Mulher “versus” homem?

No dia 8 de Março vemos programas de TV, revistas e tudo mais prestando inúmeras homenagens a mulher. É justa a homenagem aquelas que tem desempenhado grande papel na sociedade de uma forma geral. Neste dia é importante refletirmos, analisarmos com cuidado, não o dia da mulher em si, e sim o papel da mulher. O problema hoje, é que a mulher se tornou antônimo do homem, via de regra muito da bandeira do movimento feminista, provoca uma guerra entre homens e mulheres. Concordo que as mulheres precisam ser valorizadas, redescobrir seu papel numa sociedade utilitarista, que trata as pessoas como se fossem coisas. Infelizmente, o conceito de igualdade, defendido pelo movimento feminista coloca em cheque a mulher que é dona de casa, diminuindo assim aquelas que não tem problema com isso, e defendendo as que trabalham fora. Via de regra essas questões devem ser tratadas em família, não como uma imposição do homem para a mulher, e sim que ambos entrem em acordo e juntos vejam o que é melhor, isso deveria ser natural em todos os lares, mas sabemos que não é. As discussões com respeito a igualdade são válidas, mas deve se tomar cuidado, buscando assim um equilíbrio no que diz respeito ao papel da mulher e do homem.

Olhando para a Bíblia, a mesma, não coloca a mulher como inferior ao homem. Biblicamente falando, a mulher é sim, obra prima do Criador, assim como o homem. A Bíblia fala “Homem e mulher os criou” (Genesis 1.27). O problema é que a nossa sociedade tem separado o que Deus uniu. A Bíblia fala da mulher como companheira do homem e não como antagônica a ele, muito menos como escrava dele. A Bíblia está repleta de histórias de mulheres que marcaram sua geração, a história de Ana, mãe de Samuel (1 Samuel), uma mulher de oração, a história de Ester (livro de Ester), uma rainha de coragem que transformou seu contexto. Provérbios 31 exalta a mulher virtuosa dizendo que“ o seu valor excede o valor de muitas joias” (Provérbios 31.10). A Bíblia fala ainda de Maria, exemplo de humildade, que diante dos propósitos de Deus para sua vida ela disse: “Aqui está a serva do Senhor, que se cumpra em mim conforme a tua Palavra “. (Lucas. 1:38). Creio que hoje o maior problema está na generalização de tudo, “se alguns homens são machistas, logo todos são”. Precisamos ter, não simplesmente um conceito equilibrado sobre o papel da mulher, mas, um conceito equilibrado sobre o papel do homem também. Há muito sim o que melhorar em relação aos direitos das mulheres, assim como, há muito o que melhorar em relação aos direitos dos homens também. O papel do homem e da mulher são essenciais na construção de uma sociedade melhor. Vamos tomar cuidado com o machismo e o feminismo; ser mulher, ser homem, está acima destes conceitos. Que Deus abençoe ricamente a todas as mulheres, valorosas guerreiras, merecedoras das mais ricas homenagens. Que Deus abençoe os homens também, que saibam dar o valor que as mulheres tanto merecem, e que ambos possam de fato conquistarem seus direitos e deveres, mas cuidado com os “ismos”.

Rev Sandro – pastor da Igreja Presbiteriana do Pinhão

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 − 16 =

WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: