Nunca ofendi… Conte outra

Você já ofendeu alguém ou foi ofendido por alguém? As redes sociais, tem mostrado que algumas pessoas, se ofendem com a verdade, mesmo dita e colocada de forma equilibrada. Outras pessoas, usam de mentiras, de fake News, de palavrões, para discordar de alguém, ou de alguma ideia, mostrando assim, que não estão bem consigo mesmas. Outros ainda, usam de notícias e fatos, dentro de um contexto específico, para colocar todos no mesmo “saco”, ficam generalizando tudo e todos.

É fato de que aquele, que sem argumento, procura ofender o outro, seja com palavras, postagens ou outra coisa, demonstra uma hipocrisia, mesquinhez, falta de caráter mesmo. A verdade é que, aquele que tem prazer em ofender o outro, achando que está ganhando, que está por cima, mostra o quanto é baixo, infeliz, pois precisa denegrir o outro para se sentir bem. A ofensa não adoece o outro e sim o ofensor, pois é uma clara demonstração de desequilíbrio, de infelicidade, que precisa ser tratado.

Precisamos estar atentos as intenções de nossas palavras, colocações, mensagens e tudo mais. Precisamos estar atentos em como colocar a verdade para alguém. Uma verdade mal dita não gera benefício na vida do outro. Devemos sim falar a verdade, se posicionar a favor da verdade, mas com as motivações corretas. É claro que, existem pessoas, que mesmo se você diz a verdade em amor, ela se sente ofendida, neste caso, o “ofendido” transforma uma exortação em vitimismo e orgulho, não reconhecendo seus erros e o que precisa melhorar, aí o problema está no ofendido.

Nestes dias de campanha política, estejamos atentos, tanto aqueles que se sentem “ofendidinhos” com a verdade, alertando assim a população com respeito as promessas fraudulentas e ilusórias; mas também, devemos estar atentos aqueles que simplesmente denigrem o próximo, simplesmente para rebaixar o outro. A verdade é que ambos os tipos não estão preparados para assumir um cargo público, demonstrando dificuldade tanto para lidar com a verdade, bem como, lidar com o próximo. Você pode não gostar do partido, dos projetos, do time que o candidato torce, agora ofender simplesmente porque faz parte de um outro grupo, é sinal de imaturidade.

Você pode não gostar da religião do outro, das firmes posições do próximo, agora não precisa ofender, pode sim questionar, pode se posicionar, mas com as motivações corretas. Em resumo, precisamos sempre visitar as intenções de nosso coração, de nossas palavras a atitudes, em algum momento corremos o risco de ofender alguém, mas com a ofensa vem também a oportunidade do perdão, do reconhecimento dos erros.

Que Deus nos ajude a nos posicionarmos sim, não escondendo a verdade, mas colocando a verdade com o propósito de melhorar. Que Deus nos ajude a ouvir, com humildade, as exortações verdadeiras, sem ofensas, e assim aprendermos, melhorarmos, crescermos. Que Deus nos ajude a reconhecermos quando ofendemos e assim pedirmos perdão ao ofendido. Enfim, cuidado com a ofensa.

Rev Sandro – pastor da Igreja Presbiteriana de Pinhão

Email: sandropistos@gmail.com

Mensagens Biblícas - Igreja Presbiteriana de Pinhão

Faça seu comentário