Senadores lamentam morte do jornalista Rodrigo Rodrigues por covid-19

Jornalista esportivo, Rodrigues trabalhava atualmente no Grupo Globo. Apresentava o programa Troca de Passes, do canal SporTV

Agência Senado

Senadores lamentaram a morte do jornalista Rodrigo Rodrigues nesta terça-feira (28). O apresentador da TV Globo e do SporTV faleceu aos 45 anos após sofrer uma trombose venosa cerebral, complicação gerada pela covid-19.

“O Rodrigo Rodrigues tinha um talento incomparável. O acompanhei bastante por ser amante do esporte, como ele era. É doloroso demais sua perda precoce para a covid-19. Cuidemos uns dos outros. Cuidem de quem vocês amam. Meus sentimentos aos familiares e amigos”, declarou pela internet o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP).

“Tristeza pela morte do jornalista Rodrigo Rodrigues, do SporTV. Mais uma vítima da covid-19. Minhas orações e minhas condolências aos familiares”, registrou o senador Eduardo Braga (MDB-AM).

“Meus sinceros sentimentos aos familiares e amigos do jornalista. Com certeza sua ausência será muito sentida pelo seu grande público”, lamentou o senador Plínio Valério (PSDB-AM).

Músico

O jornalista também era músico, líder e fundador da banda The Soundtrackers, especializada em trilha sonoras de filmes. Esse lado do profissional foi lembrado pelos senadores Humberto Costa (PT-PE) e Alvaro Dias (Podemos-PR).

“Luto na televisão brasileira. Apaixonado por esporte e música, o apresentador fez amigos por onde passou e conquistou uma legião de admiradores com bom humor e competência. Nossos pêsames e solidariedade aos familiares, amigos e admiradores”, postou o senador Alvaro Dias em sua rede social.

“Nossa solidariedade à família e aos fãs de Rodrigo Rodrigues, apresentador do SporTV. Quem gosta de futebol, de televisão e até de mesmo de rock, admirava o trabalho dele. Força”, foi a manifestação de Humberto Costa.

Alerta

O jornalista está entre os mais de 88 mil mortos na pandemia de coronavírus no Brasil até agora. Para o senador Major Olimpio (PSL-SP), a morte de Rodrigo Rodrigues é um marco na luta contra a doença.

“Um profissional de excelência, que tanto encantava o povo brasileiro com o programa Troca de Passes. Foi mais uma vítima, dentre as milhares de vidas perdidas, decorrentes da covid-19. As nossas orações e que Deus o tenha na sua infinita bondade. É preciso uma grande reflexão, que seja um marco para responsabilidade maior das autoridades públicas”, disse o senador.

OUÇA  A   WEB RÁDIO FATOS –  Um novo jeito de ouvir rádio

 

Faça seu comentário