Foto: Ascom/Alep-PR

Tadeu Veneri: Copel está dilapidando patrimônio do Paraná

Redação Fatos do Iguaçu

O deputado estadual Tadeu Veneri, PT, emitiu nota demonstrando sua indignação em relação à proposta da empresa Copel de vender toda a Vila Residencial de Faxinal do Céu, incluindo o Jardim Botânico, situada no municipio de Pinhão/Pr.

Na nota, o deputado destaca a riqueza natural do espaço, “Faxinal do Céu fica em uma região natural riquíssima, muito visitada e usada em pesquisas científicas… Ao desativar as vilas, a Copel também fecha santuários ecológicos, que preservam espécies únicas no Brasil”.

Vila Segredo

Ele fala na nota da Vila Residencial de Segredo que está situada no municipio de Reserva do Iguaçu, lembrando que nela está o Museu do Rio Iguaçu, que é ligado à Usina de Salto Segredo. “Ao repassar as suas estruturas para a iniciativa privada, a Copel está comprometendo um patrimônio de toda a sociedade paranaense, que foi adquirido e está sendo mantido com recursos públicos, que pertencem à população do Paraná”.

Compromisso Social

Tadeu Veneri chama atenção que a empresa está esquecendo do seu compromisso com o social, com as pessoas da região que ela explora a energia elétrica, “A Copel está organizando a venda sob alegação de dar foco em atividades essenciais ligadas à Energia, a Copel está se esquecendo do olhar social sobre suas atividades, essencial para uma companhia do povo e para o povo Paranaense”.

Tadeu: “Copel retira oportunidades de crescimento”

O deputado é enfático ao dizer que enquanto a empresa está ignorando as inúmeras famílias que moram no local e retirando da região a possibilidade de crescimento, “Essa venda é um absurdo do ponto de vista cultural e social. A Copel  está ignorando as inúmeras famílias que residem nas vilas, cuja atividade econômica está ligada às estruturas que devem ser privatizadas. Ao fechar as vilas, também é retirada a oportunidade de ganhos para os municípios com o Turismo, que pode ser uma excelente fonte de renda para a região”.

Convocação

Tadeu Veneri termina a nota fazendo uma convocação às lideranças civis, políticas e universidades para se unirem e evitar a dilapidação do patrimônio paranaense, “Convocamos prefeitos, universidades e sociedade para se juntarem a uma campanha pela preservação da flora e fauna da região, além do meio de vida das comunidades locais, que já foram afetadas nas décadas de 1970 e 1980, com a construção das usinas”.

LEIA TAMBÉM:

Copel torna público que colocará Faxinal do Céu à venda

Governo do Paraná pode definir destino de Faxinal do Céu

Agoniza a Vila Residencial da Copel em Faxinal do Céu

Naor Coelho

Naor Coelho, administrador de empresa, jornalista e o diretor responsável pelo Fatos do Iguaçu

Naor Coelho has 8860 posts and counting. See all posts by Naor Coelho

Faça seu comentário