Com time de aspirantes, Furacão tenta repetir feito de 2018 e levar título paranaense

Por Paulo Henrique Gomes | Agência do Rádio+

Por estar na Libertadores, Athletico usará estadual como preparação para o torneio continental

A bola vai rolar pelo Campeonato Paranaense 2019. Doze equipes lutam pela taça neste ano. Maior vencedor da competição, com 38 conquistas, o Coritiba ficou com o vice no ano passado e luta para mudar essa escrita. O atual campeão, Athletico, com escudo e grafia nova, quer manter a hegemonia e seguir com o troféu. Correm por fora Paraná, Londrina e Operário.

A fórmula de disputa deste ano é a mesma do ano passado, com duas taças. A primeira leva o nome de Barcímio Sicupira Júnior, maior artilheiro do Athletico na história. A segunda homenageia Dirceu Krüger, ídolo do Coritiba que ganhou estátua na frente do Couto Pereira.

As 12 equipes foram divididas em dois grupos, definidos de acordo com a classificação das equipes no estadual do ano passado. No grupo A, estão Athletico, Foz do Iguaçu, Maringá, Londrina, Toledo e Operário. Na outra chave, estão Coritiba, Paraná, Cianorte, e os xarás Cascavel Clube Recreativo e o Futebol Clube Cascavel.

O Athletico é o atual campeão paranaense. O clube conquistou o título em 2018 com o time de aspirantes, que não tinha os principais jogadores do elenco. A experiência deu certo e o time também não irá utilizar a equipe principal neste ano. Em 2019, o time B do Furacão vai disputar o estadual com meninos formados na base e alguns medalhões.

Já o Coritiba quer o título a qualquer custo. Sem títulos e com uma campanha apenas razoável na Série B em 2018, a pressão da torcida é grande. Com a saída de mais de 20 jogadores do plantel do ano passado, a diretoria mudou o perfil do elenco já para o início da temporada. Jogadores mais rodados foram contratados.

O Paraná, último colocado da Série A no ano passado, passa por uma reformulação no elenco. Mantido no cargo, o técnico Dado Cavalcanti conta com alguns reforços para a disputa do estadual. Correndo por fora, o Tricolor da Vila Capanema quer surpreender e fazer uma boa campanha no Paranaense deste ano.

Como o Atlhetico disputa a Série A, Coritiba, Paraná, Londrina e Operário jogam a Segundona, e Cianorte, Maringá e Foz do Iguaçu já estão garantidos na Série D, as vagas para a quarta divisão nacional de 2020 estão em aberto. Elas serão destinadas aos melhores colocados no estadual que não estejam classificados para disputar nenhuma divisão do Campeonato Brasileiro no próximo ano.

No primeiro turno, os times irão jogar contra os adversários do outro grupo. Os dois primeiros de cada chave se enfrentam nas semifinais e os vencedores jogam a final. Tudo em jogos únicos.

No segundo turno, as equipes jogam entre si, no mesmo grupo. Os dois melhores colocados se classificam para as semifinais, mas dessa vez, os confrontos são com times de grupos cruzados. Os vencedores jogam a final.

Caso uma mesma equipe ganhe as duas taças, será automaticamente a campeã. Em caso de campeões diferentes nos turnos, os vencedores disputarão a grande final da competição, em jogos de ida e volta, agendadas para os dias 14 e 21 de abril.

As duas equipes com o menor número de pontos na soma das duas taças serão rebaixadas. De acordo com o regulamento, quem ganhar um dos turnos não pode ser rebaixado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 + 10 =

WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: