Imagem ilustrativa| Foto: reprodução

COLUNA SAÚDE ACONTECE: Movimento é sinônimo de saúde

Praticar exercícios físicos diariamente traz incontáveis benefícios para o corpo humano

Dizem que o corpo humano é uma máquina. Esse maquinário é formado por diversos sistemas complexos, entre eles o respiratório, o cardiovascular e os músculos. Caso seja esquecida de sua finalidade e caia em desuso, a máquina enferruja e atrofia. Portanto, como qualquer outra, o corpo humano precisa manter-se em movimento para conseguir realizar suas funções de maneira plena.

Os benefícios de praticar exercícios física com frequência não é novidade. É um hábito fundamental para todos os tipos de pessoas, tanto para prevenir doenças, como para aqueles que convivem com alguma enfermidade crônica.

Indivíduos com doenças cardiovasculares, por exemplo, ao fazerem atividades físicas, têm um retorno positivo na qualidade de vida. Redução da tensão arterial e do colesterol, aumento da energia, melhora da condição do sono e o controle do estresse são apenas algumas das vantagens.

“Movimentar-se é importante, não só para pacientes com doenças crônicas, mas para o próprio desenvolvimento do ser humano. Então, colabora para o desenvolvimento de crianças e adultos, faz bem para todo o organismo”, enfatiza Álvaro Nagib Atallah, nefrologista clínico e diretor da Cochrane Brasil.

Em tempos de isolamento social, vários fatores contribuem para o esquecimento da importância de mexer o corpo: espaço, falta de rotina e quadros de ansiedade. Nem sempre é fácil encontrar ânimo e determinação para manter a prática das atividades físicas sob essas circunstâncias.

Entretanto, Álvaro garante que a recompensa é grande e a atenção a esse hábito é essencial mesmo estando em quarentena. “No caso do adulto, por exemplo, existem inúmeros riscos de ficar sentado o tempo todo, como o tromboembolismo. Exercitar-se previne doenças cardiovasculares como o infarto e o derrame, além de fortalecer a atividade pulmonar preparando fisicamente o corpo a enfrentar melhor as adversidades caso fique doente”.

Segundo um estudo feito na Universidade de Virginia, nos Estados Unidos, aqueles que praticam algum tipo de atividade física em intensidade moderada podem ter uma proteção adicional contra o desenvolvimento de complicações da COVID-19. Isso porque essas pessoas acabam elevando a produção de uma enzima ligada à defesa do sistema cardiorrespiratório em humanos.

O ideal é movimentar o corpo por, pelo menos, 150 minutos por semana, ou seja, 30 minutos diários ou 3 horas de exercícios semanais. Fazer uma simples caminhada ou um alongamento já promove melhorias na qualidade de vida. Para Álvaro, mesmo com o distanciamento social, usar a criatividade ajuda a manter uma rotina de exercícios.

“Existem diversos protocolos de atividades físicas na internet. A pessoa pode dar uma volta no próprio edifício ou, até mesmo, montar um circuito dentro de casa ou no quintal”, comenta Álvaro. Vale lembrar que ao praticar exercícios também é importante estar atento aos cuidados contra a COVID-19, usando máscara adequada e mantendo o distanciamento social.

Uma orientação médica é importante para conhecer o tipo e duração ideal para cada caso, evitando o exagero. Mas, em geral, todos podem e devem praticar atividades físicas “A orientação é sempre respeitar o seu corpo e não forçar”, conclui.

ESPAÇO MÉDICO

Debate aborda preservação da fertilidade feminina

            A mulher carrega consigo o potencial de gerar uma vida, e cabe aos ginecologistas zelar por essa capacidade reprodutora. Com isso, o DBI G5 “Preservação da Fertilidade Feminina” promete debater a temática do ponto de vista social, oncológico e relacionado a problemas ginecológicos benignos.

            Marcado para 10 de setembro, às 20h, o debate tem o objetivo de refletir sobre as condutas adequadas em cada caso e como fazer essa prevenção. Para isso, a discussão contará com debatedores especialistas em Medicina Reprodutiva e espaço para interação entre congressistas e convidados. Para mais informações acesse www.sogesp.com.br

APOIO:

COLUNA SAÚDE ACONTECE
Perguntas e sugestões podem ser enviadas para acontece@acontecenoticias.com.br
ou para a Avenida Pompeia, 634, conj. 401 – São Paulo, SP – CEP 05022-000

Faça seu comentário