POEMA DA NATUREZA

Por Marcos Serpa

AO LEVANTAR-ME DE MANHÃ ME DEPARO COM A NATUREZA,

QUÃO BELA E QUE SINGELEZA, MERECIDA CONTEMPLAÇÃO,

OS AROMAS, CANTOS DE AVES, O SOL EM SINTONIA,

TUDO ISSO EM HARMONIA, MAS QUE TRAZ UMA REFLEXÃO.

O HOMEM GANANCIOSO, O PLANETA VEM DEGRADANDO,

DESTRUINDO, ARRANCANDO, EM NOME DA PROSPERIDADE,

MAS USA DE TAL MALDADE, QUE CONDENA SUA EXISTENCIA,

COMPROMETENDO A SOBREVIVÊNCIA DE TODA A HUMANIDADE.

POLUIÇÃO, FOME E DESPERDICIO, O MUNDO DEGRADADO,

DESMATAMENTO ACELERADO, VIL, CRUEL E BRUTAL,

PORÉM REFLITA E RESPEITE NOS LIVRE DA TOTAL NECROPSIA

A NATUREZA NÃO TEM CÓPIA, PRESERVE O ORIGINAL.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × um =

WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: