ABRINDO O BAÚ: Jovens pinhãoenses formam dupla de viola

Reportagem publicada na Edição nº 334 de 28 de fevereiro de 2008

Os jovens pinhãoenses Carlos Filipe Sviercoswski e Rodrigo Macedo dos Santos, ambos com 17 anos, se uniram para formar uma dupla de violeiros. Eles se conheceram através de amigos, e já estão juntos há sete meses.

Felipe  sempre gostou de música e ganhou seu primeiro violão aos cinco anos. “Quem me ensinou a tocar, foi meu avô (Luiz Proença de Camargo), depois com onze anos fiz aulas com um professor”.

Em 2006 participou do primeiro concurso e conquistou o 3º lugar no Canta Pinhão. Já 

Rodrigo começou a tocar  violão aos 13 anos depois que a mãe, Rozentina Macedo lhe deu seu primeiro violão, “não tinha muito interesse, mas depois que comecei aprender peguei gosto pela coisa”, disse ele.

Depois do gosto pelo violão, Felipe se encantou pelo som da viola, “ fui num churrasco, onde o Ademar estava tocando viola, me apaixonei pelo som do instrumento e pedi para ele me ensinar, até hoje ele é meu professor”.

Felipe só começou a perceber que tinha talento aos 15 anos. Quando em Curitiba num encontro para mecânicos e lojas de auto peças, já que nessa época Felipe trabalhava numa oficina mecânica, ele participou de um Karaokê ganhando todos os prêmios, “foi a primeira vez que cantei para um publico, o pessoal do Pinhão que estava lá e todos os outros foram chegando perto do palco, foi muito legal”.

A primeira apresentação da dupla aconteceu no Almoço da Roça que em Guarapuavinha, alguns meses atrás e depois disso começou a surgir convites para tocar em festas de aniversário, casamento, lanchonetes e restaurantes.

Da musica raiz ao sertanejo atual eles tocam de tudo, e a expectativa é de crescer cada vez mais, “temos muito que aprender, vamos deixar que tudo aconteça no seu tempo”, disse Felipe.

 O apoio da família é fundamental, o pai de Felipe, Roberto Carlos e Edicléia, e os pais de Rodrigo, Cláudio (Bina) e Rozentina apóiam e ajudam os filhos no que podem.

A dupla disse também que tem contado com a ajuda de muitos amigos nesse inicio de carreira, “nós temos recebido muita ajuda dos amigos e parentes. Tem aqueles que vem ensaiar com a gente, que dão dicas, tivemos ajuda para comprar os aparelhos de som. A gente vê que o pessoal tá gostando do nosso trabalho por isso estão ajudando”, disseram.

Faça seu comentário

%d blogueiros gostam disto: