Foto: Arquivo/Fatos do Iguaçu

Pinhão: Jazigos poderão ser limpos até domingo para Finados

Nara Coelho
POR NARA COELHO

A morte não só faz parte da vida, mas é a única certeza que todos tem. A separação com a morte das pessoas queridas sempre deixa marcas e a saudade passa a fazer parte da vida.

Em nome dessa saudade e do legado de vivência que quem parte deixa, é que as mais diversas comunidades, nacionalidades e religiões tem em sua cultura um culto em homenagem aos mortos.

Em Pinhão, a limpeza é até domingo

É comum as pessoas fazerem reformas e limpezas nos jazigos nos dias que antecedem ao dia 2 de novembro, Dia de Finados. Nos dois cemitérios da área urbana de Pinhão, as reformas só puderam ser feitas até o dia 27.

As limpezas e organizações dos túmulos podem ser feitos até domingo dia 1º de novembro. Para a limpeza como no Dia de Finados essa semana estarão abertos das 8 às 17 horas.

Respeito com os túmulos alheios

Cada pessoa ou família quer deixar o túmulo ou capela bem arrumado, o que é normal e louvável, contudo é importante cuidar para que a limpeza não acabe sujando ou deixando lixos por cima ou envolta dos outros túmulos.

O responsável pelos dois cemitérios pede às pessoas que ao fazerem suas organizações, reformas e limpezas de seus túmulos e capelas não joguem em volta os papeis e flores velhas, que todo o lixo e entulhos sejam levados às lixeiras.

Haverá uma missa em honra os mortos

O Dia de Finados é uma comemoração religiosa criada pela igreja católica há vários séculos. Além dos católicos irem ao cemitério rezar, acender velas e levar flores aos que faleceram, é comum participarem de uma missa em homenagem aos que partiram.

Na paróquia Divino Espirito Santo haverá uma única missa às 9 horas, na igreja matriz.

Faça seu comentário