Nem direita, nem esquerda

Os idealismos partidários têm causado manifestações homéricas nas redes sociais. De um lado a esquerda condenando tudo o que novo governo faz, fala entre outros. De outro lado, a direita trazendo à tona todos os processos e desacertos do governo anterior. Existem valores e ideias a serem consideradas tanto na direita como na esquerda, o problema, está em ignorar os erros cometidos, e tentar defender o indefensável.

O problema do idealismo partidário é justamente a falta de imparcialidade, que faz com que os militantes demonstrem uma visão pequena, até mesmo mesquinha e superficial a respeito da realidade do país.

Antes de ser direita ou esquerda os valores que defendo e que muitos cidadãos também defendem, não estão baseados em idealismos partidários e sim em princípios e valores aprendidos no decorrer da caminhada, orientados sim pela Palavra de Deus, ensinados por pessoas de bem. Não é necessário ser de direita ou esquerda para lutar pelo que é justo, verdadeiro, correto, defender de fato, o que vale a pena, lutar contra a corrupção independente do governo que esteja no comando. Devemos estar de olho no governo sim, naqueles que nos representam, apoiando o que vale apoiar e sim, manifestando e sendo contra aquilo que é ruim, danoso para a sociedade. 

O problema é quando a defesa a favor de um idealismo partidário está acima daquilo que é certo e correto. Pode-se dizer, que é pequeno e ignorante demais simplesmente discordar do fulano, só porque ele não é do partido tal, a mesma coisa vale na questão de defender o fulano, somente porque ele é do meu partido.

Devemos ser imparciais, olhar o nosso contexto, a nossa nação, além da direita ou esquerda. Não é porque sou contra certas ideias de um partido que devo ser tachado de esquerdista ou direitista, se sou cristão, a base do que defendo deve estar firmada nas verdades Eternas da Bíblia Sagrada, que Como dizia Billy Graham, é mais atual que o jornal que de amanhã, sou a favor da família tradicional sim, sou a favor de uma educação de qualidade, sou a favor de projetos sociais que diminuam o sofrimento dos menos favorecidos, sou a favor de um governo justo, transparente, que administre e governe com excelência a nossa nação.

Acredito que todo “cidadão de bem” defende esses valores, independente do partido que defenda. Não devemos desvalorizar, rejeitar os outros por terem uma orientação partidária diferente, ou aceitar os conselhos e ideias somente daqueles que são da mesma ideologia partidária.

Antes, devemos sim, juntos lutar, orar, por um país mais justo, sendo o governo do partido X ou Y. que Deus nos abençoe e abençoe a nossa nação e os nossos governantes.

Rev Sandro Carvalho Rodriguespastor da Igreja Presbiteriana do Pinhão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove − dois =

WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: