UM ARQUEIRO NEM UM POUCO ZEN

Por Dartagnan da Silva Zanela (*)

VEJA SÓ COMO FUNCIONA A PERVERSÃO moral reinante: cinco menininhas tocando um homem nu é arte; Anitta é empoderada; agora funk bestial fazendo apologia ao estupro choca os mesmos que aplaudiam as bestialidades anteriores. Essa é uma das muitas faces da ditadura do relativismo.

(ii) FACES DA DITADURA DO RELATIVISMO A muito denunciada pelo Papa Bento XVI: funk faz apologia a um estilo de vida canalha e ao estupro. Se criticar será preconceito? E, se não criticar, será preconceito? Por essas e outras que o relativismo moral é uma monstruosidade sem par.

(iii) CLASSIFICAR O VALOR DUM BEM CULTURAL através dum critério calcado na sexualidade é sinal de decadência. Por exemplo: a obra de Oscar Wilde é valorosa não porque ele era gay, mas porque tem algo para ensinar. A de Pabllo Vittar não é, não por ele ser trans, mas por não ter nada de relevante pra dizer.

(iv) FUNK DEPRECIANDO E COISIFICANDO A MULHER não é novidade. Essas aberrações, dia após dia, vêm ganhando volume e documentando de modo triste nossa época que se abraçou insanamente com o relativismo moral imaginando, com isso, conquistar a tal da liberdade. Bem, deu no que está dando.

(v) A QUESTÃO DA PARTICIPAÇÃO DE ATLETAS trans em competições femininas, a meu ver, é simples: seja trans ou não, mulher não tem próstata da mesma forma que homem não tem útero, entre muitas outras coisas mais. Não se trata de uma questão sobre homofobia, mas sim, sobre fisiologia. Só isso.

(vi) NÃO DETURPARAM MARX. NÃO TEM COMO. O alemão é deturpado. Digo, perturbado. Basta olhar para as fotos do coisão pra perceber isso. Se lê-lo, concluirá o mesmo. Um perturbado com alguns lances e geniais, é claro. Mas um perturbado de marca maior.

(vii) DIA VIRÁ EM QUE A LEI, NO BRASIL, será para todos, inclusive pra gente do naipe dos caiporas que, em princípio, gozam de imunidade.

(viii) A TELEVISÃO, A BRASILEIRA DE modo especialíssimo, tem a capacidade de pegar o que há de pior, trabalhar encima disso e piorar de maneira inacreditável o que já era ruim por si e entregar de volta pra sociedade. Bem, aí estão os reality shows que não me deixam mentir sozinho.

(ix) REGIME BOLIVARIANO NO DOS OUTROS é democracia; agora, usar palavras ríspidas contra os defensores, bem alimentados e elegantemente vestidos, do indefensável Maduro é ditadura e dói. Como dói.

(x) OS CRISTÃOS BOLIVIANOS ESTÃO SENDO perseguidos por Evo Morales e a CNBB do B continua cínica e vergonhosamente silente. Ao que parece, a mãe d’água e o bem-estar dos aliados de Lula são mais importantes que a Igreja de Cristo que padece nas garras comunistas desses biltres.

(xi) MADURO, O DITADOR BOLIVARIANO DA Venezuela, paparicado aqui nessas terras, pela galerinha vermelha, como se fosse um democrata exemplar, colocou-se agora a defender a prisão do Bispo que o criticou e, a CNBB do B, ao que tudo indica, também, nesse caso, ficará vergonhosamente calada.

(xii) QUE SEJA DADO A CESAR O QUE É DELE. Por isso, lembre-se: brigar com os amigos por questões políticas na atual conjuntura eleitoral seria algo similar a ter uma crise de ciúmes estando no meio dum lupanar. Resumindo: vale a pena, realmente, romper uma amizade por isso? Pense bem. Pense muito bem nisso.

(*) Apenas um caipira bebedor de café.

Receba nossas atualizações

Inscreva-se e logo estará recebendo nossas atualizações

O seu email está 100% seguro. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 1 =

%d blogueiros gostam disto: