vereador Israel Oliveira dos Santos, PT, presidente da Câmara Municipal de Pinhão-Pr | Foto: Nara Coelho

“Os debates serão estimulados, mas vamos seguir o regimento, a ordem será mantida”, diz Israel

O presidente do legislativo quer qualidade nos debates

Nara Coelho
POR NARA COELHO

Logo após a posse dos 13 vereadores que compõem o legislativo  para a 14ª legislatura, 2021/2024, do município de Pinhão/PR, no dia 1º de janeiro de 2021, foi realizada a primeira sessão com objetivo de  eleger a mesa diretora para o biênio, 2021/2022.

UMA ELEIÇÃO TENSA

Na quarta-feira, 30 de dezembro, os vereadores Alexandro Camargo e Elias prestes do PP, Samoel Ribeiro e Edson Adrian Pereira, do PSB, que são da base do prefeito José Vitorino,PSB, os vereadores do PT, Luiz Hamilton Kitcky, Edson Francesconi e Israel de Oliveira Santos deram uma declaração ao Fatos do Iguaçu  afirmando que esse grupo votaria coeso na escolha do presidente do legislativo.

No momento que a vereadora Luzyanna Rocha Tavares,PSD,  por ser  a vereadora mais votada presidiu a  sessão solene de posse dos eleitos em 15 de novembro de 2020, anunciou o tempo de 10 minutos para a inscrição das chapas que concorreriam à mesa diretora, Luzyanna e Pedro André Lupepsa PSD, Jerson Costa e Aroldo Antunes respectivamente do Avante e Cidadania e Vinicius de Oliveira do Podemos  literalmente cercaram o  Luiz Hamilton,PT, e o vereador Jean Dellê, MDB, pressionando-os a participarem da chapa com eles. Como na primeira chapa inscrita o candidato à presidência era o Israel e o vice  Elias Prestes, e  Jean não estava na chapa, eles ofereceram ao Luiz Hamilton a presidencia da chapa 2 e um cargo para o  Jean. A “conversa” foi longe, passando dos 10 minutos estipulados de intervalo por Luzyanna.

Como as conversas estavam tensas o grupo da chapa 1 chamou o  Luiz Hamilton para uma conversa, relembrando dos compromissos assumidos dois dias antes e optou em fazer alterações na chapa inscrita,  Elias Prestes abriu mão da vice-presidência, e  Jean Dellê passou a compor a chapa na disputa da mesa diretora.

Com 8 votos, a chapa 1 com o  Israel de Oliveira Santos concorrendo como presidente, Luiz Hamilton Kitcky a vice ambos do PT, Alexandro Caldas Camargo do PP a primeiro secretário, Jean Henrique Costa Dellê, do MDB a segundo secretário, venceu a chapa 2, que tinha Luzyanna da Rocha Tavares, PSD concorrendo à presidencia, para vice Aroldo Antunes Domigues, Cidadania, primeiro secretário Vinicius Dartanha Terleski Oliveira, Podemos e segundo secretário Jerson Costa do Avante que obteve apenas 5 votos.  

ISRAEL, 4 MANDATOS, PRIMEIRA VEZ PRESIDENTE

Israel
Israel de Oliveira Santos, PT, presidente do legislativo pinhãoense | Foto: Nara Coelho

Concorreu em cinco eleições, sempre pelo PT e dessas, se elegeu em quatro. No seu discurso de posse declarou que essa foi a última eleição que disputou o cargo de vereador.

Nesse quarto mandato foi a primeira vez que  decidiu disputar a presidência do legislativo pinhãoense.  “Considero que nesse espaço, entre o meu primeiro mandato e esse, eu amadureci muito. Já vivenciei a experiencia de ser um vereador de oposição, de situação, pude nesses últimos quatro anos acompanhar de perto como funciona o poder executivo e as questões legais, burocráticas e de recursos que envolvem uma administração pública, o quanto tudo é amarrado e muitas vezes limita quem está no governo. Nesse momento, o país e consequentemente o Pinhão, passam por um momento importante e delicado, acreditando que com essa experiência posso contribuir e  aceitei o desafio de ser o presidente do legislativo.

 A UNIÃO COM O GRUPO DA BASE DO EXECUTIVO

Sobre a união do PT com o grupo da base do prefeito José Vitorino Prestes, Israel destacou que eles já tinham um relacionamento de confiança, “Nós tinhamos que tomar uma posição, construir aqui uma base que ajude o municipio. Nós tivemos uma convivência muito boa na legislatura passada com os vereadores que hoje compõem a base do Vitorino, o Alexandro, Alain e Samoel, inclusive nos conhecemos bastante, formamos uma relação de confiança, eles nos apoiaram em momentos difíceis na legislatura passada, quando ficamos na primeira Mesa Diretora com o PSD e nos decepcionamos, pois   nos debates aqui na Câmara a preocupação deles era a próxima eleição, os debates ficaram ruins, assim, a nossa união no meu pensar foi natural”.

METAS DO PRESIDENTE

O presidente do legislativo  iniciou seu trabalho fazendo reunião com os vereadores e funcionários da Câmara, fez modificações na estrutura da divisão dos gabinetes,  destinando uma sala para a Mesa Diretora, que até o momento não tinha. Fez uma reorganização entre os funcionários e como os trabalhos efetivos do legislativo só iniciam no dia 15 de fevereiro, decidiu que só nomeará os cargos comissionados que os vereadores têm direito em fevereiro. “Mais que discurso temos que ter atitudes, devemos aqui ser exemplos para a sociedade, só podemos fiscalizar se agirmos dentro de uma conduta correta, eu vou me pautar muito no que é correto como sempre fiz e no regimento da casa”.

MUITO CRITÉRIO COM AS DIARIAS”

Israel falou de suas metas à frente do legislativo, “Como esse ano e o outro acreditamos será bem delicado devido à situação econômica do país e à pandemia, precisamos fazer a nossa parte, por isso vou ser muito criterioso com os gastos do dinheiro público, vamos fazer o que tem que ser feito, dar estrutura para os vereadores trabalharem, mas tudo com muito critério, principalmente em relação  às diárias”.

OS CARROS TERÃO RASTREADORES

O legislativo pinhãoense possui 3 carros à disposição dos vereadores e seus assessores, “Para que se tenha uma organização melhor dos gastos com esses veículos e para evitar problemas que já ocorreram, como o carro ser pego e dito que seria para uma ida a Guarapuava e na realidade foram levar pessoas a Santa Catarina, vamos instalar rastreadores na frota”.

DIÁLOGO COM A COMUNIDADE

O presidente destacou que quer levar a Câmara mais próxima da população, “Uma das nossas prioridades é aproximar o legislativo da comunidade, é preciso que as pessoas compreendam que nossa função não é de assistencialismo. Quero voltar a realizar as sessões descentralizadas como já prevê nosso regimento, realizar audiencia pública para discutir os temas que afetam diretamente a população”.

RELAÇÃO COM O EXECUTIVO

Para Israel é importante que o legislativo e o executivo tenham um bom diálogo para que o municipio possa se desenvolver, “Minha proposta é ter uma boa interlocução com o executivo, fazer com que as coisas aconteçam. Mas isso não quer dizer que vamos aprovar tudo sem discussão e análise e se for importante e necessário, dizer não, mas a prioridade será sempre o desenvolvimento do municipio”.

“Vamos seguir o regimento”

Israel avalia que a legislatura passada deixou a desejar, “Boa parte das sessões, na legislatura passada, foram muito ruins, com termos pesados, discussões levadas para o pessoal, as pessoas não aprovam esse comportamento. Os vereadores devem se expressar, fazer os debates, é essencial no legislativo, mas o debate deve ser com respeito e educação e seguir o regimento, o que não foi muito comum na última legislação”.

OS NOVOS VEREADORES

 Israel sente que essa legislatura será diferente, que é um grupo disposto a debater, mas centrados no bem do municipio e no respeito, “Esperamos que os vereadores se orientem pelo bem estar do municipio. É preciso superar o pensamento que não podemos deixar esse governo se dar bem para que nas próximas tenhamos chance, vivemos muito isso na legislatura passada, não dito, mas praticado. Acreditamos que os discursos que foram feitos na posse pelo bem do municipio prevaleça. Até porque a coletividade olha, repara, os eleitores hoje estão bem atentos às ações dos vereadores, é preciso aprender a conviver com as diferenças e a chegar ao consenso tendo o bem dos pinhãoenses como premissa maior”.

O presidente ressaltou, “Os debates serão estimulados, mas vamos seguir o regimento, a ordem será mantida”.

 CÂMARA MIRIM E PROCURADORIA DA MULHER

Israel disse que pretende dar todo o apoio e incentivo à Procuradoria da Mulher, pois reconhece sua importância na discussão sobre a questão de gênero, para ajudar na proteção das mulheres vítimas de violência e para a mudança cultural necessária em relação ao machismo. Que pretende dar continuidade ao projeto da Câmara Mirim e quer conversar com as escolas para melhorar o trabalho desenvolvido.

A PROPOSTA É TRABALHAR COM TODOS

Finalizando a entrevista disse que  há uma proximidade com a base do governo, mas a ideia é trabalhar com todos e lutar pelo desenvolvimento do municipio,“ Nossa proposta é trabalhar com todos, aqui os debates não podem ser pessoais nem partidários, mas em prol do municipio. Nesse momento a nossa conversa com o executivo está boa, peço licença e vou citar o vereador Elias Prestes, que é da base do governo, é uma pessoa do bem, está muito bem intencionado, durante a administração do Odir acompanhou e teve uma relação de participação e vemos que o prefeito vem com um grupo novo, torcemos para ele ouvir esse grupo e para dar certo para que as coisas andem bem. Nossa proposta é sentar, conversar, colaborar e contribuir, se caminhar bem, vamos juntos, se não, repensamos a caminhada”.

Naor Coelho

Naor Coelho, administrador de empresa, jornalista e o diretor responsável pelo Fatos do Iguaçu

Naor Coelho has 8842 posts and counting. See all posts by Naor Coelho

Faça seu comentário