5.000 famílias serão beneficiadas em Pinhão com o Cartão Comida Boa

Foto: AEN PR

Redação Fatos do Iguaçu

Na manhã desta segunda-feira (11), o município de Pinhão recebeu os 5 mil cartões do “Comida Boa”.  Trata-se de um auxílio emergencial criado pelo Governo do Estado que permite aos beneficiários a compra de alimentos em comércios credenciados. A entrega foi feita ao prefeito Odir Gotardo (PT) e a para secretária de Assistência Social  Madalena  Zanardin pelo  representante da Secretaria Estadual de Agricultura, regional de Guarapuava, Arthur Bittencourt Filho”.

Em Pinhão a distribuição dos cartões será feita pela Secretaria Municipal de Assistência Social de Pinhão, que deve anunciar em breve como será feira a entrega.

  

Estão aptas a receber inscritos no Cadastro Único (CadÚnico) do governo federal,  microempreendedores individuais, contribuintes individuais do Regime Geral da Previdência Social (RGPS) e trabalhadores informais de qualquer natureza. O auxílio vai vigorar durante o período da pandemia do novo coronavírus e é um complemento aos benefícios do governo federal.

O cartão já estará carregado com o crédito da primeira parcela do auxílio emergencial para a compra de alimentos, regulamentado pela Lei nº 20.172. No momento da retirada do cartão o beneficiário deve cadastrar uma senha, que será exigida na hora de comprar os produtos.

Pelo portal www.cartaocomidaboa.pr.gov.br ou pelo telefone 0800 200 4150, os interessados poderão verificar se estão inscritos no CadÚnico e obter informações sobre o auxílio, inclusive os locais de retirada dos vales e os estabelecimentos comerciais credenciados

Confira a imagem do lançamento em Pinhão

Programa Comida Boa

Lançamento em Pinhão do Programa Comida Boa.Serão atendidas 5.000 familias. O Cartão Comida Boa com 3 parcelas de R$ 50,00 para compra de alimentos é um Auxilio Emergencial do Governo do Estado. A distribuição dos cartões será feita pela Secretaria Municipal de Assistência Social.

Publicado por Jornal Fatos em Segunda-feira, 11 de maio de 2020

Faça seu comentário