Projeto: Minha Cor é Meu Poder, eleva a autoestima dos alunos

Foto: Valdevino Foss Wunsch

“Ancestralidade marcada em minha pele”

20 de novembro é o Dia Nacional da Consciência Negra, foi criado em 2003 por lei federal, esse dia foi incluído no calendário escolar em âmbito nacional, sendo transformado em feriado em cerca de mil cidades em todo o país e nos estados de Alagoas, Amazonas, Amapá, Mato Grosso e Rio de Janeiro através de decretos estaduais. 

A ocasião é dedicada à reflexão sobre a inserção do negro na sociedade brasileira. A data foi escolhida por coincidir com o dia atribuído à morte de Zumbi dos Palmares, em 1695, um dos maiores líderes negros do Brasil que lutou pela libertação do povo contra o sistema escravista.

MINHA COR É MEU PODER

A equipe do Colégio Estadual do Campo Izaltino Rodrigues Bastos, desenvolveu, orientada pela professora Adriana Aparecida Padilha da disciplina de História, o projeto “Minha Cor é meu Poder: minha ancestralidade marcada na minha pele”.

 A proposta do trabalho foi ressaltar a beleza da cor, elevando a autoestima dos alunos com descendência negra e discutir a força da ancestralidade na vida de cada um desses alunos.

ALUNOS VIRARAM MODELOS

O projeto foi realizado por meio de um ensaio fotográfico, o qual buscou evidenciar e ressignificar a beleza, exaltando a pele negra e sua história de luta e resistência a fim de combater, conscientizar e superar o preconceito.

Foi apresentada a todos os alunos do Colégio uma exposição digital do ensaio fotográfico realizado com os alunos afrodescendentes, bem como vídeos e músicas de reflexão sobre o preconceito racial.

O projeto envolveu toda a escola, o professor Valdevino Foss Wunsch, da disciplina de Filosofia foi o fotógrafo, a diretora Selma do Belem Caldas foi a figurinista.

Ao final do projeto foi entregue aos alunos um minibook com as fotos do projeto para não esquecerem de valorizar seus traços africanos.

UM MOMENTO ESPECIAL PARA OS ALUNOS

O ensaio fotográfico envolveu alunos do sexto ano do ensino fundamental a alunos do terceiro ano do Ensino Médio, que foram eles, Ivan Matoso, Simone Siqueira, Gesiane dos Santos, Davi José dos Santos, Gabriel Antunes Gonçalves, Adacir Rodrigues, Gesiele Oliveira Rodrigues, Caroline  Machado de Camargo, Neuciane Santos Rodrigues, Rozilda Terezinha de Quadros da Silva.

Os alunos expressaram que para eles foi um momento especial, “Foi um projeto novo na escola, que nos ajudou a aumentar a autoestima. Foi muito legal tirar fotos com câmera profissional. É algo muito diferente para nós.” Gabriel, 3ª série.

Foi legal, bem interessante participar do projeto. Espero que ano que vem eu possa participar de novo. Eu gostei de tudo, de tirar fotos e mostrar a beleza das mulheres negras. Gostei muito!”. Rosilda, 8º ano

O que achei mais legal foi que tiramos fotos, no começo eu estava meio tímida, daí comecei a me soltar e gostei muito das fotos. Eu quero que tenha mais fotos, que aconteça o projeto de novo”. Gesiele, 7º ano.

Deixe uma resposta

WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: