RESERVA DO IGUAÇU: Atual gestão pagou R$ 6 milhões de dívidas deixadas pelo ex- prefeito

Secretária de administração, Deizi Hoffmeister de Campos | Foto: Nara Coelho/Fatos do Iguaçu,

O total da dívida ultrapassa os R$ 14 Milhões

Por Nara Coelho

O municipio de Reserva do Iguaçu tem uma população de sete mil, trezentos e sete habitantes, com uma economia voltada para a produção agrícola, quem assume a liderança do município sabe que para dar conta de todas as necessidades básicas dos cidadãos vai ter que fazer um ótimo uso do dinheiro público. Quando a atual gestão assumiu a prefeitura sabia o desafio que tinha pela frente, só não imaginavam que encontrariam uma prefeitura sucateada e cheia de dívidas.  A gestão anterior, de 2013 a 2016, deixou uma dívida de R$ 14.000.000,00, (quatorze milhões de reais).

CONSEQUENCIAS DAS DÍVIDAS

Com explicações da secretária de administração, Deizi Hoffmeister de Campos, o município precisa pagar essas dívidas, caso contrário sofre sanções a nível estadual e federal, ficando sem as certidões, por conseguinte, não consegue receber as verbas ou convênios dos governos estadual e federal.

Desde que a atual administração assumiu, a equipe uniu esforços para poder reorganizar o municipio e encontrar meio para saldar as dívidas deixadas.

Eles trabalham todos os dias para conseguir as negativas e estarem dentro das conformidades da lei e buscam a liberação dos sistemas do Governo Federal e Estadual para conseguirem mais recursos e convênios.

Deizi citou várias melhorias e veículos que poderiam ser feitos ou adquiridos com o valor pago das dívidas. “O setor de contabilidade levantou que com os seis milhões poderiam ter pavimentando 26 mil metros quadrados de ruas na cidade ou adquirido 19 ônibus, dava para construir 8 super creches, 17 ambulâncias completas ou 25 retro escavadeiras, tudo coisa que são muito importantes para a melhoria de vida dos reservenses”.

VALOR JÁ PAGO

Até o momento foi quitado o valor de R$ 6.358.591,09 (seis milhões, trezentos e cinquenta e oito mil, quinhentos e noventa e um reais e nove centavos).

Entre as dívidas pagas está a folha de pagamento dos servidores que estavam com o pagamento mensal e o décimo terceiro atrasado. Consórcio de Saúde, multas de órgãos fiscalizadores, judiciários e regulatórios, processos judiciais, parcelamentos de energia elétrica, água, telefone e internet, devoluções de recursos com uso indevido, contribuições retidas dos funcionários públicos e não repassados para o Fundo de Previdência, parcelamento com o Fundo de Previdência, fornecedores, precatórios.

DÍVIDAS QUE LEVARÃO UMA DÉCADA PARA SER QUITADAS

Algumas dívidas têm valor tão alto que tiveram que ser parceladas e serão repassadas para a próxima gestão que assumir a prefeitura de Reserva do Iguaçu.

Muitos investimentos que poderiam e deveriam ser feitos não são possíveis. “Devido ao grande endividamento. Dos recursos que recebemos, grande parte vai para o pagamento dos parcelamentos e dos precatórios que tivemos que assumir para não deixar o Município completamente falido”, declarou a secretária.

ENCONTRANDO CAMINHOS

Deizi destaca que apesar de toda a situação caótica que encontraram  o município, o prefeito Sebastião Campos e toda a equipe tem consciência que os reservenses merecem melhorias, mais qualidade de vida, atendimento de saúde, incremento na educação, “Quando lutamos para estar à frente da prefeitura nosso objetivo era buscar dar melhor qualidade de vida aos moradores, e mesmo sem algumas certidões negativas, mesmo recebendo uma contabilidade sem informações atualizadas, com inúmeras pendências herdadas, melhoramos ruas e escolas, criamos ambientes diferenciados de atendimento para a população, oferecemos esporte e lazer em diversas oportunidades, enfim, estamos nos esforçando ao máximo para oferecer ao povo reservense o que eles precisam e merecem”.

No dia 21 de fevereiro a prefeitura publicou na fan page da prefeitura e no seu site os comprovantes dos pagamentos realizados que podem ser acessados nos endereços eletrônicos: http://reservadoiguacu.pr.gov.br  ou @facebook.com/pmrioficial

Faça seu comentário

%d blogueiros gostam disto: