeculturapinhao@gmail.com ou diretamente na Secretaria de Educação e Cultura. Lili Teixeira estará presente na cidade no período final da exposição para realizar uma oficina, organização e data da mesma serão divulgadas em breve pela secretaria.

Deixe uma resposta

WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: