Rev. Sandro

Que tempos os nossos, onde um professor pode ser processado, se o aluno não gostar de sua repreensão, ou ainda se o professor chamar atenção do aluno em sala, corre o risco de ser tachado como bulling. Que tempo estamos vivendo, onde uma repreensão policial pode ser vista como perseguição, onde um comentário sensato de um jogador a respeito de um desenho de um super-herói, é homofóbico. Que tempos os nossos, onde querem adultizar as crianças e infantilizar os adultos.

Onde há uma guerra de protagonismos e com isso o protagonismo humano perde seu espaço. Enfim, que tempo estamos vivendo, onde não pode repreender o outro por um erro, ou por falta de respeito, ou por desobedecer às leis de trânsito, ou por ser mal-educado com seus pais. É tão séria essa questão que até mesmo se você reprender o poder público por não cumprir seu papel, é perseguição política, se você opinar sobre um problema na sua rua ou bairro, é oposição ao prefeito (criancice política).

Essa não repreensão tem criado amizades frouxas, superficiais e rasas, onde ser amigo é concordar com tudo, se repreender, exortar, pronto, não é mais meu amigo. A falta de repreensão leva ao caos, e infelizmente estamos vendo isso acontecer em várias esferas. Essa desconstrução, que tentam de todas as formas, colocar como sendo a solução para uma sociedade melhor, só piora, não contribui em nada, não melhora nada. Quer mesmo ajudar o outro, quer mesmo ajudar seus filhos a serem melhores, então repreenda quando necessário e vai ser necessário, pois ninguém é perfeito.

Quer ver seu filho sendo alguém de sucesso na vida, então fique do lado do professor, quando seu filho for repreendido, e repreenda em casa e pare de ficar chateado, porque foi na casa do amigo ou parente e seu filho foi repreendido, por mexer onde não devia. Quer ver uma sociedade melhor então comece pela sua casa, comece pela sua vida. As repreensões feitas com as motivações corretas e do jeito certo, fazem tão bem, ao casamento, aos filhos, aos amigos, aos colegas de trabalho, enfim a cidade.

Elogiar faz bem, mas repreender elimina comportamentos ruins, e para aquele que compreende o valor da repreensão, vai considerar, vai melhorar como aluno, como filho, como cidadão, como representante do povo. Ao refletir sobre minha caminhada até aqui, sou grato as repreensões dos pais, professores, pastores, amigos, esposa, pois por mais que não gostei de ouvir certas coisas, eu precisei ouvir e tenho a certeza de que, ainda precisarei ouvir e tudo isso contribuiu e vai contribuir para meu crescimento e amadurecimento.

Na verdade, o próprio Cristo cujo amor é grandioso demais, repreendeu seus discípulos por mais de uma vez, repreendeu as multidões que o ouviam, e pela sua Palavra nos repreende em amor, para o nosso próprio bem. É por isso que afirmo repreender não faz mal a ninguém.

Rev Sandro – pastor da Igreja Presbiteriana de Pinhão

PARA LER OUTROS ARTIGOS – CLIQUE AQUI


Compartilhe

Veja mais