Pinhão tem um caso confirmado de dengue

Redação Fatos do Iguaçu

O setor Vigilância em Saúde da secretara municipal de Saúde de Pinhão – Pr divulgou na tarde segunda-feira (27), uma “Nota Informativa Dengue”. Diz a nota que no dia 24 de julho houve uma confirmação de um caso de dengue no Município. Trata-se de um caso importado de um homem com 34 anos que estava trabalhando em Candido de Abreu-PR. Foi realizado tratamento médico, monitorado pela Epidemiologia evoluindo sem agravamento para cura.

Confira a nota na integra:

Nota informativa Dengue

O setor de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde de Pinhão, através do Lacen (Laboratório Central do Estado) comunica que no dia 24 de julho houve confirmação de um caso de Dengue no município. Trata se de um caso importado de um homem com 34 anos de idade, o qual estava trabalhando em Candido Abreu-PR. Realizou tratamento médico e devidamente monitorado pela Epidemiologia evoluindo sem agravamentos e cura.
Os principais sintomas de dengue são:

• Febre alta > 38.5ºC.

• Dores musculares intensas.

• Dor ao movimentar os olhos.

• Mal-estar.

• Falta de apetite.

• Dor de cabeça.

• Manchas vermelhas no corpo.


A transmissão da dengue se dá através da picada do mosquito Aedes aegypti. Após picar uma pessoa infectada, a fêmea pode transmitir o vírus para outras pessoas. A prevenção deve ser com a eliminação de água armazenada que podem se tornar possíveis criadouros, como em vasos de plantas, lagões de água, pneus, garrafas plásticas, piscinas sem uso e sem manutenção, e até mesmo em recipientes pequenos, como tampas de garrafas. Roupas que minimizem a exposição da pele durante o dia – quando os mosquitos são mais ativos – proporcionam alguma proteção às picadas e podem ser uma das medidas adotadas, principalmente durante surtos. Repelentes e inseticidas também podem ser usados, seguindo as instruções do rótulo. Mosquiteiros proporcionam boa proteção para aqueles que dormem durante o dia, como bebês, pessoas acamadas e trabalhadores noturnos.
Pinhão 27 de julho de 2020.
Vigilância em Saúde

OUÇA  A   WEB RÁDIO FATOS –  Um novo jeito de ouvir rádio

  

Faça seu comentário

%d blogueiros gostam disto: