Novo site do Jornal Fatos comemora seu 1º “mesversário”

Há 1 mês o site Jornal Fatos estreou seu novo visual, o que permitiu uma melhor navegação para aqueles que procuram por informação confiável e de qualidade.

Pensando em propiciar um visual agradável e um uma experiência prazerosa, buscamos por uma empresa que conseguisse concretizar as ideias que tínhamos.

Foi aí que a BW2, agência especialista em portais de notícias e grandes aplicações, entrou.

Formada por profissionais altamente qualificados e criativos, a empresa nos apresentou esse layout moderno e intuitivo através de seus representantes André Becker (Founder & CEO) e Renan Tiago Ceolin (Gerente de Projetos).

Então, para comemorar o “mesversário” do novo site do Jornal Fatos, nada melhor que um bate-papo com aqueles que conseguiram transformar ideias e projetos em realidade.

Jornal Fatos: Nós do Jornal Fatos já sabemos quem são André Becker e Renan Ceolin, mas nossos leitores ainda não. Por favor, falem um pouco sobre vocês.

André Becker: Eu sou um dos fundadores da BW2 e cuido mais da parte de gestão estratégica e, quando precisa, atuo também na parte comercial e operacional. Empresa pequena é assim, a gente acaba fazendo meio de tudo. Mas agora estamos em fase de restruturação e expansão da empresa e estou mais focado na parte de gestão estratégica mesmo.

Renan Ceolin: Eu sou publicitário de formação.  Mais ou menos em 1997 eu conheci a internet e comecei a gostar do negócio, mas nunca havia trabalhado com isso. Virei publicitário, trabalhei com cinema, trabalhei numa agência grande em Porto Alegre como produtor eletrônico. Aí começaram a vir as demandas de web e era eu quem tinha maior conhecimento dessa área, mesmo assim, meio amador. Então, trabalhei nessa área até 2014. Depois, saí da agência e abri uma empresa de software. E foi assim que conheci o André. Depois de alguns trabalhos juntos, entrei na BW2 como gerente de projetos, que era o que eu fazia na outra agência.

JF: E a BW2, faz exatamente o que? Apenas layout de sites e mobile, qualquer publicidade que alguém queira, qual o foco da BW2, por que ela surgiu?

AB: Ela já nasceu como uma agência super digital voltada para o desenvolvimento web, para a criação de sites. A gente nunca se intitulou e nunca foi nosso objetivo ser uma agência de publicidade ou fazer marketing digital.

A gente sempre foi focada em desenvolvimento, inicialmente eram sites, muito voltado para esse mundo de portais de notícias porque a gente vinha de um portal de notícias. E a gente tinha naquela época, e acaba tendo cada vez mais experiência em portal de notícias e grandes aplicações.

Umas aplicações mais robustas, sistemas e sites mais complexos, com maior quantidade de acessos. Então, esse é o nosso core business, nosso objetivo de trabalho. E, não só com a pandemia, com o mundo tecnológico se inovando, o mundo mobile acabou se tornando uma referência muito forte e a gente acabou entrando nesse mundo de produção de aplicativos em 2019.

Desde então, a gente tem um braço de desenvolvimento mobile muito forte, e a gente acaba desenvolvendo muitos aplicativos também

JF: E esses aplicativos são voltados para notícias, sites e portais de notícias?

AB: A parte de sites, sim. A gente é muito voltado para sites de portais de notícias. Para os aplicativos é claro que a gente tem toda uma frente mobile, aplicativos para portais de notícias, jornal digital, de player de rádio porque esse mundo de notícias tá no nosso sangue.

Mas, na questão de aplicativos, a gente produz aplicativos dos mais variados: a gente já desenvolveu aplicativo de delivery, para agronegócios, um aplicativo tipo OLX e um aplicativo tipo UBER de diaristas. Então, se você chega e diz “eu quero desenvolver esse tipo de aplicativo, eu tenho tal idéia”, a gente tira ela do papel para ti.

RC: É importante lembrar que o mercado de notícias ficou pequeno. A gente dominou tanto essa parte, que nada mais é novidade! Então, vira feijão com arroz. Por isso, a gente focou bastante na produção de aplicativos.

Já tínhamos aplicativos para notícias também, para rádios, mas é o mesmo segmento. O que facilitou muito foi a gente ter uma mão de obra qualificada. Se você quiser um app tipo UBER, a gente faz. Se você quer um Tinder, a gente faz também. A gente faz tudo.

Porém, se você olhar em nosso site, vai ver que nosso portfólio é pequeno. Isso é porque a gente não pode colocar mais. Do tamanho que a gente está, não temos como pegar mais porque a gente não dá conta de todos os clientes que aparecem.

AB: Inclusive, estamos tendo que recusar trabalhos. Nosso comercial às vezes quer enviar uma proposta, mas, quando chega à nossa equipe técnica, a gente tem que declinar.

RC: A BW2 é mais focada em grandes pleitos. Por exemplo, o principal da sua região, o principal de outra cidade. A gente tem poucos clientes, mas nenhum pequeno, e com suporte 24 horas.

Por exemplo, vocês (o Jornal Fatos do Iguaçu) são referência na região. A gente atende vocês tranquilamente, numa boa, e é o maior prazer. Já se vier algum outro dessa região para a gente, a gente pode declinar.

JF: Agora que todos já conhecem vocês e a BW2, vamos falar do nosso novo site. Por que o site mudou?

AB: No primeiro contato do Naor, fui eu quem acabou atendendo, se eu não me engano, foi numa ligação telefônica. Através de uma indicação, ele veio até nós porque ele estava precisando de uma empresa parceira para ajudar com o Jornal Fatos.

Ele nos mostrou algumas “dores” que vocês tinham no site como instabilidade e algumas melhorias. A gente enviou uma proposta, eu expliquei como a gente poderia contribuir e que isso era nossa especialidade, pois a gente é especialista em portal de notícias.

E eu me recordo que, rapidamente, a gente fechou essa parceria. Desde então a gente começou a manter o site que vocês já tinham, que veio pronto para nós. A gente começou a pontuar algumas melhorias e foi mantendo o site da forma que ele veio, mas fazendo umas melhorias pontuais. Porém, a gente sempre teve algum tipo de limitação, seja de performance ou técnica.

Como no mundo da tecnologia tudo muda muito rápido, o site de vocês, assim como outros sites, ficou ultrapassado e a gente tinha esse desejo, esse anseio de atualizar o Jornal Fatos, não só na parte de layout, mas no coração dele, da engrenagem, a parte de tecnologia dele.

Quando o Naor chegou com a decisão de mudar totalmente o site, a gente abraçou de corpo e alma e o Renan bolou todo esse projeto, ele quem foi o pai desse projeto, desse novo layout.

JF: E o que mudou?

RC: Eu entrei depois dessa história toda. Eu não conhecia o Jornal Fatos (eu era um pouco novo por aqui), ainda não tinha chegado a vocês. A principal demanda que veio até mim era uma reforma ou fazer um site totalmente novo.

Então, eu olhei o site, verifiquei os problemas e falei para o Naor que era melhor fazer um site novo, manter o conteúdo e reformular tudo para chegar ao que vocês queriam. E o processo demorou um pouco, fizemos todo um levantamento das necessidades e desejos que vocês tinham.

A nossa equipe desenvolveu um primeiro layout e mostrei para o Naor em uma call. Nessa hora, percebi nos olhos dele que ainda não era aquilo. Foi aí que eu decidi tomar a frente do projeto e adotar um método novo de criação de sites. E o resultado de semanas de trabalho foi que o site mais bonito que eu fiz na vida foi o do Jornal Fatos!

AB: A gente desenvolveu um novo conceito de layout que não foi adotado por nenhum outro site até então, com cara de aplicativo, com uma cara muito inovadora.

RC: O site do Jornal Fatos já era conhecido na região e tinha toda uma história. Ele veio do jornal impresso. Quando eu fui criar o layout, eu tentei manter elementos da história do jornal.

Por exemplo, o fundo é um bege bem claro, que lembra uma folha de jornal impresso, todas as seções são como se fossem uma seção de um jornal com tudo delimitado. Tudo foi feito para lembrar o jornal impresso, mas com cara de modernidade. Nenhum outro site tem um “webstories” como vocês têm.

Aplicativos como Instagram e Facebook têm, mas sites não. E o Jornal Fatos agora tem os destaques como “webstories”. A gente estudou muito alguns aspectos de UX (user experience) e UI (user interface) e a gente usou no site todas essas boas práticas recomendadas, inclusive pelo Google, de como a pessoa vai chegar no site, o que ela vai ver primeiro, quando ela rolar, o que vai ver depois, qual a ordem das coisas, qual a cor das categorias, a cor do fundo e do contraste do texto.

A usabilidade, a estabilidade, a velocidade de carregamento e um visual mais clean, moderno e intuitivo são as principais mudanças. Outra mudança significativa foi na identidade visual do jornal, que também foi modernizado, bem como o logo da Web Rádio Fatos.

JF: Para quem acessa o site do jornal, quais são as vantagens do layout novo?

RC: A experiência do leitor/usuário mudou completamente. Ficou mais intuitivo, a pessoa consegue achar tudo o que quer de maneira fácil. As seções estão bem divididas, cada uma com suas matérias e destaques, com clareza nas informações.

O site apresenta muita facilidade na navegação (em todo lugar tem uma tecla de voltar), o usuário consegue visualizar rapidamente todo o caminho que o levou até ali no topo da página (como no Windows Explorer).

                              O Usuário consegue visualizar facilmente todo o caminho que o levou àquela matéria

AB: O site além de estar mais bonito, mais organizado, ele tá adequado com as novas políticas do Google e fica um site muito mais rápido, muito mais fácil de navegar. Quem acessa o site, vê velocidade de carregamento.

É um site que flui melhor; a usabilidade e o layout dele estão excepcionais e a programação foi muito otimizada, o que reflete positivamente para quem acessa, principalmente para quem acessa pelo celular.

Já que mais de 90% dos acessos são feitos pelo celular, o novo site do Jornal Fatos foi feito para celular, uma vez que ele carrega muito mais rápido no 3G. Além disso, ele dá um feedback para o usuário, ou seja, quando clicar em algo, você sabe o que vai acontecer.

RC: O novo site do Jornal Fatos juntou o que já tinha com novidades através de um layout que lembra um aplicativo que todo mundo sabe usar, com destaques em carrossel como um “webstories” do Instagram, com setas que fazem perceber que tem algo mais para ver.

destaque carrossel

              O novo site do Jornal Fatos apresenta um “webstories” com as matérias destaque

Agora que você conhece tudo o que mudou no novo site do Jornal Fatos, aproveita para acessar nossas diversas seçoes e saiba mais sobre a política e acontecimentos da nossa região, variedades e todas as novidades da Cultura Pop.

Aproveite também para seguir nossas redes sociais e ficar sabendo, na hora, tudo o que for postado no site.


Compartilhe

Veja mais