Vista drontal da Câmara Municipal de Pinhão

O projeto de lei de autoria do Executivo que concede a reposição salarial de 4,52% ao servidor público municipal que será pago em duas parcelas a primeira de 2,26% neste mês de julho e a segunda também de 2,26% em novembro será lido na sessão ordinária desta segunda-feira, 19 de julho da Câmara Municipal.

Na Ordem do Dia para ser discutido e votado em segunda votação o projeto de lei do legislativo de autoria do vereador Pedro André da Silva Lupepsa do, PSD, que  instituí o Boletim Eletrônico  como órgão oficial do Município  para publicação legal dos atos oficiais do Executivo, Legislativo e entidades da Administração Direta e em primeira votação  o projeto de lei do Executivo  que ratifica  as alterações no Protocolo de Intenções que constitui e regulamenta o Consórcio Intergestores de Saúde da 5.ª Regional de Saúde do Paraná e o projeto de lei do legislativo de autoria da vereadora Luzyanna Rocha Tavares do, PSD, que veda a nomeação para cargos em comissão de pessoas que tenham sido condenadas pelas Leis Federais n.º 11.340/2006 e n.º 13.104/2015, no âmbito do Município  também serão votados  votadas 11 indicações do vereadores e 1 requerimento de autoria do presidente do legislativo vereador Israel de Oliveira Santos, PT, que sejam enviadas informações referente à empresa  Planalto Central Serviços Ltda vencedora da licitação n.º 12/2021 (Contrato n.º 76/2021) e licitação n.º 31/2021 (Contrato n.º 131/2021).

A sessão pode ser acompanhada ao vivo a partir das 19 horas na página do legislativo no Facebook.

Sessão Extraordinária

 As 18 horas  será realizada a  3ª sessão extraordinária desta legislatura, 2021-2024, para discutir as diretrizes orçamentárias para o exercício de 2022.

LEIA TAMBÉM:

Cartórios do Paraná registram 1º semestre com mais óbitos e menos nascimentos da história

Em Pinhão e Reserva do Iguaçu mais de 13% da população está totalmente imunizada contra a Covid-19

ATIVIDADE FÍSICA E GESTAÇÃO


Compartilhe

Veja mais