Foto: reprodução

“Francis And The Godfather” falará sobre as dificuldades para “O Poderoso Chefão” ser produzido

Oscar Isaac será Francis Coppola e Jake Gyllenhaal será Robert Evans em “Francis And The Godfather”

narion coelho

Por Narion Coelho

Barry Levinson será o diretor de “Francis And The Godfather”, com Oscar Isaac interpretando Francis Coppola e Jake Gyllenhaal no papel de Robert Evans em um drama sobre as lendárias e selvagens batalhas que surgiram para fazer o clássico de 1972 “O Poderoso Chefão”.

Atores de Poderoso Chefão
da esquerda para a direita, Oscar Isaac, Francis Ford Coppola, Jake Gyllenhaal and Robert Evans | Foto: Mega/AP

A produção baseia-se em um roteiro da Lista Negra de Andrew Farotte, redesenhado por Levinson e tem Mike Marcus, Doug Mankoff, Andrew ,Kevin Turen, Jon Levin e Jason Sosnoff como produtores.

Embora “O Poderoso Chefão” seja considerado um dos maiores filmes americanos e um símbolo da era do autor dos anos 70, chegar lá não foi uma tarefa fácil.

Coppola tinha 31 anos na época, determinado a convencer Evans e o estúdio a permitir que ele fizesse filmes caros em Nova York. Entre os outros debates estava a idéia de apostar em Marlon Brando, um personagem eclético que não fazia sucesso há anos, para interpretar o patriarca da família mafiosa Don Corleone, e também Al Pacino como Michael Corleone, um personagem que aos poucos evoluiu de um desejo de se afastar dos negócios da família para assumi-los mais tarde.

Evans, que assumiu o cargo principal depois de uma carreira como ator, sofreu pressões próprias, pois o estúdio corria o risco de fechar as portas. Houve também as discussões inquietantes com mafiosos de verdade, que não estavam muito satisfeitos por ter seu negócio sujo exibido por um grande estúdio.

“Tirando a loucura da produção, e contra todas as probabilidades, um filme clássico aconteceu”, disse Levinson. O filme se concentra claramente nos confrontos entre o cineasta e um chefe de estúdio que precisava desesperadamente de um sucesso. Além do Oscar para Brando, o filme ganhou o prêmio de melhor filme e outro de Melhor Roteiro Adaptado para Puzo e Coppola.

De sua parte, Coppola deu sua aprovação: “Qualquer filme que Barry Levinson fizer sobre qualquer coisa, será interessante e valerá a pena!”

Fonte: Deadline

Siga a Cultura Pop no Twiter e no Facebook

Clique  👉 AQUI  e baixe o aplicativo da WEB RÁDIO FATOS

Faça seu comentário