Crédito: reprodução

NOKIA 5.3 CHEGA AO BRASIL COM FABRICAÇÃO LOCAL

Primeiro smartphone da HMD fabricado no país, tem tela de 6,55”, câmera com quatro lentes, plataforma móvel Qualcomm® Snapdragon™ 665 e armazenamento de 128GB

narion coelho
POR NARION COELHO Via Assessoria

A HMD Global anunciou hoje o lançamento do Nokia 5.3, primeiro aparelho da empresa a ser fabricado no Brasil.

De nível intermediário, o Nokia 5.3 tem câmera quádrupla, 128GB de armazenamento, plataforma móvel Snapdragon 665 e bateria com duração de até dois dias de uso.

O smartphone chega ao país a partir de R$ 1.899,00 – disponível por venda direta no site Nokia.com e nas principais varejistas, como Americanas.com, Magazine Luiza, Casas Bahia, Pontofrio, Pernambucanas, Carrefour, Mercado Livre e Amazon. O aparelho também está disponível pela operadora Claro, representando a primeira parceria da HMD Global com uma operadora no país.

“O lançamento do Nokia 5.3 traz uma experiência superior na categoria intermediária com o design, a qualidade e a confiabilidade de um telefone Nokia para nossos fãs no país. Nosso principal diferencial, como marca, é oferecer especificações premium, com atualizações do Android e de segurança por um período mais longo, o que a maioria de nossos concorrentes não pode garantir nesta faixa de preço. Queremos trazer uma nova perspectiva para a indústria – o nosso objetivo é democratizar a tecnologia, oferecendo smartphones a preços acessíveis que melhorarão com o tempo”, explica Junior Favaro, diretor de marketing e vendas da HMD Global no Brasil.

O Nokia 5.3 marca o início da fabricação local após o retorno dos celulares Nokia ao Brasil – que ocorreu em maio deste ano com o lançamento do Nokia 2.3 -, reforçando a importância do mercado brasileiro para a HMD Global e o foco em trazer uma nova perspectiva para o segmento intermediário no país, um dos que mais crescem no mundo.

“O lançamento do Nokia 5.3 é um grande passo em nossa jornada pelo Brasil, já que é nosso primeiro aparelho fabricado localmente. O Brasil é um dos mercados prioritários para a HMD Global e onde seguiremos concentrando nossos esforços – especialmente depois da rodada de investimento que tivemos recentemente. Além disso, continuaremos nossa expansão no país para oferecer aos consumidores brasileiros uma linha versátil de telefones Nokia com as tecnologias mais recentes”, afirma Maurizio Angelone, Vice-Presidente da HMD para a América Latina.

Nokia 5.3: Câmera quádrupla, plataforma móvel Snapdragon e 128GB de espaço

Nokia 5.3
Crédito: HMD Global/Divulgação

O Nokia 5.3 é o primeiro smartphone da série 5 da Nokia a apresentar quatro câmeras. A principal, de 13MP, permite tirar fotos em qualquer iluminação, enquanto as lentes macro (2MP) e ultra-grande angular (5MP) permitem aproximar e capturar todo o cenário. O Nokia 5.3 também traz câmera frontal de 8MP, imagens de IA e ferramentas inteligentes para boas fotos – como o modo noturno, efeitos bokeh (que ajuda a desfocar ou distorcer o fundo) aprimorados e um sensor de profundidade (2MP), que ajuda o objeto principal a se destacar nos retratos.

Com uma tela de 6,55”, o celular permite assistir a filmes e acessar aplicativos em uma escala maior. Ele cabe confortavelmente na mão, tem gráficos suaves e permite que o usuário alterne facilmente entre aplicativos com a ajuda da plataforma móvel Qualcomm® Snapdragon™ 665 – uma inovação em smartphones Nokia.

“Estamos orgulhosos de colaborar com um cliente como a HMD, no lançamento de seu primeiro smartphone fabricado no Brasil e com base em nossa plataforma móvel Snapdragon 665. Esta plataforma oferece experiências altamente envolventes para jogos mobile, recursos de câmera brilhantes e desempenho em segurança robusto. Com este lançamento, a Qualcomm Technologies e a HMD trazem uma experiência móvel imersiva ao ecossistema brasileiro a um preço acessível”, comemora José Palazzi, diretor sênior de vendas da QUALCOMM Serviços de Telecomunicações Ltda.

O smartphone também se destaca por oferecer 128GB de armazenamento, um diferencial na categoria de intermediários. Além disso, conta com uma bateria de 4000mAh com duração de até dois dias – além de trazer o recurso Bateria Adaptativa, que se baseia em IA para adequar o gasto da bateria ao uso do aparelho.

O Nokia 5.3 tem a frente de vidro, a parte traseira projetada para homenagear a herança de design nórdico e está disponível nas cores: verde ciano e cinza. O aparelho tem garantia de até dois anos de atualizações do Android e até três anos de atualizações mensais de segurança. Ele também virá pronto para Android 11. O Android puro oferece uma experiência de software com uma interface simplificada e sem bloatware, que são aplicativos ou serviços pré-instalados em dispositivos. Além disso, conta com um botão dedicado do Google Assistente.

Primeira parceria com uma operadora local

O lançamento do Nokia 5.3 também marca a primeira parceria da HMD Global com uma operadora de telefonia. A partir de hoje, a Claro também irá oferecer aos clientes o novo smartphone, que estará disponível na loja online da operadora. A parceria permitirá levar os modelos mais recentes do portfólio da HMD a um maior número de pessoas, reforçando assim a presença dos telefones Nokia no Brasil.

“A Claro é conhecida pelo seu pioneirismo e, neste lançamento, nós não podíamos ficar de fora. Somos a primeira operadora de telecomunicações a oferecer o Nokia 5.3. Estamos felizes em colaborar com a HDM e por fazer parte da retomada dos celulares da Nokia ao Brasil”, comenta Edival Almeida, diretor de estratégia de aparelhos da Claro.

A Claro conta ainda com uma oferta especial de lançamento do smartphone, que pode ser adquirido por 21x de R$65,20 no Claro Pós 10GB. No plano, os clientes ainda podem navegar ilimitado em aplicativos como o Instagram, WhatsApp e Facebook. Eles também contam com o Extraplay, franquia exclusiva que dobra a quantidade de dados, para uso nos apps de streaming de vídeo.

Preço e disponibilidade

O Nokia 5.3 está disponível no Brasil a partir de hoje, nas cores verde ciano e cinza com a configuração de 4GB de RAM, 128GB de armazenamento e dual SIM. O preço médio é de R$ 1.899,00 e está disponível por venda direta no site Nokia.com e também nas principais varejistas do país, como Americanas.com, Magazine Luiza, Casas Bahia, Pontofrio, Pernambucanas, Carrefour, Mercado Livre e Amazon. Além da loja online da operadora Claro.

HMD Connect chega ao país

Além disso, quem adquirir o Nokia 5.3 terá a opção de comprá-lo com o novo HMD Connect, serviço internacional de roaming de dados. O serviço global de roaming de dados HMD Connect, permite que as pessoas ao redor do mundo se beneficiem de um único chip SIM de dados sem complicações ao viajar, mantendo o controle total de seus planos de dados.

O roaming de dados global HMD Connect mantém o usuário conectado de forma mais fácil, pagando apenas pelo que utiliza. O HMD Connect atualmente funciona em mais de 120 países em todo o mundo. O chip SIM conta com 100MB gratuitos para quem comprá-lo no pacote com o Nokia 5.3, e está disponível apenas por venda direta no site da Nokia.com.

Outros celulares Nokia à venda no país

Além do Nokia 5.3, o smartphone de entrada Nokia C2 foi lançado recentemente e também será fabricado no país. O Nokia C2 tem uma tela HD+ de 5,7″, processador Quad Core 1,4 GHz, câmera frontal com flash e câmera traseira com fotografia HDR (ambas com resolução de 5MP), bateria de 2800mAh removível e otimizado com sistema operacional Android™ 9 Pie (edição Go). O Nokia C2 também vem com um botão dedicado ao Google Assistente.

Para aqueles que procuram um celular com tela de alta qualidade e bateria de longa duração a um preço justo, o Nokia C2 é o aparelho ideal e está disponível por venda direta no site Nokia.com e também nas principais varejistas do país, como Americanas.com, Magazine Luiza, Casas Bahia, Pontofrio, Pernambucanas, Carrefour, Mercado Livre e Amazon, nas cores verde ciano e cinza, a partir de R$ 799,00.

Fonte: HMD Global

Siga a Cultura Pop no Twiter e no Facebook

Faça seu comentário