Sem inspiração

Via de regra, não acordamos todos os dias inspirados. As circunstâncias da vida, as demandas, sugam nossas energias, e quando isso acontece, talvez a única inspiração que temos é, não ter inspiração. É estranho observar que existem dias em que você não consegue entender porque não está inspirado. Agora precisamos admitir que disfarçamos bem, mesmo sem inspiração, inspiramos os outros.

No meio do desânimo, podemos ser instrumentos para fortalecer o outro. A grande questão é, não somos robôs, programados para reagir bem, estar 24 horas por dia inspirados. O fato de reconhecermos que existem dias em que não nos sentimos bem, mostra a nossa humanidade. O grande problema não é simplesmente, não estar inspirado, mas é ignorar o fato de que existem dias que estamos radiantes, animados, e existem dias em que nos sentimos abatidos.

Diante disso temos o desafio de aprender a lidar com os dias de muita inspiração e com os dias em que levantar da cama é uma luta. Para isso é necessário olharmos para a vida, com todos seus percalços, como uma dádiva maravilhosa, um presente único. Olharmos para vida com mais gratidão e menos reclamação, nos inspira. Pode ser que alguém esteja sem inspiração para cozinhar, mesmo contendo muitos ingredientes.

O interessante é que há pessoas que, mesmo com apenas um ingrediente, cozinham inspirados, pois reconhecem que ao menos tem algo para comer. Isso me faz pensar que a inspiração está acima das circunstâncias, embora, as situações adversas mexam conosco, a inspiração para viver, para produzir, para trabalhar, enfim para tudo, tem a ver com o que nos move de fato.

Existe uma força maior que nos inspira, que nos move, que nos dá sentido. O apóstolo Paulo nos chama atenção para um fato nas Escrituras, com respeito a Deus: “Pois nele vivemos, nos movemos e existimos” (Atos 17.28). Deus nos fortalece, nos anima, nos segura, nos consola, enfim nos inspira. Os dias sem inspiração nos mostram que precisamos de algo que nos inspire, e cuidado, onde você procura essa inspiração, essa energia para viver, pois existem caminhos, conselhos, práticas, que parecem ser bons, mas não são.

Busque em Deus a inspiração para viver, para que este ano seja melhor, para que mesmo na transpiração, você possa encontrar inspiração para continuar a jornada e olhar com esperança para o futuro. Deus os abençoe.

Rev Sandro Carvalho Rodrigues – pastor da Igreja Presbiteriana de Pinhão.

Faça seu comentário

%d blogueiros gostam disto: