Pinhão: PM age rápido e prende ladrões na localidade do Alecrim

Redação Fatos do Iguaçu com 4ºPPM/Pho

Uma equipe do 4º Pelotão da Policia Militar de Pinhão fazia patrulhamento na área central da cidade no começo da noite de quarta-feira,(26), quando foi abordada por populares que relataram que localidade do Alecrim, interior do município estaria ocorrendo um roubo, no qual duas senhoras e um senhor de idade seriam as vítimas. Uma das senhoras conseguiu fugir e ligou para familiares que moram na cidade.

Um  dos familiares acompanhou a equipe até o local, durante o deslocamento na estrada principal do Alecrim, foi visualizada em uma estrada secundária uma luz.

A equipe entrou nessa estrada e encontrou dois indivíduos em uma motocicleta,foi dada voz de abordagem, ambos demonstraram bastante nervosismo. Na cintura de um dos indivíduos de 24 anos foi encontrado um revólver calibre 32 com 6 munições intactas e certa quantia em dinheiro em um dos bolsos e o outro individuo, de 20 anos, estava com mais dinheiro e portava uma faca na cintura.

Indagados  sobre o que estariam fazendo no local, relataram que teriam acabado de sair da casa de um deles que ficava na mesma estrada.

Diante do roubo que teria ocorrido aproximadamente a 1 km do local da abordagem, sem ter maiores informações dos autores, a equipe deu voz de prisão ao indivíduo de 24 anos pelo porte irregular de arma de fogo, e levou-o até a propriedade onde ocorreu o roubo, para possível identificação das vítimas.

Ambos a todo momento negavam a participação.Deslocado até as residências dos roubos, e em conversa com o proprietário de uma das casas, um senhor de 64 anos, o mesmo relatou para equipe, que em primeiro momento teria escutado os cachorros latindo, após isso visualizou pela sua porta que estariam chegando dois indivíduos relativamente altos, um com pele mais clara, porém, ambos encapuzados, um portava um revólver e o outro uma pistola preta.

Após isso pediram para ele ir até a residência de sua cunhada de 68 anos, e que em todo momento o revólver estaria apontado para as vítimas. Na casa de sua cunhada, os autores indagaram sobre dinheiro, que foi entregue de imediato não sabendo precisar ao certo a quantia.

Uma das vítimas escutou a voz dos dois abordados  e reconheceu sendo a mesma dos indivíduos que teriam dado voz de roubo.

 Após a equipe ter tomado conhecimento que o objeto do roubo seria dinheiro, foi então conferido novamente o dinheiro que estaria no primeiro momento no bolso dos abordados, sendo que dentro do camburão um dos indivíduos teria escondido dentro da cueca e o outro teria escondido enrolado na ponta da meia e havia cédulas jogadas dentro do camburão.

 Indagados sobre o motivo que teriam para esconder esse dinheiro, não souberam explicar, dizendo sempre que seria dinheiro do serviço.  Na residência de um dos indivíduos foi localizada uma faca com cabo de chifre,  que  foi apreendida para posterior identificação da vítima.

Diante das informações repassadas e do reconhecimento pela vítima, foi dada voz de prisão a ambos e encaminhados juntamente com os objetos até o 4º Pelotão. As vítimas se prontificaram a comparecer por meios próprios para esclarecer maiores informações à Polícia Civil.

Mesmo com todas as dificuldades como a falta de efetivo os policiais fizeram um excelente trabalho nessa ocorrência.

Faça seu comentário