Empretec, uma experiência única e imperdível

Um marco divisor na empresa de quem o realiza

A Associação Comercial e Empresarial de Pinhão, em parceria com Sebrae e a secretaria de Indústria e Comercio realizou a palestra de divulgação e explicação sobre o programa Empretec no Auditório do Sindicato Rural, dia 22 de fevereiro.

O consultor do Sebrae Adilson dos Santos explanou sobre os assuntos que serão aprofundados durante os seis dias de treinamento, entre elas como se está trabalhando com as dificuldades, quais são os pontos fortes da empresa, quais as fragilidades, como planejar, o que se pode melhorar. É a oportunidade do empresário ou futuro empresário se aprofundar e fazer um olhar profundo sobre sua empresa e futura empresa. Adilson afirmou que, “com certeza para os participantes do Empretec é um marco divisório nas suas empresas.”.

Para comprovar esta certeza, a reportagem do Fatos do Iguaçu ouviu dois empresários que já participaram do Seminário em Guarapuava em 2009. Ambos foram unânimes em seus relatos: “O Empretec foi a grande oportunidade de alavancar o desenvolvimento e alcançar o sucesso em nossas empresas, um divisor de águas”.

O proprietário da Academia Reabilithare e fisioterapeuta, Sandro Lustosa de Camargo contou sobre as mudanças que o Empretec oportunizou para sua empresa e vida pessoal. Desmistificou mitos, quebrou paradigmas, reconheceu falhas e dificuldades e, por fim, transformou-o em um empresário de sucesso.

Graduado há 14 anos, o fisioterapeuta enfrentou grandes desafios quando entrou no mercado de trabalho, pois o curso ensina a técnica de reabilitação, porém, não “ensina” como ser um empresário. E ter o consultório próprio é uma meta para muitos profissionais deste setor, porém o conhecimento de gestão só é atingido com cursos paralelos e uma grande dose de empreendedorismo.

Com este objetivo, o empresário foi aos poucos buscando conhecimento para melhor administrar seu negócio. Parte do sucesso de sua empresa deve-se à sua participação no Empretec 2009. O convite veio pelas mãos de um dos consultores do SEBRAE, que ele considera a entidade uma grande ferramenta de auxilio ao empresário.

“Não saímos da Universidade com uma grande bagagem para administrar nosso próprio negócio. Quando nos deparamos com um curso como este, começamos a ter outra visão do mundo dos negócios. Passamos a tratar nosso cliente, fornecedores e as pessoas que trabalham conosco de forma diferente. A metodologia do Empretec nos possibilita ver este universo com outros olhos e assim podemos desenvolver nosso lado empreendedor. Contamos com o auxilio de consultores que nos monitoram o tempo todo, apontando os acertos e alertando dos erros e dificuldades, nos desafiam a despertar o nosso melhor, qualidades que até então desconhecíamos”, relembrou.

Ele também salienta que a pessoa que deseja participar deve estar consciente de que haverá mudanças profundas na empresa. Baseado em um conjunto de perguntas e respostas, o interessado é submetido a uma avaliação dos consultores que desejam conhecê-lo melhor e verificar seu perfil empreendedor. Muitos empresários não conseguem passar desta fase. O fisioterapeuta sustenta que esta etapa é fundamental, desta forma o candidato estará bem preparado para as transformações que ira sofrer.

CONHECIMENTO

Para Sandro, o curso é assertivo nas decisões, torna o empresário com mais iniciativa, persistente, busca uma melhor qualidade e eficiência de seus produtos e serviços. “O empresário tem que correr risco para ganhar dinheiro e o Empretec nos ensina a correr este risco de forma calculada. Tornamo-nos mais comprometidos, estabelecemos metas, nos obriga a ficarmos mais informados sobre o nosso negócio e todos os que nos circundam. Sabermos como anda a concorrência, não somente do nosso setor, mas das de outros. Como por exemplo, se meu cliente deixa de frequentar a minha Academia porque optou na compra de um produto/serviço de uma empresa e destina o valor que seria para quitar a mensalidade para pagar este produto, esta passa a ser meu concorrente também. Outro aprendizado é estabelecer metas para se chegar ao objetivo desejado. Monitorar tudo isso não é fácil, mas temos que correr atrás”.

SUCESSO

A empresária Adriana de Moraes comentou que parte do sucesso de sua empresa se deve à sua participação no Empretec e também a auxiliou em muitas questões quando ocupou o cargo de secretária municipal de Indústria e Comércio na gestão anterior. “Participei de um curso em Pinhão e o consultor me falou sobre o Empretec. Corri atrás para ter maiores informações, fiz todo o processo e fui selecionada. Eram nove dias de curso e eu seguia para Guarapuava diariamente, foi excelente”.

VALORIZAÇÃO

Iniciando no mundo dos negócios, a empresária  confessa que tinha muito receio   dos processos para consolidar uma empresa. “O Empretec nos dá uma gama muito grande de vivencia empresarial com palestras, teorias, aulas práticas, tínhamos que falar em público, a empresa fictícia tinha que apresentar resultados, elencar metas e principalmente identificação de novas oportunidades utilizando o que você tem e melhorar no seu negócio. Eu não tinha vivido nada igual, o Empretec é visionário e bate muito no comportamento de ser empreendedor. Durante o curso, o participante descobre suas habilidades em determinadas áreas que te ajudam a obter sucesso, Identificação de  novas oportunidades, o resultado financeiro positivo de uma empresa é uma consequência”.

Todo este conhecimento auxiliou a desenvolver muitas ações na secretaria de Indústria e Comércio. “Acredito na busca de conhecimento, não existe outro meio sem aprimoramento. O pensamento “sempre fiz assim e sempre deu certo” é equivocado, o mercado muda constantemente e temos que estar preparados para estas mudanças. Se o empresário não se prepara para a mudança, está fora. Eu vejo o empresário muito imediatista, não faz planejamento, não estabelece metas e não elabora novos projetos a curto, médio e longo prazo. Em Pinhão a classe empresarial ainda é receosa, tem que ver para crer. Ninguém perde de buscar novos conhecimentos, cada empresa é única. O Empretec desperta novos caminhos, isso que é válido. Devemos fortalecer as empresas que temos aqui, visualizar novas oportunidades a partir do que temos para que tenhamos um ganho no coletivo”.

 IMPERDÍVEL

O presidente da ACIAP, Naor Coelho, apontou que essa oportunidade que os empresários de Pinhão e Reserva do Iguaçu estão tendo é única, pois a ACIAP, em parceria com Sebrae e a Secretaria de Indústria e Comercio conseguiu com que um curso que tem um custo para os empresários de 1.290 reais fosse ofertado em Pinhão por 350 reais.

O curso acontecerá na semana de 01 a 06 de maio e as inscrições deverão ser feitas na ACIAP ou pelo site até o dia 10 de abril, e pode ser feito por empresários, colaboradores, profissionais autônomos de diversas áreas, por professores e pedagogos, por quem já tem um negocio ou por quem deseja abrir uma empresa.

Informações na Aciap com Suzy – telefone (42) 3677- 1520

 

 

 

 

Faça seu comentário

%d blogueiros gostam disto: