Pinhão: Emenda que mantinha os mesmos subsídios para próxima gestão e legislatura foi rejeitada por 6 votos a 5

Fachada da Câmara Municipal de Pinhão – Pr | Foto: Arquivo/Fatos do Iguaçu

Por Naor Coelho

Na sessão de segunda-feira (27), da Câmara Municipal de Pinhão foi discutido e votado em primeira votação o projeto de lei do legislativo que determina os subsídios do prefeito, vice-prefeito, secretários municipais, presidente da Câmara Municipal e vereadores para a gestão e legislatura de 2021/2024.

Emenda Modificativa

Antes da votação do projeto de lei, foi apresentada uma emenda modificativa que propunha que os subsídios fossem mantidos nos  valores atuais, exceto o de vice-prefeito que baixaria para R$ 4.000,00. Colocada em votação a emenda foi rejeitada por 6 votos contra e 5 favoráveis. Votaram favoráveis o vereador do Cidadania, Luciano Henrique Padilha, do PSD Sebastião Rodrigues Bastos o Sanam e Osvaldeci Lima o Cunha, Samoel Ribeiro do PSB e Alexandro Caldas Camargo do PP.

Confira a votação da Emenda:

Imagens editadas da transmissão ao vivo pela página do Legislativo no Facebook

PROJETO DE LEI

Após a derrubada da emenda foi colocado em discussão e em primeira votação o projeto de lei que altera o  subsídio  para próxima gestão 20021/2024 do prefeito para  R$ 15.000,00, vice-prefeito para R$ 4.000,00 e dos secretários municipais para R$ 6.500,00  e o presidente da Câmara Municipal (próxima legislatura), em R$ 6.500,00 e os vereadores passam a receber R$ 5.400,00. O projeto foi aprovado em primeira votação por  6 votos favoráveis e 5 contra. Os mesmo  cinco vereadores que votaram a favor da emenda, votaram contra o projeto.

Veja as imagens da votação.

Imagens editadas da transmissão ao vivo pelo pela página do Legislativo mo Facebook

LEIA TAMBÉM:

Pinhão tem um caso confirmado de dengue

Pagamento do licenciamento veicular inicia dia 1º de agosto

OUÇA  A   WEB RÁDIO FATOS –  Um novo jeito de ouvir rádio

  

Faça seu comentário

%d blogueiros gostam disto: