Compaixão

Antes de falar de compaixão, é necessário defini-la, pois muitos, tem uma ideia errada a respeito da mesma. Alguns pensam que compaixão tem a ver com dó, e não é isso que caracteriza uma pessoa cheia de compaixão. A compaixão é a empatia pela dor do outro.

Aquele que se compadece, de fato, dá suporte ao outro, da força ao outro. A compaixão é revelada em atitudes em prol do outro, é um mover-se em direção ao outro, para não simplesmente oferecer ajuda, mas ajudar de fato e de verdade.

A compaixão não é algo forçado, não é uma ajuda visando algo em troca. Creio que muitos deixam de experimentar a alegria de servir ao próximo, por serem egoístas, por se preocuparem apenas consigo mesmas. Compadecer é transformador,traz alegria, traz sentido, fortalece as emoções, fortalece os relacionamentos.

Nas Escrituras encontramos o exemplo de Cristo Jesus, que se compadecia das multidões, suas atitudes e palavras transformavam a vida de seus ouvintes.Cientificamente está comprovado que pessoas que se compadecem, que ajudam o próximo, melhoram suas emoções, pois tais atitudes, produzem no cérebro as famosas, serotonina – que regula o humor, sono, além de ser essencial contra a depressão e ansiedade; e a dopamina – popularmente conhecida como o hormônio dobem-estar, da felicidade.

Oque podemos perceber é que ser compadecido transforma não simplesmente a vidado outro, mas a nossa vida também. Quem ajuda, se ajuda também. Atuando como presidente do Lar do Idoso, vejo claramente que os voluntários que tem colaborado para tornar a vida dos idosos melhor, são pessoas que se compadecem,e mesmo com suas inúmeras atividades e compromissos, elas tiram um tempo para ajudar o próximo e nos seus rostos, fica estampado a felicidade ao servir.

Vale a pena se compadecer, servir ao próximo. Lembrando que também fomos e somos alvos da compaixão do Eterno Deus todos os dias, como diz as Escrituras Sagradas “O Senhor é bom para todos; a sua compaixão alcança todas as suas criaturas”. Salmo 145.9. Vamos espalhar a compaixão.

Que este natal seja uma demonstração vívida de compaixão!!!!!!

Rev Sandro Carvalho Rodrigues  – pastor da Igreja Presbiteriana do Pinhão  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 − um =

WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: