Nego Regi cumprirá pena de 16 anos de prisão

Pelo assassinato de Ronaldo Ederson Pontes no dia 5 de dezembro de 2015, em um bar na localidade de Santa Maria

No Tribunal do Júri da Comarca de Pinhão, na sexta-feira, dia 22 de julho, foi realizado o julgamento do réu Reginaldo Victor, mais conhecido como ‘Nego Regi’. Ele é acusado de assassinar Ronaldo Ederson Pontes com arma de fogo no dia 5 de dezembro de 2015, em um bar na localidade de Santa Maria.

Após os jurados ouvirem as testemunhas, a tese do Ministério Público, que pedia a condenação, e a tese da defesa, os jurados consideraram o réu culpado. O juiz proferiu a pena de 16 anos em reclusão, sendo dois anos por porte de arma ilegal e 14 pelo crime.

EMÍLIO É ABSOLVIDO

O julgamento, ocorrido no dia 26 de julho, teve como réu Emílio Ovinski, acusado de tentativa de homicídio contra Jocir dos Santos, no dia 22 de junho de 2006. Atendendo ao pedido do Ministério Público e da Defesa, que justificaram ‘in dúbio pro reo’, ou seja, expressa o princípio jurídico da presunção da inocência, que diz que em casos de dúvidas (por exemplo, insuficiência de provas) se favorecerá o réu. Neste caso ficou a dúvida se foi tentativa de homicídio ou legítima defesa, desta forma o réu foi absolvido.

CINCO VÍTIMAS

A próxima reunião do Tribunal do Júri acontecerá dia 5 de agosto e terá como réu Luiz Carlos Caldas, acusado de tentativa de homicídio simples contra Sérgio de Toledo Pacheco, Joaquim Alves Tavares Júnior, Alain Patrick Rodrigues, Wilson Parabocz e Maicon Aguiar Silveira, na noite de 8 de janeiro de 2009, em frente à antiga Lanchonete Frangos e Fritas, na Avenida Trifon Hanycsz.

ENTENDA O CASO

Segundo relatos, o réu Luiz Carlos Caldas teve uma discussão com a vítima Maicon Aguiar Silveira no interior da antiga Lanchonete Frangos e Fritas, momentos antes do crime. O réu após ingerir excessiva quantidade de bebida alcoólica, se retirou da lanchonete dirigindo o seu Fusca e avançou contra Maicon Aguiar, que se encontrava na calçada em frente da lanchonete e, em seguida, atropelou também Sérgio, Joaquim, Alain, Wilson e Maicon.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

oito + 13 =

WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: