Neuzo foi absolvido

O advogado de defesa  Dr. Antonio Marcos de Lima e o réu Neuzo  Foto: Nara Coelho/Fatos do Iguaçu





Dia 4,  Neuzo Santos de Oliveira, foi a julgamento por tentativa de assassinato de Aldacir Carvalho.

OS FATOS

No dia 29 de janeiro de 2007, por volta das 22 horas, na localidade de Bugio, Neuzo, junto com seu sogro, estava na casa de Aldacir conversando para resolver um problema sobre um empréstimo de gasolina que ele havia feito com o sogro de Neuzo. Devido a desentendimento na conversa e segundo o seu sogro, para protegê-lo, Neuzo atirou contra Aldacir.

A vítima foi atingida no tórax ficando em tratamento por trinta dias.

SENTENÇA

Os jurados, após ouvirem as testemunhas e as teses do Ministério Público e da defesa do advogado pinhãoense Dr.Antonio Marcos de Lima, decidiram por absolver Neuzo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × três =

WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: