Foto: Claudemir Gulak e Valter Israel da Silva

Gaia: Meio Ambiente em foco – Os Objetivos do Milênio e o Meio Ambiente

Por Valter Israel da Silva e  Claudemir Gulak*

Você já deve ter ouvido falar que em reunião da Cúpula de Desenvolvimento Sustentável na Assembléia Geral da Organização das Nações Unidas em 2015 foram lançados os 17 objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS). Mas o que são estes objetivos e quais sua importância? Quais diretrizes estes objetivos nos sinalizam e para nosso país, para as empresas, para nosso modo de ser e de agir?

            Em uma rápida pesquisa em sites de busca você consegue obter a lista dos Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável (ODS), mas para nossa reflexão focaremos no objetivo de número 15, que trata mais especificamente das questões do Meio Ambiente:

15 – Vida terrestre: proteger, recuperar e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres, gerir de forma sustentável as florestas, combater a desertificação, deter e reverter a degradação da terra e deter a perda de biodiversidade;(ONU 2015)

            Essa não é uma missão fácil, porém nem impossível. Para que isso se torne palpável é necessário uma mudança radical de hábitos e de costumes. Precisamos de ações governamentais concretas, partindo de todas as esferas de poder    em consonância com ações privadas, da sociedade civil organizada, bem como de cada pessoa. Ou seja, eu e você precisamos participar desse processo de maneira ativa. A fiscalização deve ser ativa para suprir as demandas de desrespeito e irresponsabilidade.

            Se não tomarmos medidas extremas, com ações concretas e técnicas, usando aquilo que a ciência tem para nos oferecer e agindo com capacidade cognitiva suficiente, certamente sofreremos, muito mais intensamente, as drástica consequências da fúria da natureza, como as chuvas ácidas, a falta de água, novas doenças com uma frequência incontrolável, a proliferação das doenças já existentes como pandemias, câncer, depressão, o superaquecimento ou aumento do calor global, entre inúmeras outras que aqui poderiam ser citadas. 

Então reflitamos: o que o governo, nas esferas Federal, Estaduais e Municipais estão fazendo no sentido de alcançar este objetivo? O que a iniciativa privada esta fazendo? O que eu, o que você está fazendo?

            Estas perguntas e esta reflexão são muito importantes, pois se são objetivos mundiais, só existe uma maneira de eles serem alcançados, é cada um fazendo sua parte. Façamos a nossa! Faça a sua!

*Valter Israel da Silva é camponês, Técnico em Agropecuária, agroecologista e terapeuta homeopata. Militante social. Autor dos livros: Caminhos da afirmação camponesa, elementos para um Plano Camponês, Capitalismo Campesinato e luta, poesias camponesas e Classe Camponesa, modo de ser, de viver e de produzir. Foi co-produtor da Revista Biodiversidade sustento e culturas e ex Secretário Municipal de Meio Ambiente, Urbanismo e Habitação de Pinhão.
 
 *Claudemir Gulak é professor, tecnólogo em Gestão Ambiental, licenciado em Geografia, bacharel em administração pública, técnico em eletrônica, especialista em gestão pública municipal, especialista em diversidade escolar, educação do campo, quilombola e indígena. É co-produtor do programa Brajeiradas S/A. Foi ex-Diretor de Meio Ambiente do Município de Pinhão, integrador do Programa Municipal Vale-Feira (BUFUNFA). É integrante da Startup Guris&Cia. Incentivador e pesquisador de técnicas sustentáveis de produção e gestão do Meio Ambiente. 

LEIA TAMBÉM:

Gaia: Meio Ambiente em foco – Produção e preservação

Naor Coelho

Naor Coelho, administrador de empresa, jornalista e o diretor responsável pelo Fatos do Iguaçu

Naor Coelho has 8857 posts and counting. See all posts by Naor Coelho

Faça seu comentário