PROJETO “REPIQUE”

No momento Nacional em que ideias, valores positivos e virtudes se sobrepujaram sobre Partidos, caciques e vicissitudes políticas, entre outras, de compra de apoio, votos e toma-lá-dá-cá, está sendo esboçado um projeto REPÚBLICA – PINHÃO QUE QUEREMOS/REPIQUE, também inspirado na República Brasil, nostalgia de casa onde convivem estudantes, em que em meados da década de 1970, 7 estudantes de Pinhão e da Universidade Estadual de Ponta Grossa-UEPG (João Maria Alves/CIMACON, João Maria Rocha Bueno/Doio, Luiz Antonio e Jacir Thadeu Ferreira Dellê, este escriba, Selenita Mara Dellê e Sandra Mara Dellê), formaram uma onde se tinha ordem e critério para tudo: rodízio justo e racional para os trabalhos de limpeza, uso de tanque em que os mesmos lavavam roupas. Rateio justo e racional de  despesas, e ninguém mandando, explorando ou capacho de ninguém.

E lá praticávamos e brincávamos de política, e fazíamos discursos, e éramos cabos eleitorais de políticos de Pinhão, Guarapuava, Paraná e País.

O mais atracado, era o João Maria Rocha Bueno/Doio, que saiu até em jornal numa recepção ao ex-Presidente Ernesto Geisel; penteava o cabelo no estilo e queria ser meio parecido com um deputado de nome Marcos Freire. Pedro Simon, Ulysses Guimarães, eram as maiores referências para os de oposição e não simpáticos ao Regime Militar  implantado no País em 1964.

E só Doio e este escriba, acabaram mais se envolvendo na política e foram até candidatos a Prefeito, e não eleitos em   1982 e 1992, mas ficou o legado, de luta por boas causas, IDEALISMO, hoje tão raros e dignos de reflexões.

O Brasil, o Paraná e Pinhão, estão precisando muito de boas  ideias velhas e novas, princípios e  valores republicanos que tenham potencial de efeito sistêmico, dominó e que produza SINERGIA.

          O que está sendo esboçado, é um projeto de algumas pessoas se reunirem por exemplo, todas as terceiras quintas-feiras de cada mês, para conversarem, debaterem e firmarem posicionamentos sobre necessidades, práticas, virtudes, valores e princípios que cheguem a um consenso de serem implementadas e defendidos, para o bem comum  e público de Pinhão.

Foi feito um primeiro encontro no dia 15/11/2018, providencialmente no dia da Proclamação da República Brasileira, e a ideia inicial são reuniões das 19:00 às 20:00/20:15 horas em todas as terceiras quintas feiras de cada mês, no espaço Cantinho da Cidadania, situado na rua Nilo Vivier, nº. 89, no Bairro Jardim Mazurechen, quarteirão do Fórum, e quem achar a ideia interessante e com potencial de utilidade, aprendizado, crescimento, que reconheça importância a política, cidadania, ética, trabalho, laços de amizade e família,  idealismo, liberdade, democracia, se sintam convidados.

Caso a ideia não vingue, fica a semente para Observatório Social ou nos reunirmos com outro foco, num espaço da linha Boca Maldita de Curitiba, na frente, ao redor do Espaço Castelinho, esquina da Trifon com a XV de Dezembro. Demais a mais, de médico e de louco, todos temos um pouco.

(Francisco Carlos Caldas, advogado, municipalista e cidadão).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × 5 =

WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: